Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 10/06/2016
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Criminosos mais modernos, sofisticados, usam offshores e trusts”

Deltan Dallagnol, da força-tarefa da Lava Jato, e as suspeitas contra Eduardo Cunha

 

Ex-ministro de Dilma ganha boquinha na Saúde

O ex-ministro da Saúde José Agenor Álvares deu um jeito de se agarrar em uma boquinha no governo de Michel Temer. Álvares foi secretário-executivo antes de ser efetivado ministro e, agora, ganha uma sala exclusiva para dar expediente na Universidade Aberta do SUS. Funcionários reclamam que a UNA-SUS virou biombo para dilmistas que perderam seus cargos, como o ex-assessor Paulo Coury.

 

Golpes de sorte

Álvares foi secretário-executivo do ex-ministro Marcelo Castro e recebia R$35 mil por mês. Com a queda do abestado, ele assumiu o posto.

 

Sala improvisada

O atual local de trabalho de Álvares se destinava à produção de material didático, mas tudo foi desfeito para acomodar o ex-ministro.

 

The Flash

A passagem de José Agenor Álvares no comando do ministério foi tão vapt-vupt (15 dias) que ele nem figura na galeria de ex-ministros.

 

Ilustre colega

Na UNA-SUS, onde o ex-ministro José Agenor Álvares foi encostado, também dá expediente o ex-governador do DF Agnelo Queiroz (PT).

 

Cunha troca presidência da Câmara por mandato

Afastado pelo Supremo Tribunal Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) tenta negociar a salvação do seu mandato de deputado, no Conselho de Ética da Câmara, onde é julgado por quebra de decoro, em troca da renúncia à Presidência da Câmara. Interlocutores de Cunha pediram ao Planalto para ajudar nesse plano, que inclui em sua “punição” a suspensão do mandato por apenas 90 dias, em vez de cassação.

 

Graus...

Existem graus de punição pela quebra de decoro: as mais leves são a “censura verbal ou escrita” e a suspensão de prerrogativas regimentais.

 

...de punição

As punições mais graves para a quebra de decoro são a suspensão do mandato, já sugerida por aliados de Cunha, e a cassação.

 

Pode ajudar

Michel Temer anda tão incomodado quanto qualquer deputado com Waldir Maranhão (PP-MA), aliado de Dilma, na presidência da Câmara.

 

Boa notícia em Alagoas

Michel Temer quer anunciar em Alagoas, dia 14, um alívio para produtores rurais sufocados por dívidas, abrindo caminho para renegociá-las. Assessores da área econômica alegam que não há margem orçamentária, mas ele ordenou que achem uma solução.

 

#LiberaTeori

Completa 1 mês nesta sexta (10) o pedido da força-tarefa da Lava Jato para Teori Zavascki mandar para Sérgio Moro os inquéritos contra Lula. Ele não tem foro privilegiado, mas continua “sob proteção” do STF.

 

Sr. Meio Termo

O jeito Michel Temer de encontrar soluções negociadas ficou claro na questão do funcionalismo. Seu objetivo de encontrar um meio termo foi alcançado: o aumento foi garantido, mas não pode superar a inflação.

 

Temer recusou de novo

Dois dias após prometer que só “técnicos altamente qualificados” para dirigir estatais, Michel Temer nomeou Guilherme Campos Jr para a presidir os Correios. Sua “qualificação”: é dirigente do PSD de Kassab.

 

Emprego: procura-se

Diplomata, o ministro Marcelo Calero (Cultura) enfrenta um problema bizarro: ele não consegue encontrar um embaixador que aceite ser seu subordinado, como assessor internacional do ministério, por se tratar de um secretário, portanto, principiante da carreira.

 

Pé no traseiro

Michel Temer exonerou o secretario-executivo da Comissão de Ética Pública da Presidência, Hamilton Cruz. Ele é suspeito de distribuir “quarentena remunerada” a ex-integrantes do governo Dilma.

 

Decolagem autorizada

Aliados de Michel Temer acreditam que haverá recuperação na avaliação do governo após as medidas econômicas. “Ele pegou um avião que caía embicado”, alega Carlos Marun (PMDB-MS).

 

Lição de Justiça

O ministro João Otávio Noronha, do Superior Tribunal de Justiça, recém-eleito Corregedor Nacional de Justiça, fará aula aberta e gratuita Instituto de Direito Público de São Paulo. Será na segunda (13) às 19h.

 

Mudança

Após o STF mandar Jaques Wagner para a vara do juiz Sérgio Moro, já tem baiano sugerindo que o ex-ministro se mude logo para Curitiba.

PODER SEM PUDOR

Mortes matadas

Em 1995, Zenaldo Coutinho, presidente da Assembleia Legislativa do Pará, depois deputado federal tucano, tomou um susto quando lia requerimentos dos colegas. Deparou-se com uma solicitação do deputado Matildo Dias: “Requeiro ao governador reforço da Segurança Pública no Município de Rondon do Pará. Só no último fim de semana houve cinco homicídios, sendo três com vítimas fatais”.