Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 13/06/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“A renúncia à violência é pressuposto ao diálogo”
Fernando Haddad (PT), prefeito de São Paulo, sobre os atos de vandalismo na cidade

Em crise, PMDB põe à prova reeleição de Henrique 
Em pé de guerra com o PT, a bancada do PMDB pressiona Henrique Alves (RN) a “tomar providências”, sob a ameaça de perder o comando da Câmara. Em reunião no Planalto, quando Henrique assumiu interinamente a Presidência da República, peemedebistas reclamaram que a bancada só diminui com avanço do PT nos estados, o que pode inviabilizar sua reeleição a presidente da Casa em 2014. 

Vacas magras
O PMDB teme perder 20 deputados em 2014, devido à dificuldade de liberar emendas e a interlocução direta do Planalto com prefeituras.

Orelha ardeu
Henrique Alves garantiu haver conversado com a presidenta Dilma, que teria se comprometido em melhorar o relacionamento com a bancada. 

Bombeiro
Preocupado clima de rebelião no PMDB, Henrique prometeu reuniões com lideranças estaduais assim que Michel Temer voltar de viagem.  

Praça de guerra
A “gurizada baderneira” do “Passe Livre” vai protestar hoje às 17h no Teatro Municipal de São Paulo. Os metroviários da CUT apoiam. 

‘Videoconstrangimento’ é ameaça na embaixada
Com o inédito sistema de videoconferência de R$ 30 mil instalado pelo Itamaraty no consulado-geral em Sidney (Austrália), três diplomatas começam nos próximos dias a acareação do embaixador Américo Fontenelle e seu adjunto César Cidade com os funcionários que os denunciaram em fevereiro por assédio moral e sexual. As vítimas temem “constrangimento” e intimidação que favoreçam os acusados.

Tudo de novo?
Os funcionários lembram as intervenções jocosas de Fontenelle na apuração de assédio moral contra ele no Canadá, que deu em pizza.

Defesa
Os milicos reclamam, mas Defesa Nacional foi a única área do governo Dilma que executou mais da metade das recursos previstos: 52%.

Assédio
O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PT), sofre forte assédio do PMDB do governador Sérgio Cabral e do PT do senador Lindbergh Farias.  

Pegou mal, ó pá
Os portugueses conheceram Dilma e seu jeito estúpido de ser. Em Lisboa, ela recebeu primeiro o líder da oposição, deputado socialista Antonio Seguro, e só depois o governo, que a convidou a visitar o país.

Tartaruga manca
Fernando Cavendish, ex-Delta, leva fé: o Ministério Público Federal no Rio abriu ação contra a DM Construtora de Obras Ltda por suposto superfaturamento de R$80 milhões em obras portuárias em... 1998.

Pressa
Com a pressa imposta pelo capricho do governador Tarso Genro (PT), a empresa EGR, criada para cobrar pedágio em rodovias gaúchas, não tinha bobinas para imprimir tickets. Socorreu-se das concessionárias privadas, usando seu tickets com logomarcas e 0800 já desativados.

Bate, coração
Foi curta a agenda de Dilma, no Dia dos Namorados: às 10h, recebeu a ministra Gleisi Hoffman (Casa Civil); às 11h, anunciou o novo programa “decorativo” do “Minha Casa, Minha Vida”, e foi para casa. 

Tempos de chumbo
Dilma ficou triste com a demissão de Vera Durão, 65, do jornal Valor. Lembra, reconhecida, que, jovens, militavam na Var-Palmares, quando Vera a ajudou no disfarce: pintou-lhe os cabelos e a fez se maquiar pela primeira vez, para escapar da caçada da polícia política em Minas.

Sob pressão
Prefeitos pressionam deputados a aprovar PEC 37, ratificando que investigação criminal é atribuição da polícia. Eles reclamam que o Ministério Público tenta até substituí-los na gestão, impondo ou vetando iniciativas das prefeituras, sob ameaça de promover investigações.

Queda livre
Líder do PSB, o deputado Beto Albuquerque (RS) minimiza os números raquíticos do presidenciável Eduardo Campos nas pesquisas eleitorais: “O importante é que tem gente caindo”, diz, alfinetando Dilma. 

Vergonhoso
Líder do PSDB, Carlos Sampaio (SP) vai pedir liminar no Supremo para anular concursos do Ministério do Planejamento por falta de isonomia. Como revelou esta coluna, o concurso para gestores públicos favorece petistas nomeados para cargos comissionados no início da era Lula. 

Pensando bem...
...se OGX não deu certo, está na hora de Eike Batista criar a Vixe.

PODER SEM PUDOR
A lua é dos astronautas

Na ditadura, quando se especulava sobre o sucessor do general Emílio Médici, o jornalista Mauro Santayana encontrou o deputado Zezinho Bonifácio, ardente defensor do regime, e reproduziu uma frase célebre:
- No regime presidencialista, é indispensável que a escolha do primeiro mandatário respeite as forças políticas da Nação.
- Quem disse essa asneira? – reagiu Zezinho.
- Seu pai, José Bonifácio, quando se rebelou contra Washington Luís.
Zezinho não perdeu o rebolado:
- Isso foi no tempo em que a Lua era de S. Jorge. Hoje é dos astronautas..
___
        Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros 
www.claudiohumberto.com.br