Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 22/08/2015
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“Como eu já disse, fui escolhido para ser investigado”

Presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), após ser denunciado na Lava Jato

 

Força-tarefa do Ministério Público preocupa Renan

O presidente do Senado, Renan Calheiros, não esconde a apreensão com desdobramento da Lava Jato. Isso porque o “acordão” denunciado por Eduardo Cunha para “salvar Dilma” passaria pelas mãos de sete procuradores federais responsáveis pelo inquérito, considerados “indomáveis”. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não tem influência sobre o grupo, formado por técnicos criteriosos da PGR.

 

Impasse

Janot é responsável por compilar as denúncias e encaminhá-las ao Supremo. Pode fazer indicações, mas uma interferência causaria motim.

 

O acordão

Segundo a denúncia de Eduardo Cunha, Renan só apoia o governo Dilma para se livrar de denúncia do PGR na Operação Lava Jato.

 

Uns e outros

O “acordão” pouparia o presidente do Senado e daria prosseguimento às denúncias contra parlamentares antiDilma, incluindo Eduardo Cunha.

 

Vai com calma

Os deputados peemedebistas andam irritados com a possibilidade do acordão. “Não há acordo sem a Câmara”, diz Danilo Forte (PMDB-CE).

 

Governo conta mentira sobre o ‘Mais Médicos’

O governo federal divulga propaganda em todo o Pais na qual trombeteia que em dois anos o “Mais Médicos” atendeu a mais de 63 milhões de brasileiros. Se esse numero espantoso, equivalente a quase um terço da população, for dividido pelo número de médicos do programa (14 mil) e pelos dias e horas trabalhadas no período, cada profissional “atendeu” 9.375 pacientes por dia. Um a cada 9 segundos.

 

Cuba fatura alto

O “Mais Médicos” tem sido bem mais vantajoso para a ditadura cubana. Cuba faturou do Brasil, em dois anos, até julho, mais de R$ 4,3 bilhões.

 

Trabalho escravo

Cuba mantém relação análoga ao trabalho escravo, com seus médicos: eles recebem apenas uma pequena parte do salário de R$11 mil.

 

Dinheiro na veia

A Band revelou em março deste ano gravações da trama do governo para mascarar seu objetivo real de financiar a ditadura cubana.

 

Reforma ministerial

Renan Calheiros (PMDB-AL) articula aliança para nomear Helder Barbalho em um futuro Ministério do Abastecimento (junção da Agricultura com a Pesca), após a reforma ministerial da crise de Dilma. Caso a proposta prospere, Kátia Abreu (PMDB-TO) volta ao Senado.

 

Marionete

O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) comemora a decisão tardia do governo brasileiro de conceder asilo ao senador boliviano Roger Pinto Molina. Ele lamenta o Brasil ter “virado joguete” do regime boliviano.

 

Pré-coxinha

O pré-candidato à Prefeitura de São Paulo Andrea Matarazzo (PSDB) publicou nas redes sociais um conjunto normas para seguidores. Não quer ser difamado, ofendido e nem irá tolerar conteúdos inapropriados.

 

Articulador-geral

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) foi escalado para reestruturar o partido após a denúncia contra Eduardo Cunha, na Lava Jato. A ideia é fortalecer o PMDB do Senado e o relacionamento com a Câmara.

 

Dois pra lá...

Enquanto o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, entregava a denúncia de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no Supremo Tribunal Federal, o presidente da Câmara costurava apoio para se segurar no cargo.

 

...dois pra cá

Cunha se reuniu, a portas fechadas, com os líderes do PSDB, Carlos Sampaio (SP); do DEM, Mendonça Filho (PE) e do PSC, André Moura (SE). A pauta: blindagem do peemedebista. Todos vão apoiar Cunha.

 

Visão seletiva

O ex-ministro Ciro Gomes continua um mestre na arte de só ver o que interessa a ele. Deve ter suas razões para chamar Eduardo Cunha de “pilantra de quinta categoria”, mas disse isso na reunião com Carlos Lupi (que saiu do governo acusado de corrupção) para se filiar ao PDT.

 

Chumbo trocado

Reconhecido por andar fardado na Câmara, o deputado federal Capitão Augusto (PR-SP) tem sido alvejado pelos ambientalistas da CPI que investiga maus-tratos a animais. Ele é o único que defende rodeios.

 

Pensando bem...

... O Brasil cortou 158 mil vagas de trabalho em julho, mas manteve o cargo da responsável pela crise.

PODER SEM PUDOR

Pedido de bebum

Lutero Vargas, filho de Getúlio, aceitou convite para passar uns dias em Fortaleza. O anfitrião, Renato Solden, era boêmio conhecido na cidade e amigo sincero do visitante. Num banquete oferecido por Menezes Pimentel ao filho do ditador, Lutero resolveu brincar com Renato:

- Faça um pedido que eu dou um jeito de ele ser atendido.

Com a língua enrolada pela bebida farta, Solden levantou-se, solene:

- Amigo Lutero, quero mesmo pedir uma coisa...

- Pois não. É só falar que eu atendo.

- Quero ser nomeado Bispo Auxiliar desta zona...