Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 17/08/2016
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Ela está completamente desconectada da realidade brasileira

Senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) sobre a carta de Dilma Rousseff, a presidente ré

 

Petistas atacam leis sancionadas por Dilma

Perdido como cão em dia de mudança, o PT destacou dois gaúchos para atacar leis sancionadas por Dilma, a presidente ré. Paulo Paim saiu em defesa de um “sem-terra”, preso em 31 de maio com base na Lei Antiterrorismo, criticando-a por “criminalizar movimentos sociais”. Paulo Pimenta se rebelou contra outra lei, de Dilma, incorporando a regra olímpica de impedir manifestações políticas durante os Jogos.

 

Dilma aprova

A lei antiterrorismo aprovada no Senado e na Câmara foi proposta pelo Poder Executivo, com Dilma na presidência. E sancionada em março.

 

Marco

A prisão do líder “sem-terra” José Valdir Misnerovicz, em Aparecida de Goiânia (GO), é considerada um marco contra a violência no campo.

 

Só factoide

O petista Paulo Pimenta pediu ao MPF “providências” contra a lei que restringe manifestações, também proposta e sancionada por Dilma.

 

Supremo confirmou

A restrição a manifestações foi confirmada pelo Supremo Tribunal em 2014, quando o PSDB reclamou de artigo idêntico na Lei da Copa.

 

Lula mentiu sobre convite à abertura dos Jogos

O ex-presidente Lula contou uma mentira, segunda (15), ao afirmar se sentir como o personagem do filme “Esqueceram de mim”, por não ter sido convidado à cerimônia de abertura dos Jogos Rio 2016. A piada é boa, mas mentirosa: ele não apenas foi convidado, e por escrito, pelo Comitê Organizador, como confirmou presença na cerimônia. Depois desistiu, alegando que só iria se Dilma, a presidente ré, também fosse.

 

Convite confirmado

Fonte do Comitê Organizador confirma o convite a Lula e sua resposta positiva, e também aos demais ex-presidentes. Todos declinaram.

 

Lorota para quem gosta

Lula contou a mentira durante discurso em ato da CUT, em Santo André (SP), só para dizer que não haveria olimpíada “se não fosse eu”.

 

Dilma e mais 16

No convite a Dilma, também por escrito, foram disponibilizados mais 16 lugares, para o caso de ela levar familiares, amigos e ex-auxiliares.

 

Somos melhores, eis a questão

O “complexo de vira-latas”, que o Brasil superou na Copa de 1958, voltou nas críticas à torcida nos Jogos 2016. Criticam exatamente o que nós brasileiros temos de melhor: somos calorosos, afetuosos, alegres, espontâneos, autênticos. Somos melhores, simples assim.

 

Aracilba presidente

O Palácio do Planalto bateu o martelo: a paraibana Aracilba Alves Rocha, muito conceituada no setor, vai assumir a presidência da Norte Energia, estatal sob a qual ficará a gestão da usina de Belo Monte.

 

Lula acima da lei

O clã Lula da Silva se acha acima da lei. Desta vez foi Marisa, mulher do ex-presidente, e seu filho Lulinha que tiveram a ousadia de ignorar intimação para depor na Polícia Federal sobre suspeitas de corrupção.

 

É pura provocação

Ninguém tem o direito de desobedecer intimação policial. Ignorando-a, a mulher e o filho de Lula estão fazendo uma provocação, desafiando a PF e a Justiça a cumprir a lei, levando-os para depor na marra.

 

Lixo como destino

Senadores começaram a receber publicação “A resistência ao golpe de 2016”, de um tal Instituto da Classe Trabalhadora, com 425 páginas. Quase todos os exemplares foram parar na lata de lixo do Senado.

 

Sempre petista

Tem gente achando que Cândido Vaccarezza está a serviço do PT, deixando o partido para apoiar Celso Russomano (PSD) à prefeitura paulistana. Afinal, apoio de investigado não é sonho de consumo.

 

Fora da foto

O ex-ministro José Eduardo Cardozo, que defendia a retirada da expressão “golpe” na pífia carta de Dilma, não esteve na coletiva em que ela apresentou o documento.

 

Ouro no preconceito

Prata no salto com vara, o francês Renaud Lavillenie procurou culpados pela própria derrota para o brasileiro Thiago Braz, até insultou os brasileiros. Mas foi ele quem não conseguiu saltar o suficiente.

 

Pensando bem...

...final contra os franceses é ouro na certa.

PODER SEM PUDOR

Efeitos especiais

Certa vez, o deputado estadual Sebastião Almeida (PT) elogiava o governo federal pela entrega de ambulâncias em Guarulhos (SP), quando uma sirene disparou no plenário da Assembleia Legislativa paulista.

– Juro que não é efeito sonoro do meu discurso – avisou ao microfone, arrancando gargalhadas.

Era um falso alarme de incêndio.