Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 28/04/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

"Não aceitamos que o Judiciário influa nas questões legislativas"
Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Congresso, tentando estabelecer limites

Itamaraty mantém cônsul acusado de assédio
Em novo abaixo-assinado ao chanceler Antonio Patriota e a Heraldo Povoa, corregedor do Itamaraty, os funcionários do consulado-geral do Brasil em Sidney (Austrália) pedem o afastamento preventivo do embaixador Américo Fontenelle e do adjunto César Cidade, acusados de assédio moral e sexual há mais de três meses. Dizem eles que Fontenelle circula no consulado avisando: "Isso não vai dar em nada". 

Ética de pelica
O processo administrativo já deveria ter sido aberto com o imediato afastamento dos dois, mas o Itamaraty só abriu processo ético. 

'Ficha limpa'
O embaixador poderá sofrer apenas sanções, mantendo a "ficha limpa" na carreira. A crise já prejudica o funcionamento do consulado. 

Forno aceso
Acabou em pizza a primeira investigação no Canadá contra Fontenelle, que alardeia sua amizade com José Dirceu e figurões do Itamaraty. 

Na moita
Eduardo Campos pediu a aliados quem não declarem apoio público a sua candidatura até ser confirmada. Não quer causar-lhes problemas. 

Mansão de Erenice volta ao limbo, no Lago Sul
Recuperaram a tranquilidade os moradores de uma pacata rua da QI 11 do elegante bairro Lago Sul, em Brasília, antes incomodados pelo frenético entra-e-sai de carros oficiais de ministros e parlamentares, e carrões de lobistas. Após a revista Veja revelar as suspeitas atividades da ocupante da requisitada mansão, onde funciona o escritório da ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra, a paz finalmente voltou a reinar.

Recondução
O governador Beto Richa costurou acordo e deverá ser reconduzido ao comando do PSDB no Paraná em convenção estadual neste domingo. 

Quase certo
O PSDB e o DEM caminham para apoiar o peemedebista Geddel Vieira Lima (PMDB) na disputa contra PT ao governo da Bahia em 2014. 

Vida além de liminar
Jô Morais (PCdoB-MG), em mensagem motivacional aos colegas: "A lua estará brilhando pra você, sem depender de liminar do STJ". 

Ação e reação
Assim que o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) começou a recolher assinaturas para a CPI da Caixa, para investigar lavagem de dinheiro nas loterias, o banco pediu uma reunião "imediata" com ele. 

Tudo muito estranho
Garotinho maçou para a próxima semana a reunião que a Caixa pediu, mas ele avisa que não citou "nem 10% das irregularidades", como os 550 acertos de um apostador e 107 prêmios no mesmo dia para outro. 

Ninguém merece
O ministro Joaquim Barbosa ainda saboeira sua inclusão na lista da revista Time das cem pessoas mais influentes do mundo. Mas não esqueceu o que viu dias antes no presídio de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. Ficou chocado, é uma pocilga. E o governo local nada faz.

Bate em mim
A presidenta Dilma prestigiava um grupo de assessores chamados de "espancadores", no papel de advogado do diabo de projetos. Mas esse grupo perdeu o élan e não se reúne mais. Agora são os espancados.

Primeira opção 
O PMDB quer lançar Paulo Hartung contra Renato Casagrande (PSB) ao governo capixaba, em 2014. Apesar das acusações de corrupção que pesam contra Hartung, o partido avalia que ele tem mais condições de vitória, além de garantir palanque à presidenta Dilma.

Cenário 2014
Em busca de palanques para 2014, o presidenciável Eduardo Campos articula para lançar ex-governadora Wilma de Faria (PSB) candidata ao governo potiguar. Já o PT cogita lançar a deputada Fátima Bezerra. 

Liderança
Do deputado Paulo Wagner (PV) ao presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB), durante viagem da bancada potiguar para uma reunião na Petrobras: "Nem seu pai conseguiu reunir tantos inimigos numa mesma viagem". Henrique sorriu, encabulado. 

Pensando bem...
...veio na hora certa para o cofrinho de Lula a coluna no site do New York Times com o dólar acima de R$ 2.


 

PODER SEM PUDOR
Governo desmoralizado

Conta o escritor Carlito Lima uma história engraçada envolvendo o jornalista Floriano Ivo Jr, irmão do saudoso poeta Ledo Ivo e assessor de Lamenha Filho, governador Alagoas nos anos 1970. Certa vez Floriano Ivo foi designado a representar o chefe numa exposição agrícola. O gesto irritou o fazendeiro e deputado Nelson Costa, promotor do evento:
- Esse governo está desmoralizado... Mandar um assessor...
Floriano não contou conversa:
- O governador escolhe as solenidades que vai. Às importantes ele faz questão de ir, mas nessas merdas ele me manda representá-lo...