Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 15/09/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Eu prefiro que os senhores vejam lá”
Ministro Celso de Mello (STF) cujo voto vai definir a sorte dos principais mensaleiros

PF deve investigar ameaças a ministros do STF
A Polícia Federal será acionada para investigar a origem de e-mails ameaçadores ao ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, e até mesmo a seus familiares, às vésperas das sessões sobre admissão de embargos infringentes, na tentativa de forçá-lo a mudar sua posição contrária a interesses de mensaleiros. Outros ministros podem ter sido alvo de ameaças, segundo fontes da Procuradoria Geral da República. 

Não é a 1ª vez
Os votos desassombrados do ministro Luiz Fux, no caso do mensalão, fizeram dele alvo de ira e de tentativas – inúteis – de intimidação. 

Procedimento
É procedimento padrão a Polícia Federal ser notificada a investigar, em casos de ameaças ou tentativas de chantagem contra os magistrados.

É pau, é pedra
Mascarados petistas do “black-bloc” anunciam na internet badernaço em Brasília e outras capitais, caso José Dirceu leve a pior no STF. 

Rua ‘aparelhada’
“Black-bloc” se escondem em máscaras para não serem identificados mesmo: são conhecidos militantes do PT tentando “aparelhar” as ruas.

Presidente da CNC premia aliado com recursos
O presidente da Confederação Nacional do Comércio, Antônio de Oliveira Santos, abriu os cofres, abastecidos por contribuições previdenciárias, para premiar a lealdade de Josias Silva Albuquerque, presidente da Fecomércio-PE. Ele já havia recebido de presente um prédio de 14 andares em Recife (PE), para a federação. E também R$ 35 milhões supostamente para construir unidade Sesc em Goiana (PE).

Jogo bruto
Josias Albuquerque assumiu em 1997, após Antônio de Oliveira Santos intervir na Fecomércio-PE para neutralizar um adversário político. 

Operador
O presidente da Fecomércio-PE é o operador que garante ausência de oposição nos 33 anos de Antônio Santos na CNC, no Sesc e no Senac.

No limite
Os partidos correm contra o tempo para acertas filiações até outubro, prazo exigido pela Justiça Eleitoral para disputar eleições em 2014. 

Casal 320
Acumulando contratos de R$ 320 milhões anuais para propaganda oficial, a agência paranaense Heads mostra que o casal de ministros Paulo Bernardo (Comunicações) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil), seus admiradores, continua com o prestígio em alta, no governo Dilma.

Em campanha
Pré-candidato a presidente da República pelo PSDB, o senador Aécio Neves (MG) realiza no sábado (21) o Encontro Regional do Nordeste, em Maceió, e no dia 28 o Encontro regional do Sul, em Curitiba. 

Desleixo
Alguém na cúpula da Infraero detesta o Espírito Santo: há oito anos o Tribunal de Contas da União cobra, sem êxito, um problema com pé e cabeça para a reforma do acanhado aeroporto de Vitória. 

Dissidência
O vice-governador do Ceará, Domingos Filho, comunicou à executiva do PMDB que poderá sair do partido. Queixa-se do domínio do senador Eunício Oliveira, pré-candidato a disputar o governo em 2014. 

Está inflando
O senador Delcídio Amaral (PT-MS) advertiu o ministro Gilberto Carvalho (secretaria-geral) que o governo está demorando demais para resolver o conflito entre índios e produtores rurais: “A bolha vai estourar”, alerta.  

Sob investigação
Criada para investigar morte de tratorista na fazenda Vale do Triunfo, ligada ao banqueiro Daniel Dantas, comissão externa da Câmara acertou com a FAB viagem à região nesta terça (17). Há suspeitas de que teriam aparecido mais três corpos dentro da propriedade.  

Trombadinha
A Justiça Federal de São Paulo condenou a três anos em semiaberto um fiscal do Trabalho que pediu jogo de sofá para o filho na empresa fiscalizada. Reincidente, só perderá o cargo após trânsito em julgado.

Deixa comigo
O ministro Luís Roberto Barroso (STF) reiterou à bancada ruralista da Câmara compromisso de colocar em votação o emblemático caso de Raposa Serra do Sol tão logo acabe o julgamento do mensalão. 

Pensando bem...
...tomara que a sexta-feira, 13, não caia na quarta, 18. 


 

PODER SEM PUDOR
Professor aloprado

Jânio Quadros lecionava Português e Geografia no Colégio Dante Alighieri, em São Paulo. Era tão exigente que os cadernos dos alunos precisavam estar sempre em dia e bem cuidados. Certa vez, um estudante apresentou um caderno rabiscado e rasurado. 
- Retire-se! – gritou o intolerante professor.
O aluno se dirigia encabulado à porta quando Jânio foi ainda mais ríspido:
- Pela janela! O senhor não é digno de cruzar essa porta!...