Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 21/04/2015
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“Crescimento negativo neste ano”

Joaquim Levy (Fazenda) sobre a expectativa da equipe econômica do governo Dilma

 

‘Recados’ de Vaccari apavoram cúpula petista

O comando do PT já não sabe o que fazer com o tesoureiro, agora afastado e preso, João Vaccari Neto: ele tem mandado avisos que não vai aceitar o mesmo destino do ex-deputado cassado e também preso André Vargas (ex-PT-PR). Com parte da família enrolada no Petrolão, os petistas temem que, cedo ou tarde, Vaccari tente acertar uma delação premiada com o Ministério Público e a Polícia Federal.

 

Sabe tudo

Vaccari conhece a fundo as finanças do PT, foi alçado ao posto de tesoureiro em 2010. E mais: é amigo próximo do ex-presidente Lula.

 

Pode confiar?

A cúpula petista não sabe até onde ceder aos ‘recados’ de Vaccari, já que ele não se afastou voluntariamente do cargo de tesoureiro do PT.

 

Batom na cueca

Petistas entraram em pânico com o sumiço de Marice, a cunhada de Vaccari que se entregou à PF. Um deputado definiu: “parece confissão”

 

Menção frequente

Réu em ação penal por corrupção, lavagem e formação de quadrilha, Vaccari foi citado por cinco réus em acordos de delações premiadas.

 

Governo nomeia fantasma para adido na Rússia

A presidente Dilma nomeou adido agrícola junto à embaixada do Brasil em Moscou, capital russa, um desconhecido até mesmo no órgão onde ele está lotado. Antonio Alberto Rocha Oliveira é lotado na Superintendência Federal da Agricultura na Bahia desde julho de 2014, mas nem mesmo em seu local de trabalho ele é conhecido: o setor de recursos humanos afirmou a esta coluna que ignora sua existência.

 

Cobrando explicações

A ministra Kátia Abreu (Agricultura) foi cobrada por Dilma sobre o fantasma, nesta segunda, no único compromisso oficial da presidente.

 

Tomou doril

O Ministério da Agricultura garante que o futuro adido em Moscou existe, mas sua área de recursos humanos da Bahia “nunca” o viu.

 

Nomeação

A nomeação do adido na Rússia foi publicada em 24 de março de 2015 no Diário Oficial da União. A previsão é que ele assuma em até 60 dias.

 

Na mira da LRF

A manobra conhecida como “pedaladas fiscais”, investigada pelo Tribunal de Contas da União, envolve Caixa Econômica, Banco do Brasil e Ministério da Fazenda, e os seus dirigentes, entre 2013 e 2014.

 

Compra de votos no PT

Em manifesto da facção Articulação de Esquerda, do PT, batizado de “Um Partido para Tempos de Guerra”, petistas reconhecem “práticas eleitorais como a compra de votos” nas eleições internas do partido.

 

P sem T

O “manifesto” da facção do PT Articulação de Esquerda demonstra grande preocupação dos dirigentes do partido com o afastamento do PT da classe trabalhadora, cujo apoio foi “perdido nos últimos anos”.

 

Fora, Cunha

O protesto em Fortaleza pela renúncia de Eduardo Cunha, organizada por simpatizantes de Cid Gomes (PROS), teve mais adesões do que o programa “Câmara Itinerante”. Compareceram cerca de 4 mil pessoas.

 

Óleo de peroba

O senador Romário (PSB-RJ) ficou incomodado com a limpeza do Senado, que passou óleo de peroba no sofá do seu gabinete. O óleo que é muito útil em caras-de-pau, também ajuda a conservar couro.

 

Enricou

Depois que triplicaram o valor do fundo partidário, arrancado à força do bolso do contribuinte, até o presidente do PDT, Carlos Lupi, ficou valente contra o governo Dilma, ameaçando rompimento.

 

Vira casaca

Ninguém entendeu a presença da senadora Fátima Bezerra (PT) na posse do ministro Henrique Alves (Turismo). Fátima fez chapa com Robinson Faria (PSD) que derrotou Alves no governo potiguar.

 

Memória no dia 21

Há 30 anos morria Tancredo Neves, o primeiro civil eleito presidente após a ditadura militar. Exatos treze anos depois, o deputado federal e ex-presidente da Câmara Luiz Eduardo Magalhães também faleceu.

 

Pensando bem...

...se o PT considera desespero o impeachment de Dilma, o partido, que mais pediu cassação de presidentes, anda, no mínimo, desequilibrado.

PODER SEM PUDOR

Não te fresqueia, tchê

O líder gaúcho Flores da Cunha era do tipo que não guardava papas na língua e zelava pela reputação dos machos do Rio Grande do Sul. Mas, certa vez, num comício em Uruguaiana, ao ser saudado, um orador local exagerou nos elogios:

- Bravo general, corpo de espartano, cérebro ateniense, coração de pomba, alma de dama...

Ele chama o chefe político e ordena, interrompendo o discurso:

- Tira esse demente daqui antes que ele me chame de fresco.