Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 17/01/2015
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“A atual presidente da Petrobras realizou operações semelhantes”

Nestor Cerveró, ao afirmar que Graça Foster também transferiu imóveis aos filhos

 

Exército ignora MPF e se sujeita a ação judicial

A relutância do Comando do Exército em cassar as condecorações dos mensaleiros condenados por corrupção, como José Genoino, como determina o decreto 4.207/02, pode parar na Justiça. Milicos ignoraram a interpelação da procuradora da República Eliana Pires Rocha, cobrando explicações pelo fato de as condecorações dos mensaleiros não terem sido cassadas automaticamente, como determina a Lei.

 

Não é comigo

O prazo do Exército para responder ao ofício do MPF, encaminhado em 16 de dezembro, terminou ontem sem qualquer satisfação.

 

Colher de chá

A Procuradoria da República do DF explica haver uma tolerância antes de uma ação judicial, mas a procuradora é quem decidirá o prazo.

 

General com medo

O general Enzo Peri não cumpriu o decreto com medo de desagradar Dilma. E passou a bola ao substituto, general Eduardo Villas Bôas.

 

Risco calculado

Enzo Peri ignorou a interpelação encaminhada a ele, por isso o ex-comandante do Exército pode responder até por prevaricação.

 

Impeachment de Dilma soma 1.481.606 adesões

Apesar das manobras do site de abaixo-assinados Avaaz, controlado por petistas, pedido de impeachment de Dilma Rousseff da Presidência da República já totaliza 1.481.606 adesões. No Brasil, o Avaaz é chefiado pelo petista Pedro Abramovay, ex-secretário Antidrogas, e há denúncias de manipulações para inibir adesões ao impeachment. Outra proposta idêntica, no site Petição Pública, já reúne 57.404 assinaturas.

 

Há outras

Outros sites como o change.org e o manifestolivre.com.br também já têm petições e abaixo-assinados contra Dilma.

 

...a granel

Os sites abaixo-assinado.org e o euconcordo.com também hospedam abaixo assinados pedindo o impeachment de Dilma.

 

Deu barato

A liberação do canabidiol é excelente para dezenas de pacientes, mas o noticiário exagerado mal disfarça a alegria da “torcida” pró-maconha.

 

Almoço

Presidente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Magda Chambriard dividiu ontem a mesa de almoço no “Mosteiro”, no Rio, perto da Praça Mauá, com ex-diretores, um lobista e Nelson Tanure, empresário de muitas facetas e ex-dono de estaleiro. De comida eles não falaram.

 

Ficou muda

No Fórum de Agronegócios em 2013, Kátia Abreu mirou o grupo Friboi e atacou a “concentração de recursos” do BNDES em grandes frigoríficos. Hoje ministra da Agricultura, não quis comentar o assunto.

 

Poder estatal

Reportagem do jornal Financial Times mostrou que o BNDES é sócio importante das maiores empresas “privadas” brasileiras, como Vale, Lojas Americanas e de quase todas as telefônicas e empreiteiras.

 

Dólar em falta

Na primeira semana de janeiro não se encontravam dólares à venda no Banco do Brasil. Um leitor procurou três agências, incluindo a sede em Brasília. Foi inútil. Foi aconselhado a procurar agências de câmbio.

 

Líder sem liderança

José Pimentel (PT-CE) deixará a liderança no Congresso para tentar ser vice-presidente do Senado. O PT quer trocar seu cargo, inútil (nem fala com Dilma), pela liderança do governo na Casa, hoje do PMDB.

 

Direto ao que importa

Dirigentes do PMDB estão focados nas eleições para as presidências da Câmara e do Senado, daqui a duas semanas, como única solução para o partido manter sua influência, no governo Dilma II.

 

TAP à venda

O governo português voltou a colocar a TAP à venda, e as brasileiras Avianca, Azul e GOL já manifestaram interesse. Novas condições foram impostas: o comprador não poderá vender suas ações por cinco anos e demissões ficam suspensas enquanto o Estado for acionista.

 

Ele acreditou

Ricardo Ferraço (PMDB-ES) acreditou que Renan Calheiros não queria continuar na presidência do Senado e se lançou candidato. Percebeu agora que lhe resta a chance de presidir uma boa comissão temática.

 

Pensando bem...

... se a roubalheira na Petrobras não parou, como diz o MPF, vale a pena a PF verificar se o Mensalão também continua no Congresso.

PODER SEM PUDOR

Presentes inúteis

Advogado que atuou nos tribunais superiores de Brasília, Werner Becker era vereador de oposição em Porto Alegre, nos anos de chumbo, e vivia às turras com um arenista provocador, Jorge Goularte, um ex-sargento conhecido pela truculência. Certa vez, durante uma discussão no plenário, Goularte tentou ironizar o fato de Becker ser emérito apreciador de uísque:

- Vou oferecer ao senhor algo inútil: um copo de leite!

Werner Becker reagiu na bucha, arrancando gargalhadas gerais:

- E eu vou oferecer a você um livro!