Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 14/08/2016
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Jamais diria [isso]”

Ministro Ricardo Barros (Saúde) se desculpa após dizer que “homens trabalham mais”

 

Brasil não tolera intervenção em assuntos internos

Além de inútil, a tentativa do PT e de Dilma de fazer a comissão interamericana de direitos humanos da OEA uma “instância de recurso” contra o impeachment, ofende um dos valores mais caros à diplomacia brasileira, que jamais tolerou intervenção de organismos internacionais em nossos assuntos internos. Dilma não deu a mínima, exceto uma “banana”, quando a OEA exigiu a suspensão da obra da hidrelétrica de Belo Monte. E ainda retirou de lá o embaixador por três anos.

 

Sem embaixador

O embaixador Ruy Casaes é quem foi chamado de volta, em protesto contra a intromissão da OEA. Ele se aposentou sem retomar o posto.

 

Bedelho, não

Dilma ficou tão irritada que em 2014 pagou só 1 dólar dos US$ 8,1 milhões da contribuição obrigatória do Brasil para manutenção da OEA.

 

É só enganação

Nem a OEA e nem muito menos sua comissão têm a prerrogativa de suspender o impeachment, como afirmam petistas loroteiros.

 

Omissão criminosa

Omissa quanto às graves violações de direitos humanos na Venezuela, por exemplo, há muito a tal comissão da OEA perdeu autoridade moral.

 

BR vai para as mãos de quem já controla o setor

As gigantes que já comandam a distribuição de combustíveis no Brasil deram um passo essencial ao se apropriar, tempos atrás, do Sindicom, o sindicato do setor. Agora se preparam para assumir, formalmente, a estatal BR Distribuidora, colocada à venda. Intriga o mercado o próximo passo dessas corporações (Air BP, ALE, Castrol, Chevron, Cosas, Ipiranga, BR, Petronas, Raizen, Shel, Total, YPF) que controlam o abastecimento de 80% do combustível de todo o País.

 

Jogo bruto

Única empresa privada do ramo, a Refinaria de Manguinhos sofre nas mãos do Sindicom, que prega abertamente sua extinção.

 

Fábrica de dossiês

Atribui-se ao Sindicom a autoria dos dossiês contra Manguinhos que seriam baseados em informações fiscais sigilosas e distorcidas.

 

Sem sutilezas

Com interpretações peculiares e distorcidas os relatórios sugerem, sem sutileza, que Manguinhos seja banida do mercado.

 

Arco da velha

O suposto dossiê de Eduardo Cunha para “assustar” o governo relataria negócios da influente família do ex-deputado Paulo Lima (PMDB-SP), de Presidente Prudente, com o governo de Anthony Garotinho, no Rio, supostamente intermediado por Michel Temer.

 

Rose silenciada

A revista IstoÉ deste fim de semana conta que Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, revelou à Lava Jato que Lula pediu que ele para fazer a empreiteira contratar a empresa do marido de Rose Noronha, sua amiga íntima e ex-chefe de gabinete, com o objetivo de silenciá-la.

 

R$13,4 bilhões na bolsa

Com o iminente impeachment de Dilma e resultados econômicos mais animadores, o governo já gastou R$13,4 bilhões com o Bolsa Família, somente este ano. A Bahia é o estado mais beneficiado: R$1,78 bilhão.

 

Vivendo perigosamente

Com sua defesa, Dilma nem precisa de acusação. Na sexta (12), se os advogados chegassem três minutos depois perderiam o prazo para apresentar defesa, mandando-a para o brejo antes do julgamento.

 

Pizzaria do Michel

Não há compromissos na agenda do presidente Michel Temer, mas ele faz o que mais gosta e que Dilma mais odiava: conversar com políticos. E chamar amigos para a pizza de domingo à noite no Palácio Jaburu.

 

Tempo para pensar

Um dos segredos mais bem guardados do governo Lula é o caso do sentinela do Exército, na residência da Granja do Torto, que surtou e passou a disparar a esmo. Ele foi mantido 10 meses na solitária, longe de tudo, de todos e principalmente da Lei. Para “servir de exemplo”.

 

Não tem como

Executivos de empresas como Latam se dizem “ligeiramente otimistas” com a economia. Cobrando mais pelo trecho Brasília-São Paulo do que a Air France cobra de Brasília para Paris, o pessimismo é só do cliente.

 

Transgênicos importados

Os Estados Unidos festejaram a decisão do Ministério da Agricultura do Brasil de permitir a importação de produtos geneticamente modificados, os transgênicos. Eles preveem que o milho “pode acabar até 2017”.

 

Pergunta no Dia dos Pais

Será no triplex ou no sítio o churrasco de Dia dos Pais de Lulinha, Marcos, Luis Cláudio e Lurian?

PODER SEM PUDOR

Deu, tá dado

O então deputado Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) tem uma explicação bem humorada sobre a tal “traição” ao governo, na eleição para a presidência da Câmara que elegeu Severino Cavalcanti (PP-PE):

- Os deputados governistas deram a palavra. Por isso, na hora de votar, eles já não a tinham mais...