Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 11/06/2015
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“Autorização prévia constitui forma de censura prévia”

Ministra Rosa Weber (STF), em voto brilhante, defendendo biografias não-autorizadas

 

Criador de projeto bilionário agora o julga em SP

O projeto bilionário de trocar todas as lâmpadas de iluminação pública de São Paulo, com suspeita de favorecimento da empresa americana AES-Eletropaulo, foi elaborado pelo então secretario municipal João Antônio (PT) e quem o relata hoje, no Tribunal de Contas do Município (TCM), é o mesmo João Antônio, atual conselheiro, e acusado de não receber representações contra essa parceria público privada (PPP).

 

Conveniência

A última foi ação contra a PPP da lâmpada data de 21 de maio, mas o TCM (onde o PT tem 2 dos 4 conselheiros) não se reúne para decidir.

 

De pai para filho

O prefeito Fernando Haddad (PT) vai pagar R$ 7,3 bilhões pela troca de lâmpadas para led. A vencedora receberá os lucros por 20 anos.

 

Quem vai ganhar

A americana AES-Eletropaulo é favorecidíssima: a empresa tem os postes, entra com uma tremenda vantagem. Vai ganhar, ponto.

 

Made in China

Serão gerados na China os empregos para fabricar lâmpadas de led de postes paulistanos. Haddad não se interessou em gerá-los no Brasil.

 

DF: choque com PDT derruba ‘governador de fato’

Homem forte de Rodrigo Rollemberg (PSB), o chefe da Casa Civil do governo do DF, Hélio Doyle, considerado o “governador de fato”, não resistiu à trombada com o PDT e a Câmara Legislativa e pediu demissão, surpreendendo os meios políticos. Dias atrás, a presidente da Câmara, deputada Celina Leão (PDT), rompeu com Rollemberg protestando contra petistas ligados ao ex-governador Agnelo Queiroz para postos estratégicos do governo. Todos escolhidos por Doyle.

 

Independência

Decepcionado com Rollemberg, o senador Reguffe propôs ao PDT uma postura de independência no DF. E que, como ele, recuse cargos.

 

Influência

Hélio Doyle chefiou a campanha de Rollemberg, vitoriosa após o apoio de Reguffe. Mesmo sem cargo, ele continuará muito influente.

 

Cristovam ajudou

Após criticar a atitude da deputada Celina Leão, o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) se associou às críticas a Rollemberg e a Doyle.

 

Procuradoria sem direito

Liderada pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), a Procuradoria da Mulher do Senado, que tem a missão de “zelar, fiscalizar, controlar e incentivar os direitos da mulher”, não tem advogados na equipe.

 

Câmara também quer

Deputados se articulam para tirar do Senado a exclusividade da CPI da CBF. Eles acusam o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, de usar a sabatina na Câmara, terça (10), para tentar esvaziar uma CPMI.

 

Simões cozinhando

O Itamaraty pressiona o Senado para votar no dia 25 a indicação de Antônio Simões, o “Simões Bolívar”, à embaixada brasileira em Madri. Mas alguns senadores só desejam fazê-lo no segundo semestre.

 

Gastadores

Prevista para 1º de maio, a TV PT não foi lançada ainda “por falta de dinheiro”. A pergunta não quer calar: como eles conseguiram gastar as centenas de milhões de reais surrupiados no petrolão?

 

Filha barulhenta

Servidores da Câmara garantem: a filha da deputada Maria do Rosário (PT-RS) estava entre os acusados de tumultuar a comissão que discute a redução da maioridade. Questionada, a deputada negou.

 

Recuo

O Planalto segurou a revisão das desonerações após Michel Temer ser alertado pelo líder do PMDB, Leonardo Picciani, de que o governo sairá derrotado se não saírem as nomeações do segundo e terceiro escalão.

 

Bolivarianos

Presidente da Assembleia da Venezuela, a Câmara de lá, Diosdado Cabello chegou para “visita oficial ao governo amigo”, diz a imprensa local. Mas sua única visita conhecida foi ao ex-presidente Lula.

 

Barraco

Em confusão ontem na Câmara, durante tensa votação da PEC da maioridade, o deputado Alberto Fraga (DEM-DF) não se conteve e partiu pra cima de um manifestante. No fim, oito foram prestar queixa.

 

Pergunta no TCU

Haverá limite na propaganda paga do governo federal no jornal e emissoras chapa-branca do PT, cuja criação será proposta em seu congresso?

PODER SEM PUDOR

A namorada de Pimenta

Cansado, o então ministro Pedro Parente tirou uns dias de folga. Ficou longe de tudo e de todos, principalmente dos jornais e da TV, mas atendeu ao telefonema da mulher, jornalista, naquela noite de 20 de agosto de 2000:

- Pedro, o Pimenta matou a namorada!

O ministro-chefe da Casa Civil de FHC quase teve um enfarte:

- Meus Deus, que desgraça!... E eu nem sabia que ele tinha namorada!

Por um instante ele achou que ela se referia ao ministro Pimenta da Veiga (Comunicações) – cuja namorada, aliás, é a própria mulher, Ana Paola.