Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 29/08/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“O governo brasileiro não aprova essa atitude”
Ministro Gilberto Carvalho sobre o diplomata que salvou a vida do senador boliviano

Conselho persegue relator da MP ‘Mais Médicos’
A ousadia de aceitar a relatoria da medida provisória 621, que institui o programa “Mais Médicos”, do Ministério da Saúde, rendeu ao deputado Rogério Carvalho (PT-SE) uma perseguição inesperada: o Conselho Regional de Medicina paulista (Cremesp), onde trabalha como Médico Fiscal, “interrompeu” sua licença sem vencimentos, que solicitara para exercer o mandato, e por telegrama o intimou a reassumir em 30 dias. 

Intimidação
Rogério Carvalho, que teve a solidariedade da presidenta Dilma, tachou a medida do Cremesp de “arbitrária e vergonhosa”.

Pretexto
O Cremesp informou que a suspensão da licença do deputado, prevista na Constituição, tem caráter “administrativo”. Ah, bom.

Rejeição menor
Em encontro ontem com líderes do PT, PSB, PCdoB e PDT, Dilma disse haver diminuído a rejeição ao programa “Mais Médicos”.

Asas da liberdade
De 2006 a 2011, foram 21 os médicos de Cuba que trabalhavam no Brasil e pediram asilo aos EUA, segundo seu Serviço de Imigração. 

Armínio Fraga já assessora Bernardinho, no Rio
Economistas de peso no tucanato como Helena Landau, ex-diretora do BNDES, e Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, já atuam na assessoria do treinador de vôlei carioca Barnardinho, provável novidade do PSDB na disputa pelo governo do Rio de Janeiro, em 2014. Fraga e Landau prestam assessoria voluntária. Ele ainda não bateu o martelo, mas o PSDB avalia que sua candidatura nasce forte.

O homem certo
Aécio Neves é um entusiasta. Acha Bernardinho “a própria tradução de seriedade, fibra, determinação e honestidade. E é um grande carioca”.

A hora certa
Bernardinho pode ser beneficiado pela vontade de renovação radical da classe política, atestada nas manifestações e pesquisas qualitativas.

Bem feito
Antonio Patriota é vítima do próprio veneno: terá de viver em Nova York ganhando menos, após elogiar a redução salarial dos embaixadores.

Novela
Com medo de protestos, o Itamaraty ouviu em local secreto em Brasília o depoimento do embaixador Américo Fontenelle, acusado de assédio moral e sexual no consulado-geral do Brasil em Sidney, Austrália. 

Aconchego patriótico
O clã Patriota está quase completo na ONU em Nova York: além do irmão Guilherme, seu número 2, e da cunhada conselheira Erika, o ex-chanceler Antônio Patriota terá a companhia da mulher, Tania Cooper, que já trabalha na ONU. Falta o filho, aspone no governo Dilma. 

A arte da palavra
Os petistas acusam “preconceito” nas manifestações contra os médicos de Cuba. Contra a blogueira dissidente Yoani Sánchez, que quase apanhou no Brasil, talvez tenha sido preconceito contra a democracia. 

Pequenez
A atitude foi à (pequena) altura do ex-chanceler Antonio Patriota, que só depois de confirmado na Missão do Brasil na ONU, assumiu ontem a vergonhosa barafunda diplomática que envolveu o Brasil na Bolívia. 

Sob intervenção
Diplomatas consideram uma intervenção brutal no Itamaraty a inclusão “forasteira” da Controladoria Geral da União na comissão para investigar a atitude do diplomata Eduardo Sabóia. Por isso os primeiros dois diplomatas não aceitaram integrar esse tribunal de inquisição.

Donadon de amanhã
Petistas ligados aos mensaleiros José Genoino e João Paulo Cunha pediram votos contra a cassação do deputado Natan Donadon, deputado ladrão transitado em julgado. Alegam ser “injustiça”.   

Esvaziado
Realizada às pressas, a cerimônia de posse ontem do chanceler Luiz Alberto Figueiredo – que substituiu o submisso Antônio Patriota – foi esvaziada de políticos e de representantes de missões diplomáticas. 

Máscara caiu
Ex-assessor da Casa Civil acusado de estupro de menores, Eduardo André Gaievski recebeu no Facebook: “Talvez tu nem lembre de mim, mas era vc que eu encontrava nos debates de “Direitos e deveres das crianças e dos adolescentes”... “É assim que defende as criancinhas?”.  

Pergunta no escuro
Tinha engenheiro cubano testando o forno de micro-ondas quando a luz apagou ontem no Nordeste?


PODER SEM PUDOR
Água que passarinho bebe

Damião Feliciano (PB) era candidato a deputado federal, em 1998, quando visitou o município de Curimataú. O chefe político local, ofereceu-lhe um copo de sua “fonte de água mineral”, de que muito orgulhava. Médico, Damião desconfiou que a água estava contaminada e acabaria doente, mas não a recusou. Fez mais: pediu outro copo para o pobre assessor, Jota Sales, que, sob o sol de 40 graus, aceitou a “generosa” oferta do chefe. Mas ninguém adoeceu, Damião foi eleito e o coitado do assessor manteve o emprego.