Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 01/06/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“O PMDB vive um excepcional momento de unidade”
Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, negando “tensão” com o Planalto

Calote gaúcho ameaça as concessões federais  
Decisões populistas e demagógicas do governo Tarso Genro (PT), no Rio Grande do Sul, têm irritado a presidenta Dilma Rousseff, sobretudo porque criam uma insegurança que ameaçam programas federais. É o caso do encerramento das concessões no Estado, enquanto o governo federal tenta fazer decolar as concessões de rodovias, portos e aeroportos, necessárias ao desenvolvimento da infraestrutura do País.

Truculência
Após 15 anos de concessão de rodovias, o governo gaúcho pretende encerrar os contratos antecipadamente, e sem pagar o que deve. 

Saindo da reta
O governo gaúcho manda as concessionárias cobrar o calote na Justiça, e no caso de ganharem cobrar a dívida com precatórios.

‘Beiço’ socializado
A “solução” de Tarso Genro transfere para toda sociedade uma dívida às concessionárias que deveria ser cobrada dos usuários das rodovias.

Novos tempos
Adeus passeatas “de esquerda”: só o PSTU protestou na internet contra a visita do vice dos EUA, Joe Biden, “porco imperialista”. 

BC desiste de sua autonomia e independência
Ficou desapontado quem achava que Alexandre Tombini finalmente assumiria a função de presidente de um Banco Central independente e autônomo, sancionando alta de meio ponto no juro básico na reunião do Copom: já nesta sexta, em entrevista, ele fez uma declaração que entristeceu até seus admiradores. Disse que “o mais importante” na decisão de elevar o juro é que “há apoio integral da presidente Dilma.” 

Nem pensar
Ben Bernanke seria ridicularizado nos EUA se tomasse decisões no Fed esperando agradar Barack Obama, o inquilino da Casa Branca.

Joaquim II
Ao quebrar a tradição do BC de só se manifestar pelas atas do Copom, Alexandre Tombini virou um Joaquim Barbosa da política monetária.

Ciao, bella
Dilma vai dar novo bolo no governo italiano, que a anunciou na Festa Nacional deste domingo. Até o vice dos EUA, Joe Biden, está na lista. 

Inclua-me fora
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), não foi ontem ao almoço para o vice-presidente americano Joe Biden, no Itamaraty. Sentaria ao lado da ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil), com quem manteve diálogo áspero, ao telefone, sobre a MP da Conta de Luz. 

Recado a Gleisi
Declaração de Renan Calheiros, quarta (30), pôde ser entendida após o vazamento do bate-boca com Gleisi Hoffmann, que atravessou as negociações para a MP da Conta de Luz: “Pessoas que estão próximas à presidenta precisam ter dimensão do funcionamento das instituições”. 

Aposentadoria
O delegado Romeu Tuma Jr requereu e obteve sua aposentadoria na Polícia Civil de São Paulo. O ex-secretário nacional de Justiça no governo Lula, ele é filho do falecido senador Romeu Tuma.

Veneno da madrugada
Presidente mais ou menos eleito da Venezuela, Nicolás Maduro denunciou na TV oficial um “complô” americano para envenená-lo. Como falta tudo por lá, o veneno também seria importado. De Miami. 

Chega de vexame
Caiu a ficha do governo, e a Fifa deu mesmo a palavra final, proibindo de vez a caxirola de Carlinhos Brown, que está à venda num site em construção. O prejuízo do músico baiano ainda está sendo calculado.

Recuperação
Após conseguir aprovar o Proinvest, o governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), foi orientado pelos médicos a tirar quinze dias de licença para dedicar mais atenção ao tratamento contra câncer no estômago. 

Terra à vista
A Frente Parlamentar da Agropecuária no Congresso convoca paralisação nacional na sexta (14), contra a atuação da Funai nas demarcações de terras indígenas com “arrendamento ilegal”. 

Balanço
ANPTrilhos, a associação dos transportadores de passageiros sobre trilhos, apresenta terça (4) o balanço do setor e do andamento de obras para mobilidade sobre trilhos nas cidades-sede da Copa do Mundo.

Pensando bem...
...Dilma, que apadrinhou o lançamento da geringonça de Carlinhos Brown, deve estar de caxirola cheia. 

PODER SEM PUDOR
Solução esperta

Governador de São Paulo, Adhemar de Barros certa vez lotou o avião do governo com sua comitiva e jornalistas para ir um evento em Ourinhos. Na hora de retornar, enquanto se despedia, vários políticos penetraram no avião, deixando de fora quatro jornalistas e um assessor. Adhemar encontrou a solução num piscar de olhos: 
- Desçamos todos! Primeiro sobem os jornalistas, depois a comitiva.
Com os lugares ocupados, voltou-se para os políticos penetras e lamentou:
- Que pena, lotou. Passem bem, até a próxima.
E foi embora.
___
        Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros 
www.claudiohumberto.com.br