Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 30/10/2014
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“Não surpreenderá se [o decreto] for, e será, derrubado no Senado”

Renan Calheiros (PMDB) e os “conselhos populares”, sinecura derrubada na Câmara

 

Malandragem: Kassab cria o PL para servir ao PT

Tentando se credenciar ao cargo de ministro das Cidades, o presidente do PSD, Gilberto Kassab (SP), articula a criação do Partido Liberal (PL) já no começo de 2015. Trata-se de uma manobra malandra para abrir brecha à filiação de deputados federais insatisfeitos nos atuais partidos, e loucos para aderir ao governo, sem o risco de perder mandatos. Após fundar o PL, Kassab vai fundi-lo ao PSD, que encolheu nas eleições.

 

Prazo de validade

Amigos de Kassab avaliam que o Partido Liberal não vai se manter vivo por mais de um mês, tempo suficiente para ser diluído no PSD.

 

Nasce nanico

Diferentemente do PSD, que começou como a terceira maior bancada, o Partido Liberal deve receber a filiação de apenas uns dez deputados.

 

Aparelhamento

Fundador do esquema do petrolão, o PP ainda tem expectativa de desbancar Gilberto Kassab para se manter no Ministério das Cidades.

 

Posando para fotos

Sumido desde que seu partido foi envolvido no Petrolão, o presidente do PP, senador Ciro Nogueira, reapareceu após a reeleição de Dilma.

 

Cedraz assumirá TCU com colegas preocupados

Negócios da Petrobras, sob investigação do Tribunal de Contas da União, serão analisados durante a gestão do futuro presidente do TCU, ministro Aroldo Cedraz, a partir de dezembro. Vários ministros do TCU andam preocupados com as atividades de um filho advogado de Cedraz, Tiago, que atuou na venda de uma refinaria da Petrobras para empresário argentino por uma “taxa de sucesso” de US$ 10 milhões.

 

Área de atuação

Tiago Cedraz admitiu ao jornal O Globo, há um ano, defender cerca de 150 processos no TCU, e garantiu que seu pai se daria por impedido.

 

Impedimento

Aroldo Cedraz entregou ao TCU uma lista de advogados, incluindo o filho Tiago, cujos processos se considera impedido de examinar.

 

Constrangedor

A atuação do filho, apesar do impedimento de Cedraz, constrange até os ministros que têm o futuro presidente no TCU em alta conta.

 

Inimigo a ser abatido

A derrubada dos “conselhos populares”, que introduziria no Brasil o sistema de “dedos duros” implantados na Venezuela e Cuba, foi uma demonstração de força Eduardo Cunha (PMDB). Por essa e outras, Dilma não quer ouvir falar na hipótese de vê-lo presidente da Câmara.

 

Por que não te calas?

Por ignorância ou autoritarismo, o ministro Gilberto Carvalho atacou a Legislativo por derrubar as sinecuras petistas “conselhos populares”. O aliado Renan Calheiros reagiu: “Ele não está sabendo nem o que fala”.

 

Nem que vaca tussa

Magoado com ex-presidente Lula, a quem atribui sua derrota ao governo potiguar, o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB), tem dito que não aceitaria assumir um ministério, em 2015.

 

Favoritos para ‘SG’

Os embaixadores Mário Vilalva (Lisboa) e Mauro Vieira (Washington) são cotados para o cargo de secretário-geral, nº 2 do Itamaraty. Ambos têm trânsito desimpedido e de mão dupla entre tucanos e petistas.

 

Cortando pela metade

Coordenador da transição em nome do eleito Rodrigo Rollemberg (PSB), Helio Doyle avalia que o futuro governo Distrito Federal deve ter no máximo 15 secretarias. A gestão de Agnelo Queiroz (PT) criou 39.

 

Tamos aí

O deputado Miro Teixeira (PROS-RJ) avisou a lideranças da oposição que está à disposição para disputar a presidência da Câmara contra Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o candidato do PT, no ano que vem. 

 

Poço de mágoas

Derrotado para o governo do Maranhão, Lobão Filho (PMDB) é um poço de mágoas com a família Sarney, que não se envolveu na disputa. E facilitou a vida do governador eleito Flávio Dino (PCdoB).

 

Pega!

Dilma quer a cúpula do PMDB mobilizando governadores eleitos de Alagoas, Rio Grande do Sul, Rondônia, Tocantins, Sergipe e Espírito Santo para inviabilizar Eduardo Cunha na presidência da Câmara. 

 

Pergunta o tribunal

Vendo os comparsas já em casa, no bem-bom, Henrique Pizzolato se arrependeu de fugir do Brasil para não passar uma temporada na Papuda?

PODER SEM PUDOR

Tiquinho de presidente

Ao saber que um certo marechal Castelo Branco fora indicado presidente, após o golpe de 1964, o deputado Padre Godinho descobriu seu endereço (rua Nascimento e Silva, Ipanema, Rio) e foi lá apresentar cumprimentos. Ficou na portaria, com um amigo, até aparecerem algumas pessoas.

- Cadê o homem, o Castelo?

- Sou eu.

Padre Godinho se apresentou e foi embora. E cutucou o amigo, referindo-se ao baixinho que virou presidente:

- Só isso?