Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 04/04/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“As suspeitas sobre o presidente da CBF são graves, constrangedoras”
Deputado-craque Romário (PSB-RJ), defendendo o afastamento de José Maria Marin

Borges é ministro, mas quem manda é Belchior
O verdadeiro ministro de Transportes tem nome e é mulher: Mirian Belchior. É ela, ministra do Planejamento e gestora do PAC, quem despacha com o diretor-geral do DNIT, general Jorge Ernesto Pinto Fraxe, e determina as obras no setor dos Transportes, que por acaso estão devagar, quase parando. Indicado para o cargo, o ministro baiano Cesar Borges será pouco mais que uma rainha da Inglaterra.

Cautela
Dilma concordou em devolver o Ministério dos Transportes ao PR sob a condição de manter a chave do cofre com a ministra Mirian Belchior.

Grana na veia
Alvo de frequentes suspeitas de irregularidades, o Ministério dos Transportes tem um apetitoso orçamento anual: R$ 20 bilhões. 

Sem largar o osso
Confirmado César Borges nos Transportes, o diretor do DNIT, general Jorge Fraxe, disse a Garotinho que também sabe fazer política. 

Simpatia é quase amor
Milagre eleitoral: além de consultar o líder Garotinho (PR-RJ) sobre César Borges, Dilma pediu para falar ao telefone com a filha, Clarissa. 

Em Fortaleza, Dilma ignora o ex-aliado Campos 
A reunião da Sudene, em Fortaleza, serviu para a presidenta Dilma sinalizar preocupação com a força da candidatura do presidenciável Eduardo Campos no Nordeste. Ela agradou o anfitrião, Cid Gomes, que se opõe a Campos no PSB, e alfinetou à vontade o pernambucano, que ainda passou pelo constrangimento de ouvir seu pupilo, ministro Fernando Bezerra (Integração), caprichar na bajulação à presidenta.

Último a saber
Eduardo Campos escafedeu de cara amarrada: foi o último a saber o teor do saco de bondades de Dilma e Fernando Bezerra para o Ceará.  

Quase parando
O PSDB quer aplicar uma injeção de ânimo no presidenciável Aécio Neves. Tucanos acham que lhe falta “sangue nos olhos”.   

Corrida baiana
O governador Jaques Wagner (BA) quer Rui Costa (PT), da Casa Civil, como sucessor. Walter Pinheiro e Sérgio Gabrieli correm por fora.

Au revoir
O governador Sérgio Cabral deveria dar um tempo nas viagens a Paris: a imprensa francesa foi impiedosa com a barbárie contra o turista francês e a namorada. Na TV de lá, o Rio é  “barril de pólvora”.

Protesto
A governadora Roseana Sarney (PMDB) não foi a Fortaleza, nem mandou representante. Soube nesta coluna que Dilma anunciaria outra refinaria para o Ceará, sem tirar do papel a de Bacabeira (MA).

Crescimento menor
Apesar da montanha de dinheiro federal injetado na veia, o Estado de Eduardo Campos foi o que cresceu menos, em 2012, entre os grandes do Nordeste: o Ceará foi a 3,7%, Bahia 3,1% e Pernambuco só 2,3%. 

O que é isso, companheiros?
Curioso o ruidoso silêncio do corintiano Lula e do top-top Marco Aurélio Garcia no caso do torcedores presos na Bolívia. Eles são privilegiados interlocutores do presidente maluquete Evo Morales. O embaixador Marcel Biato foi inclusive indicado por top-top, e deverá ser substituído.

Sol quadrado
Se a “fila” andar até sexta com a revisão do voto escrito do ministro Celso de Mello no processo do mensalão, não é de todo improvável que os mensaleiros condenados passem as férias de julho...na cadeia. 

Tela quente
Pressionado, o chanceler António Patriota passará aperto na Comissão de Relações Exteriores do Senado, para explicar os gastos de Dilma em Roma, a intromissão de agentes e do embaixador cubano em São Paulo, asilo de senador boliviano e denúncias de assédio moral. 

Por nossa conta
O ministro Gilberto Carvalho, que nega ser católico carismático, não viajou por conta própria para o Fórum Social Mundial, na Tunísia. Arranjaram-lhe agenda de “visita oficial” para justificar a conta da viagem, afinal espetada no bolso do contribuinte.

Gatos pardos
Em campanha na Venezuela, Nicolás Maduro subiu no telhado do hospício. Após Hugo Chávez chegar ao céu num desenho animado, virou passarinho, com quem ele diz “se comunicar”, na versão aloprada de Frajola e Piu Piu.

Pensando bem...
...como disse Hugo Chávez na ONU, é forte o “cheiro de enxofre”, com Dilma fazendo o “diabo” e “satanás” rondando o Pastor Feliciano. 

PODER SEM PUDOR
Homenagem ao caráter

Na campanha de 1994, o deputado Paulo Heslander (PTB-MG) visitou o povoado de São José dos Rosas e pediu apoio do chefe político. Divino se desculpou: “já tenho candidato”. O deputado lamentou:
- Ah, que pena. Ia oferecer-lhe um carro 0km em homenagem a seu caráter.
Divino arregalou os olhos e gritou lá para os fundos da casa:
- Mulher, faça aí um cafezinho e traga um bolo aqui pro deputado!
No comício, Divino fez um discurso emocionado pedindo votos para Heslander. No final, o deputado já ia embora quando Divino lembrou:
- E o carro zero?
- Ora, meu amigo, aquilo foi brincadeira...
Ele ficou revoltado, mas era tarde: Heslander foi o mais votado no povoado.
__
        Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros 
www.claudiohumberto.com.br