Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 24/02/2016
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
CLÁUDIO HUMBERTO

“Não tem ou não procuraram?

Carlos Marun (PMDB-MS) sobre a possibilidade de Dilma ter contas na Suíça

 

Pizza em CPI livra Odebrecht para blindar Lula

O Planalto atuou para livrar o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, o ex-presidente da Camargo Corrêa Dalton Avancini e principalmente o empreiteiro Marcelo Odebrecht na CPI do BNDES. O relator José Rocha (PR-BA) queria indiciar os três, mas o governo determinou “indiciamento zero” com objetivo de blindar Lula, suspeito de atuar como lobista da Odebrecht em operações no BNDES.

 

PF na cola de Lula

O Planalto “operou” na CPI do BNDES para proteger Lula, mas isso será inútil: ele já é investigado por tráfico internacional de influência.

 

Rolo compressor

O relator José Rocha se reuniu com o ministro Jaques Wagner (Casa Civil), que avisou: o governo não admitiria qualquer indiciamento.

 

Brincadeira

Sub-relator da CPI, o deputado Alexandre Baldy (PSDB-GO) decidiu apresentar voto em separado. “O governo brinca com a Câmara”, diz.

 

Cheiro de pizza

Para o presidente da CPI, Marcos Rotta (PMBA-AM), o governo erra na estratégia, porque “pega mal não haver um único indiciamento”.

 

Petrobras esconde acusados, apagando biografias

A Petrobras deu sumiço, na internet, às biografias de dirigentes como Armando Ramos Tripodi, ex-braço direito do ex-presidente Sergio Gabrielli e atual gerente de Responsabilidade Social. Ele foi levado a depor sob vara, na 23ª fase da Lava Jato. A página “Memórias da Petrobras” saiu do ar, com a exclusão das biografias de gatunos que são hoje celebridades do mundo do crime, no escândalo do Petrolão.

 

Chá de sumiço

Sumiram as “biografias”, no site da Petrobras, de gente da laia de Pedro Barusco, Renato Duque, Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró.

 

Antigas relações

O petista Armando Ramos Tripodi foi citado na delação do ex-diretor  Paulo Roberto Costa, que cumpre prisão domiciliar.

 

Militante na Petrobras

Tripodi está na Petrobras desde 1984: fundou a “oposição sindical” na Bahia e criou o Departamento Nacional dos Petroleiros da CUT.

 

Lasier na CCT

Lasier Martins (PDT-RS) deve assumir a presidência da Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado no lugar de Cristovam Buarque (PPS-DF), que deixou o PDT semana passada e perdeu o posto.

 

Para evitar golpe

O PSDB decidiu pela saída do senador Ataídes de Oliveira (PSDB-TO) da relatoria do processo contra Delcídio do Amaral (PT-MS) no Conselho de Ética para evitar o golpe da “nulidade” articulado pelo PT.

 

Acarajé provocador

O ministro Ricardo Lewandowski conversava com Arlindo Chinaglia (PT-SP), ontem, no almoço oferecido no Itamaraty a vice-presidente da Argentina, Gabriela Michetti, quando o garçom lhes ofereceu acarajés. Chinaglia brincou: “É provocação contra mim ou contra o ministro?”

 

Ministro Feliz

Em meio às crises de incontrolável mau humor de Dilma, só há ministro relativamente feliz: o das Relações Exteriores, Mauro Vieira. É que, por dever de ofício, ele está sempre a viajar para bem longe de Brasília.

 

Sobre caráter

O ex-vice José Alencar tinha filha fora do casamento e, mesmo sob pressão da Justiça, não a reconheceu. Já FHC reconheceu um filho mesmo não sendo o pai biológico. Isso diz muito sobre esses políticos.

 

Na conta do contribuinte

Mais de 36 mil aderiram ao abaixo-assinado no site Change.org para impedir que Câmara, Senado e Itamaraty continuem a torrar, juntos, R$ 57,8 mil por mês com aluguel de salas VIP no aeroporto de Brasília.

 

MP cantou a pedra

Dias após o Ministério Público do DF determinar a volta ao Complexo Penitenciário da Papuda de 534 agentes de custódia, desviados para a Polícia Civil, dez presos fugiram com facilidade espantosa.

 

E a ética, doutor?

Ricardo Ern, de Itajaí (SC), deve escapar ileso da grave acusação de pisotear a ética, ao advogar no mesmo processo por quem o contratou e por quem deveria processar. Para recomendar a absolvição, Roberto Pegorini, relator do caso na OAB-SC, alegou que “não houve dolo”.

 

Pensando bem...

...no ritmo atual, o governo Dilma atingirá rapidamente cem por cento de aproveitamento em aparições, nas diversas fases da Lava Jato.

 

PODER SEM PUDOR

Bonito só nos outros

Renan Calheiros (PMDB-AL) sempre ouvia o pai, Olavo Calheiros, ainda que não o quisesse. Certa vez, durante sua primeira campanha eleitoral, quando disputava mandato de deputado estadual, Renan encontrou o velho Olavo aguardando sua chegada. Ele havia ouvido, no rádio, declarações oposicionismo exacerbado do filho, e o aconselhou:

- Dente de ouro, roupa branca e oposição só fica bonito nos outros...
A frase de seu Olavo talvez explique o governismo exacerbado do hoje senador Renan Calheiros.