Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 27/11/2015
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
CLÁUDIO HUMBERTO

“Foi uma grande burrada, ou alguma palavra parecida

Lula, ainda atordoado com a prisão de mais um amigo, Delcídio Amaral

 

Desinteresse em punir pode favorecer Delcídio

A prisão de Delcídio Amaral (PT-MS) pegou o Senado de calças nas mãos: o presidente Renan Calheiros (PMDB-AL) não indica Corregedor desde a saída de Vital do Rêgo, em 2014, para assumir no Tribunal de Contas da União. O Conselho de Ética está às moscas desde 2013 e seu presidente, João Alberto (PMDB-MA), foi um dos 13 senadores que votaram para soltar o colega flagrado na trama para obstruir a Justiça.

 

Mesa catatônica

A mesa diretora do Senado deveria ter representado contra Delcídio no Conselho de Ética enquanto sua prisão surpreendia o País

 

Sem provocação

João Alberto disse que o Conselho de Ética do Senado somente pode agir “se for provocado”. Como presidente, ele não pretende fazer isso.

 

Com provocação

A oposição fará a “provocação” ao Conselho de Ética, diz o senador Cassio Cunha Lima (PSDB-PB), se a Mesa Diretora se fingir de morta.

 

Crime grave

O Senado hesita na punição ao senador preso por oferecer dinheiro e um plano de fuga a um condenado da Justiça, em troca do seu silêncio.

 

Deputado colhe assinaturas para CPI do BTG

O envolvimento do banqueiro André Esteves em negócios suspeitos, como a compra de ativos da Petrobras na África por uma pechincha, e sua participação na trama para obstruir a Justiça, levaram o deputado JHC (PSB-AL) a começar a recolher nesta sexta-feira (27) assinaturas para criação da CPI do BTG Pactual. Ele acha que é hora de investigar as relações de Esteves com os partidos políticos e o poder público.

 

Pânico suprapartidário

A prisão de André Esteves deixou petistas e tucanos insones. Quem dá um Google encontra fotos dele com Aécio Neves, presidente do PSDB.

 

Vistas grossas

O deputado JHC, que foi da CPI da Petrobras, ficou intrigado porque negócios do BTG com a Petrobras na África nem foram investigados.

 

Cumplicidade

André Esteves teve acesso à minuta do acordo de delação de Nestor Cerveró. Esclarecer isso é questão de honra para a Polícia Federal.

 

Sentiu o baque

A prisão do líder do governo afetou Dilma, que tinha um certo chamego por Delcídio. Gostava do seu tipo galante conversador, e não o tratava, como aos antecessores dele, com seu jeito búlgaro de ser.

 

Papo de mafiosos

A íntegra da gravação de 1h35m37s, disponível no portal Diário do Poder, revela a conversa vergonhosa entre Delcídio e seus comparsas. Parece conversa de mafiosos no fundo de um restaurante malcheiroso.

 

Tudo bem com a PF

Da parte da Polícia Federal não há dificuldade de se relacionar com órgãos de inteligência envolvidos na segurança das Olimpíadas do Rio. Em nota, a PF diz que sua larga experiência na área é reconhecida em todo mundo, incluindo monitoramento e repressão ao terrorismo.

 

Ele merece

A fartura era grande. A prestação de contas mostra que Delcídio Amaral não gastou um só centavo para divulgar suas atividades, este ano. Aliás, ele continua nadando de braçada na “mídia espontânea”.

 

Zero credibilidade

Como o TSE não vai participar da encenação eleitoral na Venezuela, o chanceler Mauro Vieira, certamente sob ordens do aspone Top-Top Garcia, mandará um embaixador para legitimar a fraude anunciada: José Viegas, ex-ministro da Defesa de Lula e petista exaltado.

 

Fingindo de morto

Deputados da Rede acusam Eduardo Cunha de não realizar sessões na Câmara na quarta e quinta por medo. Com a prisão de Delcídio do Amaral, Cunha tenta acalmar os ânimos na Câmara.

Investigar é crime?

A Abracomtaxi classificou como “coação e um ataque à democracia” a investigação aberta pelo Cade para apurar a conduta de taxistas contra motoristas do Uber. Não querem a concorrência de um serviço melhor.

 

Já vai tarde

Velhos observadores da política desconfiam que foi tudo combinado, na sessão do Senado que referendou a prisão de Delcídio. Votaram contra mesmo os que haviam sinalizado apoiar o líder do governo.

 

Pergunta na Lava Jato

Quando Lula disse que Delcídio apenas cometeu “uma burrada”, ele se referia à obstrução da Justiça ou porque se deixou gravar?

PODER SEM PUDOR

Juiz desobediente

O deputado Ney Lopes (PFL-RN) certa vez contou a um grupo de juízes federais um fato que testemunhou no início da carreira. Ele havia chegado a Alexandria e foi logo chamado pra uma conversa com o chefe político local.

- Você conhece essa coisa de Justiça? Não estou gostando do juiz daqui.

- Por que? Há denúncias contra o seu comportamento moral?

- Não é isso – esclareceu o coronel – é que ele tem dado sentenças sem falar comigo...