Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 03/06/2014
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“Liberdade de imprensa é o principal valor em qualquer democracia”

Aécio Neves, presidenciável do PSDB, contrário a ameaças do PT de controlar a mídia

 

Cartão corporativo torrou R$ 15,2 milhões em 2014

O governo Dilma ultrapassou a marca dos R$ 15,2 milhões em gastos com os cartões corporativos nos primeiros quatro meses ano, segundo o Portal Transparência. O gabinete da presidenta torrou sozinho R$ 2,5 milhões, gastos sempre protegidos por sigilo. Somando-se a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e outras secretarias do Planalto, a conta sobe para R$ 5,1 milhões. Tudo sob “segredo de Estado”.

 

Maior gastador

Em razão da Polícia Federal, o Ministério da Justiça é o segundo maior gastador do Brasil com cartões corporativos: R$ 3,2 milhões até abril.

 

Desculpa é segurança

O gabinete de Segurança Institucional da Presidência torrou R$ 229 mil até abril deste ano. Nenhuma de suas despesas é contabilizada.

 

Bolsa e cartão

Quem tem Bolsa Família, não precisa de cartão: o Desenvolvimento Social e Combate à Fome teve a menor despesa com cartões, R$ 463.

 

Extraviada

Dilma defendeu os atrasos nas obras de infraestrutura dizendo que o turista “não vai levar a Copa na mala”. Se ela for roubada, faltou dizer.

 

Brasil continua dando vexame na política externa

O Itamaraty só tem feito escolhas erradas, ao definir prioridades para a política externa. As diretrizes estabelecidas para América do Sul pelos últimos três ministros (Celso Amorim, Antonio Patriota e Luiz Alberto Figueiredo), na prática meros subordinados do aspone Marco Aurélio Garcia, elevaram à condição de “parceiros estratégicos” países que são a vergonha econômica e política da região: Argentina e Venezuela.

 

Política de balelas

As embaixadas brasileiras na África, sem pessoal e recursos, mostram que é uma balela a “prioridade” anunciada para aquele continente.

 

Mero importador

Se cresceu o comércio com a África foi porque o Brasil se transformou em importador de petróleo de Angola e da Nigéria. Mais nada.

 

Prioridade errada

No resto do mundo, a grande prioridade da política externa brasileira é o Brics, cujos países, à exceção da China, estão quase quebrados.

 

Aécio à frente, no DF

Pesquisa do Instituto Dados entre 24 e 30 de maio no DF mostra que o tucano Aécio Neves abriu vantagem em relação a Dilma Rousseff (PT): 24,5% contra 18,9%, saindo da margem de erro de 1,8%. Eduardo Campos (PSB) tem 10%. Pesquisa registrada no TSE: nº BR 138/2014.

 

Cheira à pizza

Os mais de 540 requerimentos da CPMI da Petrobras já anunciam a grande “pizza” que está sendo assada por siglas da base e da oposição, que ampliam as vertentes para protelar as investigações.

 

Palavra de xerife

A participação do PCC com os black block para promover o caos na Copa, revelada pelo Estadão, foi antecipada em janeiro na coluna pelo juiz federal Odilon de Oliveira, que insiste no monitoramento total nas cadeias: a facção pode atentar até contra autoridades estrangeiras.

 

Dor de cabeça

O chanceler Luiz Alberto Figueiredo passou o sábado (31) pesquisando com assessores os alvos do ataque dos hackers ao Itamaraty, para se defender na imprensa de eventuais vazamentos de papeis “top secret”.

 

Sabem de nada

O ex-espião Edward Snowden se disse surpreso na entrevista ao  “Fantástico”, com o governo brasileiro nunca ter recebido seu pedido de asilo. Bingo! Foi hackeado pela Agência Brasileira de Inteligência (sic).

 

Cenário fluminense

Pré-candidata ao Senado na chapa de Lindbergh Farias (PT), a líder do PCdoB, Jandira Feghali (RJ) encontrará sexta-feira (6) o ex-presidente Lula, em São Paulo, para tratar das eleições no Rio.

 

Vítimas

Em conferência no Irã com parlamentares de 32 países, Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) defendeu incluir na carta final a liberdade de imprensa na Síria: “Há muitas vítimas jornalistas no conflito interno”.

 

Fogo amigo

Considerado arrogante, o ex-chefe de gabinete do deputado André Vargas (PR), Lourimar Rabelo, foi bombardeado por torpedos da liderança do PT acusando-o de “pé-frio” na desgraça do então chefe.

 

Pensando bem...

...Edward Snowden já tem parceiro no site da Interpol se o Brasil lhe der asilo: o neopetista Paulo Maluf.

PODER SEM PUDOR

Centauro completo

Dono de verve devastadora, Carlos Lacerda sabia provocar, ofender e desestabilizar os adversários como ninguém. Certa vez, nem Leonel Brizola, outro craque no mister, conseguiu rebater um célebre ataque do ex-governador da Guanabara:

- Brizola é uma espécie de centauro, metade cavalo, a outra também...