Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 25/10/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
CLÁUDIO HUMBERTO

“Espionagem entre amigos, isso não se faz”
Chanceler alemã Ângela Merkel, sobre a bisbilhotice americana em seu celular

Ameaça de morte gerou tensão no leilão de Libra 
Os ministros Edison Lobão (Minas e Energia), José Cardozo (Justiça) e o diretor da Agência Brasileira de Inteligência, viveram momentos de tensão absoluta no leilão do campo de Libra, na segunda (21), no Rio de Janeiro. A inteligência da Polícia Federal obteve informação de que a estratégia dos ‘black blocs’ para ganhar repercussão internacional era fazer uma vítima fatal – policial ou manifestante – durante os protestos. 

Terrorismo
O comitê-gestor ficou tão aflito com a ameaça de aparecer um cadáver, a qualquer momento, que o leilão se tornou secundário. 

QG contra crise
Além dos ministros e da Polícia Federal, quatro generais de quatro estrelas foram escalados para compor o comitê responsável pelo leilão.

Fim do suplício 
Após horas de sufoco, ministros comemoraram, aliviados, o resultado pífio do leilão, cujo vencedor foi o único a apresentar proposta.

Meu cargo, minha vida
Nas contas do PROS, pela regra atual, a bancada  — composta por 17 deputados em exercício – tem direito a 57 cargos de natureza especial.

Petroleiros mostraram como conduzir dissídio
A greve rendeu aos petroleiros o maior índice de reajuste de todas as categorias, e conquistas como mais um salário bruto para o funcionário e inúmeras vantagens, inclusive para inativos. Já a greve dos bancários, combinada para não passar de férias, deu em quase nada. É a diferença entre o sindicalismo eficiente e a pelegada decadente dos bancários, especialista em defender os próprios interesses.

Pode isso...
A ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil), utilizou do seu Twitter, ontem, para preparar terreno para a sua candidatura ao governo paranaense.

...TSE?
“No PR 100 cidades são contempladas pelo PAC para saneamento e pavimentação”, disparou Gleisi, sem medo de antecipar campanha.

Ainda com Aécio
Dono do Solidariedade, o deputado Paulo Pereira (SP) afirmou que sua legenda, por ora, permanece no projeto Aécio Neves para presidente.

Omissão
Ex-presidente da Bolívia, Jorge Quiroga reclama que presidenta Dilma ignorou sua carta, enviada em junho, pedindo ao Brasil para recorrer à OEA e ONU a fim de obter salvo-conduto para o opositor Roger Molina.

E agora?
Na contramão do discurso ambientalista radical da ex-senadora Marina Silva, recém-filiada ao PSB, um terço da bancada do partido na Câmara integra atualmente a Frente Parlamentar da Agropecuária.

Articulação
Apesar do desejo expresso de Lídice da Mata (PSB-BA) de disputar o governo, Geddel Vieira Lima (PMDB) costura para ser candidato de um chapão da oposição, que poderia ser palanque para Eduardo Campos.  

Tudo, menos isso
Após a negativa de Fernando Gabeira para disputar a Presidência em 2014, o PV agora tem apostado na candidatura do médico sanitarista Eduardo Jorge. Tudo para não precisar apoiar a ex-verde Marina Silva. 

Alto e avante
O governo Dilma ligou turbinas para atrair investidores internacionais que, inseguros com a economia brasileira após protestos que tomaram o país em junho, querem esperar o resultado das eleições em 2014.  

Sempre os cargos
Sob o comando do novo Pros, Eurípedes Jr defende que, em vez de aumentar máquina, o presidente da Câmara, Henrique Alves, redistribua aos partidos os cargos de natureza especial que já existem. 

Bateu recorde
Ligada à governadora potiguar Rosalba Ciarlini (DEM), a prefeita de Mossoró, Cláudia Azevedo, já acumula cinco cassações por abuso de poder, uso da máquina, compra de votos e captação ilícita de sufrágio.  

Marco Civil
O presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), disse ao relator do Marco Civil da Internet, Alessandro Molón (PT-RJ), que quer colocar a matéria em votação na próxima quarta. Só falta o governo arrematar.   

Pensando bem...
...na privatização do Campo de Libra, no Rio, a balança pesou mesmo para a presidenta Dilma, que disparou nas pesquisas.

PODER SEM PUDOR
Ops, foi engano

Deputado, José Serra visitava Washington, em 1991, e foi jantar na casa do embaixador Marcílio Marques Moreira. Uma empregada o atendeu, colocou-o na sala de espera, mas avisou: o embaixador estava fora e a embaixatriz jogava tênis. Ele estranhou, mas resolveu esperar. Fez alguns telefonemas por conta da casa e ficou um tempão apreciando livros sobre a América Latina. Só depois de muito tempo caiu a ficha: ele estava na casa errada, da embaixada da Bolívia, vizinha à do Brasil. Saiu de fininho, na ponta dos pés.