Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 01/08/2014
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“Pesquisa que vale é a do ‘Data Povo’”

Alexandre Padilha (PT), que aparece com pífios 5% nas pesquisas ao governo de SP

 

Barbosa dá troco em Lewandowski e Cármen Lúcia

Com a publicação de sua aposentadoria ontem (31) no Diário Oficial da União, o agora ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa deu o troco nos ministros Ricardo Lewandowski e Cármen Lúcia. A saída um dia antes da reabertura dos trabalhos livrou Barbosa de ter de participar e, principalmente, votar na sessão que escolherá nesta sexta  os dois desafetos para dirigir a mais alta Corte de Justiça do País.

 

Os substitutos

O ministro Lewandowski deverá assumir a partir de hoje, interinamente, a presidência do STF e do CNJ, com a ministra Cármen Lúcia de vice.

 

Arquiinimigo

Joaquim Barbosa não suporta Lewandowski, revisor do processo do mensalão, com quem trocou insultos pesados durante o julgamento.

 

Motivo da raiva

Já Cármen Lúcia foi para a lista de desafetos após ser flagrada, em 2007, comentando que Joaquim daria “salto social” como relator do mensalão.  

 

Tudo planejado

A decisão de Barbosa de se aposentar, para não ficar “um só dia” sob comando de Lewandowski, foi revelada por esta Coluna em novembro. 

 

Sócio é suspeito de chefiar ‘lavanderia’ na Bahia

Membros do Conselho de Ética da Câmara suspeitam que Leonardo Meirelles, apontado como sócio do doleiro Alberto Youssef na Labogen, seria representante, na Bahia, de outras empresas de fachada usadas em esquema de lavagem de dinheiro. Relator da cassação de Luiz Argôlo (SD-BA) no Conselho de Ética, Marcos Rogério (PDT-RO) confirmou ter pedido ao presidente Ricardo Izar (PSD-SP) nova oitiva do empresário.

 

Teia

Novos documentos da investigação contra André Vargas ligariam Argôlo a essas empresas de fachada representadas por Meirelles na Bahia.

 

Mesma interpretação

Marcos Rogério pedirá extensão da decisão do STF, que negou paralisar o processo de André Vargas no Conselho Ética, para o caso de Argôlo.

 

Testemunha

O chefe de gabinete de Luiz Argôlo, Vanilton Bezerra – a quem Youssef teria transferido R$120 mil – deve depor nesta terça (5) no Conselho.

 

Posse

O presidente do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, disparou convites para posse, no dia 13 de agosto, de Bruno Dantas, indicado ao cargo de ministro pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB).

 

Toma lá, dá cá

A propósito, em troca de votar na Câmara a indicação de Bruno Dantas, o presidente Henrique Alves já obteve confirmação da sabatina, na terça (5), no Senado, do desembargador potiguar Luiz Gurgel de Faria ao STJ.

 

Dito e feito

O deputado Gabriel Chalita (PMDB) bem que advertiu o vice-presidente Michel Temer, em 2012, que o desafeto Paulo Skaf não era confiável para disputar o governo de São Paulo: “Ele ainda vai te trair”, profetizou.

 

Espelho meu

Nomeado pela presidenta Dilma, chanceler Luiz Figueiredo se inspirou na política “pouco ousada” de Antônio Patriota e também arrefeceu a prática adotada por Celso Amorim para indicar mulheres a cargos no Itamaraty.

 

Fantasma

Causou constrangimento no PSDB a presença do ex-deputado Eduardo Azeredo (MG) na sabatina do presidenciável Aécio Neves na CNI. O tucano é um dos protagonistas do escândalo do mensalão mineiro.

 

Público é privado

O PSDB não perde tempo: entrou com ação no MPDFT por improbidade administrativa contra servidores públicos que teriam sido encarregados de preparar a presidenta Dilma para sabatina eleitoral da CNI. 

 

 

Dia D

Abandonado pela presidenta Dilma, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) acredita que sua candidatura ao governo só sairá do quarto lugar após inserções na TV, e já elegeu o próximo 7 de setembro como dia da virada

 

Só celebridade

Candidato à reeleição, o deputado Fábio Faria (PSD-RN) – que é ex de Sabrina Sato, Adriane Galisteu e Priscila Fantin – agora é chamado nas ruas de o “genro do Silvio Santos”. Ele está noivo de Patrícia Abranavel.

 

Pensando bem...

... caindo toda semana, o PIB vai se autodestruir em 7, 6, 5, 4...

PODER SEM PUDOR

Mão machista

Em entrevista à TV, o então governador do Piauí, Mão Santa, dissertava sobre as obras sociais do seu governo. O repórter resolveu perguntar sobre o papel da primeira-dama, D. Adalgisa, que tinha uma atuação marcante no Estado. Para enfeitar a pergunta, o repórter começou:

-- Dizem que por trás de todo grande homem há sempre uma grande mulher...

-- Discordo! -- gritou Mão Santa -- Na minha opinião, todo grande homem tem sempre uma grande mulher, mas não por trás, e sim por baixo!