Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 22/03/2016
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Há um evidente desejo de mudança

Moreira Franco, ex-ministro ligado a Michel Temer e torcedor do impeachment

 

Weber deve negar ‘habeas’ a Lula contra Gilmar

A ministra Rosa Weber, relatora do caso, deve negar o habeas corpus solicitado pelo ex-presidente Lula para tentar anular decisão do ministro Gilmar Mendes, suspendendo sua nomeação na Casa Civil do governo Dilma. Em caso semelhante, de fevereiro deste ano, Weber e mais cinco ministros, a maioria do Supremo Tribunal Federal, consideraram que não cabe habeas corpus contra decisão monocrática de ministro.

 

Eles concordam

Votaram como Rosa Weber, no caso semelhante, os ministros Luís Barroso, Teori Zavascki, Luís Fux, Cármen Lúcia e Edson Fachin.

 

Decisões no STF

A decisão de fevereiro se baseou na Súmula 606 do STF: não cabe habeas corpus contra ato de ministro, relator, turma ou plenário.

 

Pacificado

O STF reafirmou a Súmula 606 no julgamento do habeas corpus 105959, impetrado contra ato do ministro aposentado Cezar Peluso.

 

Mulher-coragem

Chamada de “mulher corajosa” por Lula, em conversa gravada, Rosa Weber não atendeu à tentativa dele de melar a investigação do tríplex.

 

Dilma oferece mais cargos para segurar PMDB

A presidente Dilma combinou com o quase-ministro Lula a estratégia do Planalto para tentar segurar o PMDB na base aliada do governo, e evitar o impeachment. A fórmula é antiga: mais cargos na Esplanada. A missão será tocada pessoalmente por Lula, mesmo que não esteja na Casa Civil. O ex-presidente marcou reunião com Michel Temer no dia em que foi nomeado, mas o presidente do PMDB acabaria cancelando.

 

‘Agora vai’

Lula tenta convencer Temer de que o PMDB terá poder no governo Dilma. Mas, gato escaldado, Michel Temer já não acredita nisso.

 

Vazamento seletivo

A proposta chegou ao PMDB no Senado, onde Lula acredita ter apoio, para que senadores pressionem por manter a aliança PT-PMDB.

 

Fui!

Michel Temer transferiu a conversa com Lula para esta semana, mas já arrumou viagem para Lisboa. Não se tocou mais no assunto.

 

Peso derrubou o avião

Experientes pilotos afirmam que o excesso de peso pode ter derrubado o monomotor do empresário Roger Agnelli. Sete pessoas, quatro homens e três mulheres, a caminho de um casamento, e suas malas, tornaram o peso insuportável para o aviãozinho de fibra carbono.

 

Não há perigo

Arapongas da Agência de Inteligência Brasileira de Inteligência ridicularizam a história de “grampo” do juiz Sérgio Moro ordenado por Dilma: sucateada, a Abin não conseguiria isso, nem se quisesse.

 

Segundo round

Muito nervoso, até por estar enrolado na Lava Jato, Lindbergh Farias (PT-RJ) escapou de uns tapas do senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), a quem chamou de “babaca” e “cretino”. Ataídes desafiou, sexta (18): “Vamos lá pra fora pra ver se você é homem!” Lindbergh não apareceu.

 

Sinal de alerta

A oposição anda encafifada com informações sobre o “alívio” do Palácio do Planalto com a escolha do deputado Rogério Rosso (PSD-DF) para a presidência da Comissão do Impeachment.

 

Que vergonha

O Itamaraty identificou quem enviou mensagem às representações do Brasil no exterior, em nome da Secretaria de Estado, o texto de uma Abong, entidade de ONGs pró-Dilma. Petista manjado no Itamaraty, o diplomata Milton Rondó Filho não será punido. Apenas “admoestado”.

 

Lorota tem pernas curtas

Petistas dizem que Gilmar Mendes não poderia ter suspendido a posse de Lula porque atua no caso Marilda Paula Silveira, professora do IDP, faculdade de Direito onde ele é sócio fundador. Também ensinam no IDP figuras como o advogado da presidente Dilma, Pierpaolo Bottini.

 

Igualdade de gênero

Liderado pela ministra Luciana Lóssio, o Tribunal Superior Eleitoral realizou dias 17 e 18 o VII Encontro Ibero-Americano de Magistradas Eleitorais, para promover a igualdade de gênero na Justiça Eleitoral.

 

Tiro de misericórdia

Dilma recebe hoje um grupo de “juristas do PT” contra o impeachment, para fazer contraponto, que vexame, à decisão do conselho federal da OAB de apoiar o afastamento da presidente. A última vez que fizeram isso, os “juristas” pioraram o quadro político, insultando o Congresso.

 

Pensando bem...

...o “racha na OAB” (26 votos a favor do impeachment, dois contra), que só o PT vê, é tão equilibrado quanto o “País dividido” em relação à destituição da presidente Dilma.

PODER SEM PUDOR

Exemplo histórico

Deposto por Getúlio Vargas, nos anos 1930, sob a promessa de “mudanças radicais”, o presidente Washington Luís acabaria no exílio dos Estados Unidos. De lá, reagiu assim ao ser informado que advogado Coriolano de Góes, Chefe de Polícia do governo deposto, fora reconduzido ao cargo:

– Este Getúlio está perdido. Caçando com meus cães, vai acabar como eu: num mato sem cachorro.