Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 17/05/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Colocar adolescentes presos com adultos só agrava o problema”
Ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) distorcendo o clamor pela punição ao crime

Cartão corporativo pagou vinho e cerveja de Lula
A ação popular que resultou na condenação de onze servidores, oito deles da Presidência da República, produziu flagrantes do uso abusivo de cartão de crédito corporativo, como a compra de dez garrafas de vinho e três caixas de cerveja para consumo do então presidente Lula, na viagem de junho de 2003 ao “Bumbódromo”, em Parintins (AM). A Justiça decidiu que a farra não se enquadra como “recepção oficial”. 

Farra a bordo
Foi no navio Pedro Teixeira, da Marinha, a viagem de Lula a Parintins, que virou farra regada a vinhos e cerveja Skol pagos pelo contribuinte.

Ei, garçom
Somente no item “bares e restaurantes”, em 2003, a Presidência da República torrou R$ 111.632,46 utilizando cartões corporativos.

Por nossa conta
Outras despesas da Presidência da República pagas pelo contribuinte envolvem caixas de chocolate, DVDs e flores, muitas flores.

Devolução
Onze servidores foram condenados a devolver mais de R$ 2 milhões aos cofres públicos, gastos em compras ilegais com cartão corporativo.

Comando da campanha de Dilma anima oposição
Animou a oposição a notícia de que o comando da campanha de reeleição da presidenta Dilma será confiado ao ministro Aloísio Mercadante (Educação) e ao presidente do PT, Rui Falcão, aquele que tem o hábito de dar tiros contra aliados e companheiros. A dupla é responsável por grandes desastres e aloprações eleitorais. E não é de agora: conduziram a candidatura Lula, em 2004, a ficar radicalmente contra o Plano Real, ajudando a eleger FHC no primeiro no turno.

Candidato aloprado
Na sua derrota para José Serra, ao governo paulista, em 2006, Aloísio Mercandante estava no centro do desastrado “dossiê dos aloprados”. 

Baixo nível
Em 2008, Rui Falcão comandou derrota de Marta Suplicy à reeleição para prefeita, após os golpes de baixo nível contra Gilberto Kassab.

Dia do Botafogo
Nilton Santos, a Enciclopédia do Futebol, completa 88 anos nesta quinta (16). Não por coincidência, comemora-se o Dia do Botafogo.

Como pinto no lixo
O deputado Rubens Bueno (PPS-PR) está espantado, mas não surpreso, com o que se viu na votação da MP dos Portos: “Criaram um balcão de negócios em Brasília, do jeito que o PT gosta”. 

Lá e cá
Durante sua filiação ao PMDB em Goiânia, ontem, o empresário José Batista Jr, o Júnior, saudou o governador Agnelo Queiroz (PT) e sinalizou que sua saída do PSB mexe no cenário nacional: “Espero que no ano que vem sejamos eu aqui e você no Distrito Federal”.

Aparências
O ex-governador José Serra sinalizou que participará no sábado da convenção que elegerá Aécio Neves (MG) presidente nacional do PSDB. Difícil é acreditar que, até lá, não surgirá um “imprevisto”.  

Trocando bicadas
Deputados do PSDB indicaram Bruno Araújo (PE) para secretária-geral do partido; já a bancada paulista reivindica o cargo para contemplar José Serra e o governador Geraldo Alckmin na executiva nacional.   

Arena de eventos
Para quem achava que o estádio Mané Garrincha seria um “elefante branco”, já há negociações em curso para shows, ainda este ano, do grupo Aerosmith e de Justin Bieber.

Pagou a língua
O líder da oposição, Nilson Leitão (PSDB-MT), provocou o líder do governo, Arlindo Chinaglia (PT-SP), durante votação da MP dos Portos: “Sua lição de casa hoje é escrever cem vezes a palavra privatização”. 

Cara pesquisa
Os deputados do DF Celina Leão (PSD) e Robério Negreiros (PMDB) passearam uma semana por nossa conta “pesquisando políticas para juventude existentes na Inglaterra”. Era só perguntar ao Google.

Deixa comigo
Na tentativa de mostrar serviço, o ministro da Agricultura, Antônio Andrade (PMDB), fez questão de anunciar aos quatro cantos ontem no Congresso que o Plano Safra 2013/2014 está praticamente concluído. 

Pergunta na boca do caixa
Eram para d. Marisa ou Rose as 14 caixas de chocolate compradas pelo Planalto com cartão corporativo, quando Lula era presidente?

PODER SEM PUDOR
Fura-fila safado

O ex-deputado Paulo Heslander (PTB-MG) enfrentava certa vez uma enorme fila de embarque no aeroporto de Confins, em Belo Horizonte , quando um passageiro bem vestido, atrás dele, foi solicitado a fazer o “check-in” antes de todos. Uma passageira reagiu indignada:
– Veja só que safado. Vai ver, é deputado.
Heslander se voltou para a mulher e rebateu:
– Desculpe, minha senhora. Safado ele pode ser, mas deputado não é. Deputado sou eu e estou na fila, como todo mundo.
_
        Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros 
www.claudiohumberto.com.br