Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 22/09/2016
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Pessoalmente, acho que não é bom”

Presidente Michel temer sobre a tentativa de golpe para anistiar políticos de caixa 2

 

Brincos de grife de luxo podem complicar Dilma

A força-tarefa da Lava Jato trabalha com uma informação que pode complicar Dilma. Há registro de que, quando presidente, ela teria ganhado de presente, de um ex-ministro, um par de brincos Tiffany’s, de Nova York, uma das grifes mais caras do mundo. Adquirido por US$ 75 mil, equivalem a mais de R$ 240 mil. O problema é que a legislação proíbe o servidor público de receber presente de qualquer tipo ou valor.

 

Prova recolhida

A informação sobre os brincos de Dilma foi obtida durante investigação contra o ex-ministro presenteador, cujo nome é mantido sob sigilo.

 

Alvo da Lava Jato

O ex-ministro presenteador, segundo fonte com acesso à força-tarefa, é um senador da República investigado na Lava Jato.

 

Brincos públicos

A lei determina que presidentes transfiram ao patrimônio público todos os presentes que recebam no exercício do cargo.

 

Nome aos bois

Foram ministros de Dilma Gleisi Hoffmann (PT-PR), Eduardo Braga (PMDB-AM), Edison Lobão (PMDB-MA), Fernando Bezerra (PSB-PE)...

 

Corrupção reduz chance de partidos de esquerda

A crise ética que arrasa o PT desenvolveu rejeição do eleitorado a “partidos de esquerda”, que também se envolveram em escândalos ou se solidarizaram a governos petistas rejeitados. Confirmadas as previsões das pesquisas, nenhum prefeito “de esquerda” será eleito nas regiões Sul e Sudeste. No Centro-Oeste, o candidato do Psol lidera em Cuiabá. O PT, somente em Rio Branco e Porto Velho. Ponto final.

 

Em extinção

Pesquisas em capitais do Nordeste, reduto de Lula, indicam chances boas de três candidatos a prefeito do PDT e um do PCdoB. Zero do PT.

 

Maior derrota

A maior derrota do PT deve ser em São Paulo, maior colégio eleitoral do País: pelas pesquisas, Fernando Haddad não chega ao 2º turno.

 

Hegemonia

As urnas devem confirmar a hegemonia do PSDB e do PMDB como os maiores partidos políticos do país. Os dois lideram em sete capitais.

 

Marca do pênalti

Se Geddel Vieira Lima (Governo) não for demitido ou não pedir para sair, fica parecendo que o presidente Michel Temer aprova a defesa que o ministro fez do indefensável; a anistia para políticos no caixa 2.

 

Biografia em curso

Ao criticar o fatiamento do impeachment por Ricardo Lewandowski, o ministro Gilmar Mendes disse que “cada um faz com sua biografia o que quiser”. Agora, o ex-presidente do STF continuará escrevendo sua biografia na 2ª Turma do STF, que julga os casos da Lava Jato.

 

Grande coisa

Sobre a atitude de meia dúzia de bolivarianos, que deixaram o plenário da ONU quando o presidente Michel Temer discursava, uma pergunta atormenta Brasília: o que será do Brasil sem essas grandes potências?!

 

Falta a bandeira

Dilma acabou uma curiosa tradição, que era até atração turística: o hasteamento da bandeira verde do presidente (com brasão da República ao centro), indicando sua presença. Ela não queria que se soubesse onde estava. Michel Temer deveria restabelecer a liturgia.

 

Vai dizer que sim

O jornalista Eduardo Oinegue dirá ao presidente Michel Temer, nesta quinta-feira (22), que, mediante algumas ponderações, decidiu aceitar o convite para ser o novo porta-voz do governo.

 

Cármen escala o time

A ministra Carmen Lúcia definiu seu time de comunicação. Mariângela Hamu vai tocar a área no Supremo Tribunal Federal e Luiz Cláudio Cunha, um dos mais admirados jornalistas do País, foi designado para a Secretaria de Comunicação do Conselho Nacional de Justiça.

 

Queixa corporativista

O deputado e policial civil Laerte Bessa (PR-DF) criticou norma da Polícia Federal que alterou as regras do embarque armado em aviões de carreira. Agora, só os federais têm essas prerrogativas.

 

Barraco cearense

Cadeirante e chefe de campanha do PSOL de Sobral (CE), Edmilson Moreira diz ter sido agredido por Lia Gomes, irmã de Ciro Gomes e de Ivo Gomes, o prefeito candidato, na Universidade do Vale do Acaraú.

 

Eu só queria entender

Quando Lula diz ser o mais honesto dos brasileiros, ele está nos chamando de Nação de desonestos?

PODER SEM PUDOR

Raposa plural

José Maria Alkimin encontrou um cabo eleitoral na Praça 7, em Belo Horizonte, e foi logo perguntando:

- Como vai? E a esposa? E as crianças?

- A mulher está ótima, deputado, mas por enquanto é só uma criança...

- E eu não sei que é um filho só? – disfarçou Alkimin, diante do interlocutor cético – É um menino que vale por muitos! Então, como vão “os meninos”?