Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 11/06/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“É sempre um assunto muito delicado”
Fernando Haddad (PT), prefeito de São Paulo, sobre o aumento da tarifa de ônibus

MP mantém nas gavetas 70,8% dos inquéritos
O Ministério Público briga para realizar investigações criminais, mas nem consegue cumprir sua obrigação legal de denunciar à Justiça os inquéritos policiais que recebe. O MP mantém em suas gavetas 70,8% dos 4.880.501 inquéritos policiais recebidos, ou sejam, cerca de 3 milhões e 455 mil do total. Os dados são da página “Retratos do MP”, do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), na internet.

Muito devagar... 
Até 2012, o MP denunciou apenas 16,6% (813 mil) e arquivou 12,5% (611 mil) dos 4,8 milhões de inquéritos recebidos para examinar.

...quase parando
O levantamento do CNMP revela também que o Ministério Público demora de 5 a 7 anos para oferecer denúncia em uma ação penal.

Ação midiática
O ex-ministro Márcio Thomaz Bastos costuma dizer que o MP só se interessa em denunciar assuntos que “apareçam no Jornal Nacional”.

Inimigo íntimo
O  “casamento” de Lula e Dilma inclui a cláusula “até que a eleição nos separe”: quando ela vai bem, ele reaparece. Quando vai mal, se cala. 

Com Dilma, 73% dos investimentos estão parados
Apesar de vender a imagem de governo “técnico”, a presidenta Dilma tem feito uma gestão que pouco sai do lugar. Segundo levantamento do Tribunal de Contas da União, 73% dos investimentos anunciados em 2012 mofam no limbo dos restos a pagar. Os principais gargalos são nas áreas de organização agrária, urbanismo e administração, onde nem sequer 10% das despesas inscritas foram liquidadas.

Sobra pro povo
A saúde, segurança e saneamento também sofrem com a má gestão petista. Em 2012, só cerca de 27% da verba destinada foi executada.

Fragilidades
Segundo relatório do TCU, as áreas de transporte e gestão ambiental não ficam para trás: tiveram apenas 33% dos investimentos liquidados.

Propaganda enganosa
Além de ter sofrido redução no orçamento, a educação não viu a execução nem de metade dos investimentos anunciados pelo governo.  

Parceria
Bill Gates aproveitou a ida do vice Michel Temer a Londres e propôs parceria com a Embrapa para ajudar pequenos produtores na África. O empresário doou US$ 100 milhões em encontro de combate à fome. 

Gringolândia
Entre dicas de viagem econômica, o caderno de Turismo do jornal The Guardian ironizou a segurança do Rio nas favelas sem UPP: “melhor evitar, exceto com guia local ou com amigos no Comando Vermelho”. 

É pra ontem
O presidente do STF e do Conselho Nacional de Justiça, Joaquim Barbosa, intimou 28 tribunais a cumprir norma, que proíbe fichas sujas de ocupar função ou cargo de confiança – como já o fazem 62 TJs.

Bem longe
Bendita agenda: o prefeito Fernando Haddad (PT-SP) curtiu a ressaca do quebra-quebra dos ônibus em Paris, onde deu entrevista ontem ao jornal Le Monde on-line, sobre os projetos para a Expo 2020 na cidade. 

No prego
O Ministério Público Federal de Goiás deu dez dias à Caixa para explicar a antecipação do pagamento do Bolsa-Família. O procurador Ailton Benedito defende júri popular para acusados de corrupção. 

Ora, pois pois
Com Dilma chegando a Lisboa para futuros investimentos com nossa grana do BNDES, Francisco Leite, secretário de Negócios Estrangeiros e Cooperação, soltou que “Angola é o melhor amigo de Portugal”. 

Pau que dá em Paulo
Desafeto do ex-delegado Protógenes Queiroz, o diretor-executivo da Paulo de Tarso será adido em Portugal da PF, que investiga há meses suposto depósito de €25 milhões de Rose Noronha em banco local. 

Fraquinho
O 148º aniversário da Batalha do Riachuelo será celebrada hoje pela Marinha em Brasília, a 1.300km do mar, com farta distribuição de medalhas e modesta presença de autoridades: apenas três ministros.

Pensando bem...
...até a peneira para tapar o sol já subiu 15%. 

PODER SEM PUDOR
Menino de futuro

No golpe de 1964, Miguel Arraes foi retirado do governo pernambucano e seu vice Paulo Guerra assumiu. Um dia ele recebeu o filho de um amigo, o deputado Metódio Godoy. O rapaz queria emprego. Guerra descartou:
- A única vaga que ainda não foi ocupada é a de vice-governador...
O rapaz não se fez de rogado:
- Se o senhor não tiver ninguém em vista, eu aceito.
- Meu filho, você tem futuro – respondeu Guerra, com espanto.
De fato. Anos depois o garoto Ribeiro Godoy seria eleito deputado.
___
        Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros 
www.claudiohumberto.com.br