Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 12/05/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“O que restou foi o DEM e alguns escoteiros soltos”
Alberto Goldman, vice-presidente do PSDB, sobre a raquítica oposição no Brasil

MP Portos: Dilma apela aos ‘decanos’ do PMDB
Diante da dificuldade da dupla Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil) em conduzir negociações, a presidenta Dilma Rousseff pediu ajuda aos “decanos” do PMDB para tentar salvar a aprovação da Medida Provisória que moderniza os Portos. Em conversa reservada, Dilma pediu ao vice Michel Temer e aos caciques Renan Calheiros e José Sarney empenho na aprovação da MP. 

Esforço concentrado
Desde sexta-feira, Dilma e seu vice Michel Temer têm acionado os ministros a se engajar no esforço para aprovar a MP dos Portos.

PR rachado
O PR está dividido se mantém Garotinho na liderança após denunciar a “MP dos Porcos”. Metade da bancada defende sua destituição. 

Fui!
Após a confusão na MP dos Portos, Garotinho aproveitou gravação do programa de tevê do PR-RJ para sumir e permanecer incomunicável.

Daqui não saio
O governador cearense Cid Gomes avisou ao pernambucano Eduardo Campos que apoiará a reeleição de Dilma e não vai deixar o PSB. 

Mistério da morte de Aracelli faz 40 anos dia 18
Um grandes mistério da polícia completará 40 anos em 18 de maio: em 1973, o corpo de Aracelli Crespo, 8 anos, foi encontrado nos fundos do Hospital Infantil de Vitória, assassinada com marcas de abuso sexual e desfigurada com ácido, para dificultar identificação. Entre os suspeitos, filhinhos de papai capixabas. O Congresso fez da data o Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Impunes
Pelo menos outras duas pessoas morreram por denunciar os supostos assassinos da menininha Aracelli – que, aliás, jamais foram punidos.

Meu amor
Saiu nova edição do livro “Aracelli, meu amor”, do jornalista José Louzeiro. Censurado na ditadura, virou best-seller nos anos 1980.

Olho no céu
Os deputados André Vargas (PR) e José Guimarães (CE), ambos do PT, sonham em disputar vagas no Senado, em 2014. 

Depende do público
Em público, o mensaleiro Zé Dirceu garante que não azedou a relação entre o ex-presidente Lula e o governador Eduardo Campos. Já a petistas, ele diz que Lula está irritadíssimo com o pernambucano. 

Xadrez mineiro
Prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB) tem dito que não vai disputar governo de Minas, mas aparece em pesquisas com o ministro Fernando Pimentel (PT) e o senador Clésio Andrade (PMDB).

Jogada arriscada
O governador Eduardo Campos tem dito que não abre mão de lançar candidato a sua sucessão. Aliados temem que, sem Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra (a caminho do PT), ele terá dificuldades. 

Salvação
O PSC espera aumentar a bancada paulista em 2014, após a súbita notoriedade de Marcos Feliciano. Disputando a reeleição, ele sairá de 211 mil para 600 mil votos e elegerá mais três, acredita o partido.

De molho
O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) aguarda decisões judiciais para decidir se disputará o governo da Paraíba em 2014 com o atual governador Ricardo Coutinho (PSB) e o prefeito Veneziano (PMDB). 

Sob pressão
O Ministério das Relações Exteriores somente decidiu investigar denúncia de assédios moral e sexual contra o cônsul-geral do Brasil em Sidney (Austrália), embaixador Américo Fontenelle, temendo greve dos servidores, com apoio do Sindimaraty. Seria um escândalo.

Médicos na raia 
Se o médico Alexandre Padilha sonha com o governo de São Paulo, não deve desdenhar do apoio de outro médico, Geraldo Alckmin, em sua classe. Outro dia, o presidente do Sindusfarma, Cleiton de Castro Marques, conferiu ao governador sua maior condecoração. 

Panela de pressão
A Justiça de Pernambuco deu 120 dias para a Alimentação Perfeita, maior fornecedora de “quentinhas” do Estado, mostrar alvará ou fechar, após o Ministério Público acusar fraude na venda da sede em Recife.  

Pensando bem…
…”a mãe do PAC” agradeceria se não lembrassem dela hoje.

PODER SEM PUDOR
Diálogo de surdos

O editor Paulo Rocco, presidente do Sindicato Nacional dos Editores e Livreiros, encontrou em 2003, no Rio, o poeta Wally Salomão, espécie de hippie simpático que parecia ter chegado, a pé, do festival de Woodstock, para assumir a Secretaria do Livro e da Leitura, do Ministério da Cultura. Os dois conversaram animadamente durante mais de uma hora, mas, ao final, entre desolado e divertido, Rocco desabafou com um amigo:
- Não entendi nada do que ele falou, assim como estou certo de que ele não entendeu nada do que eu disse.
__
        Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros 
www.claudiohumberto.com.br