Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 23/09/2016
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Uma medida extremamente legítima; necessária”

Ministro Celso de Mello (STF) sobre a regulamentação da prática do ‘lobby’ no Brasil

 

Doença da mulher de Mantega não inibiu falcatrua

Se a prisão Guido Mantega motivou queixas, em razão do estado de saúde da sua mulher, o ex-ministro da Fazenda não se preocupou com isso quando houve os crimes atribuídos a ele. O câncer da psicanalista Eliane Mantega foi diagnosticado dois anos antes de o marido pedir R$5 milhões a Eike Batista para pagar dívida de campanha do PT, por  meio de contrato superfaturado com a Petrobras. Dinheiro roubado.

 

Datas certas

O câncer da mulher de Mantega foi detectado em dezembro de 2011, e o acerto criminoso, revela Eike Batista, ocorreu em novembro de 2013.

 

Atitude ética

Se a Lava Jato quisesse induzir Guido Mantega à delação premiada, esta seria a hora adequada. Mas a revogação da prisão desmente isso.

 

Discrição

Ao contrário do que dizem os petistas, os policiais foram tão discretos, na prisão de Mantega. Até usaram veículo sem inscrições da PF.

 

Assim é

Senadores do PT, quase todos investigados, chamaram a prisão de Mantega de “desumanidade”. Mas silenciaram sobre a sua soltura.

 

Mantega se faz de vítima, mas ‘ficha’ é extensa

O ex-ministro Guido Mantega, preso ontem na Lava Jato, acabou motivando protestos de petistas, que acusaram a Justiça e o Ministério Público Federal de “desumanidade”. Mas graves acusações pesam contra ele. Em 2012, por exemplo, foi acusado de improbidade quando foi avisado e se omitiu de esquema de corrupção na Casa da Moeda.

Em maio, foi levado sob vara para depor na Operação Zelotes.

 

Mantega no Carf

Mantega era ministro quando o esquema de ladroagem no Carf, ligado à Fazenda, suprimiu mais de R$ 20 bilhões dos cofres públicos.

 

Sob investigação

O ex-ministro Guido Mantega é investigado por sua suposta ligação a empresa que comprou a extinção de multa milionária no Carf.

 

Velho conhecido

Marcelo Odebrecht, preso pela Lava Jato há mais de um ano, também citou Guido Mantega como um dos achacadores dos governos petistas.

 

Mídia boazinha

O PT reclama à toa da “imprensa golpista”: parte significativa da mídia preferiu difundir a versão de prisão “desumana” de acusado de roubar o País, em vez de explicitar as graves acusações que a motivaram.

 

Desumano é roubar o País

A Transparência Internacional estima que R$200 bilhões são roubados todos os anos dos cofres públicos no Brasil. Dinheiro que saciaria a fome de milhões, construiria escolas, hospitais e geraria empregos.

 

Estratégia de comunicação

Em 3h25 de conversa, o jornalista Eduardo Oinegue explicou a Michel Temer suas ideias para a área de comunicação do governo, incluindo a designação de porta-voz mulher, talvez diplomata. O presidente vai refletir sobre o assunto, mas ainda prefere Oinegue como porta-voz.

 

Ministro porta-voz

A tendência do presidente Michel Temer é adotar o plano de comunicação proposto pelo jornalista Eduardo Oinegue, incluindo uma secretaria diretamente subordinada a ele, e não a um ministério.

 

Contador de histórias

Ao ser recebido por Michel Temer em Nova York, o vice-presidente americano Joe Biden, do tipo simpaticão, revelou-se divertido contador de histórias sobre política. Arrancou várias gargalhadas de Temer.

 

Gentileza americana

O serviço secreto americano, que assume a proteção de autoridades visitantes, designou pessoas que falam português para cuidar do presidente Michel Temer. Incluindo motorista e o chefe da segurança.

 

Pontualidade brasileira

O Brasil pode se orgulhar de bater os ingleses no jogo deles: 94,8% de pontualidade de voos na Olimpíada e 95,3% na Paralimpíada. A pontualidade nos jogos de Londres foi de 90% e 89%, respectivamente.

 

Sucesso ou fracasso

Pesquisa da AmCham, a câmara de comércio Brasil-EUA, indica que para 64% dos empresários o êxito do programa de concessões de Michel Temer depende da recuperação da credibilidade. Para 13%, pesa a agilidade nos financiamentos e licenciamentos ambientais.

 

Pergunta na esquina

Como Guido Mantega e sua turma conseguiram somar R$10 milhões em suas contas bancárias, agora bloqueados pelo juiz Sérgio Moro?

PODER SEM PUDOR

Obrigado pelo voto

O deputado João Almeida (PSDB-BA) estava num vôo Brasília-Salvador, anos atrás, e se impacientou com uma passageira que atacava os políticos.

- A senhora votou em quem para governador?

- No filho de ACM.

- Mas ele morreu! O governador é Paulo Souto.

- Ah, foi nesse mesmo que votei – admitiu a mulher.

- E para deputado federal?

- Foi num homem que meu cunhado pediu.

- João Almeida? – arriscou ele, brincando.

- Esse mesmo. Eu nem lembrava mais...