Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 31/07/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Refere-se a outra era do Itamaraty” 
Chanceler Antônio Patriota, dando a razão a Joaquim Barbosa, vítima de preconceito em concurso no órgão

Após falhas, PF pode perder segurança da Copa
A Polícia Federal pode ser excluída da segurança da Copa do Mundo de 2014 após erros sequenciais na visita do Papa Francisco ao Brasil. O Planalto identificou falhas na interlocução com outros poderes e na coordenação, além de dificuldades no trato pessoal. Na despedida do pontífice na Base Aérea do Galeão, um agente da PF chegou a dar voz de prisão a suboficial das Forças Armadas, anfitriã da despedida.   

Injeção de grana
Policiais federais e militares, ligados ao GSI, travam cabo de guerra para comandar a segurança de grandes eventos, como a Copa.

Culpa da PF
Secretário de Transportes do Rio, Carlos Osório disse que a Prefeitura sequer foi informada pela PF do trajeto do Papa, que pegou via errada. 

Sem noção
O Planalto reclama da falta de comando e até da postura de agentes, que sorriam para fotos ao lado do Papa e atrapalhavam o cerimonial. 

Palanque cheio
O governador Geraldo Alckmin (SP) não admite publicamente, mas torce para que Serra saia do PSDB e dispute a Presidência em 2014.

 ‘Maldição da Delta’ enterra R$174,8 mi no Rio
Tem tudo para virar um ‘esqueleto’ a lâmina do anexo 4 do Tribunal de Justiça do Rio: após ter sido suspensa pela presidente do órgão, Leila Mariano, uma ação popular pede o embargo da obra, iniciada pela antiga construtora Delta, sucedida pela Lopes Marinho, ao custo de R$174,8 milhões. Em ação na 8ª Vara Federal, o juiz questiona a licença da prefeitura e o relatório final do Tribunal de Contas da União.

Águas passadas
O Conselho Nacional de Justiça apura o rolo com a ex-empresa de Fernando Cavendish, suspeita de ligação com Carlinhos Cachoeira.

Coisa de doido
Passam de 15 mil os trotes de desocupados para atendimento de urgência no SAMU-DF nos últimos três meses, redução comemorada.

Alguém se arrisca?
O deputado Francisco Escórcio (PMDB-MA) se saiu com essa para explicar porque está na comissão do Mais Médicos: “Eu trato da alma”.

Perderam o pudor
Até a malandragem perdeu o pudor: a Marinha cortou um dia semanal de trabalho para “economizar”. Escolheu a sexta, claro, e não a quarta-feira. Ninguém fala em cortar gratificações, a casa paga do bolso do contribuinte mordomias, taifeiros usados como empregados domésticos

Pão ou pizza? 
Em recesso parlamentar, o Senado reservou R$ 3,6 mil para compra de uma “masseira”, eletrodoméstico que serve para fazer massas de pães, com capacidade de 15 kg, conforme o Contas Abertas. Os eleitores esperam que o acessório não seja usado para pizzas. 

Agenda positiva
Catadores de lixo participam hoje, no Palácio Planalto, do lançamento do programa Cataforte, que prevê investimentos de cerca de R$200 milhões para estruturar cooperativas e associações de reciclagem. 

Sem volta
O líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), já avisou ao governo que é “irreversível” a decisão do partido de apresentar emenda constitucional que reduz de 39 para 25 o número de ministérios no governo Dilma.

Força-tarefa
Vice-presidente da Câmara, André Vargas (PT-PR) faz blitz amanhã no Senado para criar novos Tribunais Regionais Federais, aprovados no Congresso e barrados no Supremo pelo presidente Joaquim Barbosa. 
           
Sob nova direção
Os funcionários em Sidney (Austrália) respiram aliviados com chegada do novo cônsul-geral Carlos Henrique de Abreu e Silva, substituto do embaixador Américo Fontenelle,investigado por assédio moral e sexual
 
Águas rolando
Dias antes do estouro de adutora da Cedae na Zona Oeste, matando uma menina e ferindo 15 pessoas ontem, o responsável pelas obras, Jorge Briad, entregou plano de privatização em duas regiões do Rio.

Bento Cabral
“Convertido” por marqueteiros, o governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ) “ressuscitou” no Twitter, prometendo hospedar em hotéis, reconstruir casas e indenizar as famílias atingidas pelo rompimento da tubulação. 

Pensando bem...
...são o sírio e o libanês os médicos estrangeiros preferidos dos políticos. 

PODER SEM PUDOR
Política cruzada

Ex-ministro do Tribunal de Contas da União, o mineiro Olavo Drummond é um político “do bem”. Certa vez, prefeito de Araxá, ele dizia a vereadores que a política ensinava maneiras de ser gentil mesmo fazendo declarações graves. O vereador João Bosco Borges não conseguia entender essa arte de usar, na política, palavras diferentes, mais suaves. Olavo deu a dica:
- Faça palavras cruzadas. Só vence em política quem usa os sinônimos.

__

        Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros 
www.claudiohumberto.com.br