Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 08/06/2016
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Quem surgiu com essa ideia foi Miguel Rossetto”

Nestor Cerveró, diretor da Petrobras nos governos do PT, delatando ministro de Dilma

 

Governo ainda paga a empreiteiras da Lava Jato

As empreiteiras da Lava Jato, investigadas por roubar a Petrobras, continuam faturando na União. Desde janeiro e até esta segunda-feira (6), embolsaram R$662,6 milhões, de acordo com dados do Siafi, Sistema Integrado de Administração Financeira, aos quais esta coluna teve acesso. Só este ano a Odebrecht, campeã no assalto aos cofres públicos e cujo ex-presidente está preso, recebeu R$ 377,5 milhões.

 

Assim é mole

A empreiteira Queiroz Galvão S/A, cujos executivos foram condenados por corrupção, levou do Tesouro Nacional R$133 milhões, só este ano.

 

Tudo como antes

A Mendes Júnior, outra empreiteira cujo ex-presidente foi preso e até condenado na Lava Jato, já faturou R$ 101 milhões somente em 2016.

 

Dinheiroduto

Também receberam pagamentos a Galvão Engenharia (R$21 milhões), a Engevix (R$15 milhões) e a Camargo Corrêa (R$3 milhões).

 

Em recuperação

A OAS, outra cujo presidente executivo foi preso e fez acordo de delação, levou do governo R$890 mil até o dia 6 de junho neste ano.

 

Caixa flerta com a falência, após governos do PT

O governo Michel Temer encontrou o caixa da Caixa dramaticamente afetado pelo aparelhamento do PT. Agora, só uma injeção de R$ 25 bilhões, no prazo de 12 a 18 meses, salvará a Caixa da falência, dizem especialistas. Além de negócios suspeitos, corrupção e uso das suas reservas nas criminosas pedaladas, a Caixa padece de inchaço, com dirigentes dos quais se exigia, no “currículo”, ser petista de carteirinha.

 

Boquinhas mil

A Caixa tem presidente, 12 vices e 19 diretores e boquinhas mil: antes era um superintendente para cada Estado, hoje são 70 em todo o País.

 

Saques ‘fraudulentos’

Mais R$29,8 milhões sumiram dos cofres da Caixa, nos primeiros três meses de 2016. A explicação oficial: “saques fraudulentos”. Ah, bom.

 

O que faziam na Caixa

Por ordem de Lula, a Caixa bancou o estádio e deu patrocínio de R$40 milhões ao Corinthians para repatriar Pato, jogador que virou um mico.

 

Deputado Janot

Admiradores de Rodrigo Janot dão como certo seu ingresso na política. A ideia seria se aposentar, após sair da PGR, e em 2018 candidatar-se a deputado federal. Mas a meta seria o governo de Minas, em 2022. Amigos próximos de Janot se recusam a acreditar nessa possibilidade.

 

Japonês na porta

Lula anda meio borocoxô porque acha inevitável seu encontro com o Japonês da Federal. Uma das razões é a confirmação do empreiteiro Léo Pinheiro (OAS) de que o apartamento do Guarujá é mesmo dele.

 

Viciados nas tetas

Serviços de inteligência descobriram que o PT, CUT e MST planejam invadir o aeroporto do Recife, na visita do presidente Michel Temer, dia 14, para protestar contra “cortes em programas sociais”. É que secou o dinheiroduto que bancava os “mortadelas”, nas manifestações petistas.

 

Bancada ‘flex’

Senadores em cima do muro, em relação ao impeachment, tem sido chamados nas rodas políticas do Congresso de “senadores flex”. Eles seriam, por assim dizer, “flexíveis”.

 

País rico é assim

Já são 127 os ex-auxiliares de Dilma agarrados às boquinhas da “quarentena”, concedidas gentilmente pela Comissão de Ética Pública nomeada por Dilma. Ficam sem trabalhar e ganhando os ricos salários.

 

A gente é quem paga

Os 513 deputados federais gastaram, de janeiro a maio, R$9,27 milhões com passagens aéreas. Toda a dinheirama foi ressarcida pela verba denominada “Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar”.

 

O suplente

O inferno astral de Renan Calheiros fez Brasília perguntar quem é seu primeiro suplente. Trata-se de Fábio Farias, político muito querido em Alagoas e chefe do Gabinete Civil do governo de Renan Filho.

 

Conte aí, ministro

O líder do Psol, Ivan Valente, quer convocar o ministro Torquato Jardim (Transparência) para explicar por que acha partidos “centrais de negócios” que agem “em nome da corrupção e safadeza”.

 

Pergunta na Federal

O procurador-geral Rodrigo Janot vai pedir cadeia também para Dilma, que até nomeou ministro no STJ para livrar ladrões da Lava Jato, segundo denúncia da própria PGR?

PODER SEM PUDOR

A baioneta e a Ave Maria

Nos idos de 1950, o então tenente (depois coronel) José Wadih Cury fazia a ronda noturna na Escola de Paraquedistas, na Vila Militar, Rio. Eram 2h da manhã e ele notou o comportamento estranho de um soldado. Resolveu então se aproximar e viu que ele dormia um sono profundo, apoiando o queixo no fuzil. De repente, o sonolento acordou, mas não passou recibo. Sem abrir o olho, apenas balbuciou:

- ...Ave Maria, cheia de graça...

Ao concluir a oração, o soldado esperto abriu o olho e bateu continência:

- Por aqui tudo calmo, tenente.