Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 12/11/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
CLÁUDIO HUMBERTO

“Não dá para comparar banana com laranja”

José Serra (PSDB) evitando comparações entre ele e o presidenciável Aécio Neves

 

‘Imobiliária Exército’ tem mais de 19 mil imóveis

A Marinha do Brasil pode ser uma mãe, mas o Exército briga para ser um pai no ramo imobiliário: são mais de 19 mil imóveis do Exército com a designação de “Próprio Nacional Residencial” (PNR), ou seja, com o propósito de serem distribuídos em todo o território nacional a seus integrantes, que pagam apenas uma taxa de ocupação de valor reduzido. Um sargento, por exemplo, paga no máximo 5% do soldo.

 

No interior

A 4ª região (Tocantins, Goiás, Brasília e parte de Minas) é responsável por mais de 25% das unidades residenciais do Exército: 4,8 mil.

 

Patrimônio

Além das casas, a “imobiliária Exército” ainda contabiliza seus próprios operacionais, além de escritórios, fazendas etc.

 

Prazo

Depois de reformados, os militares ganham prazo elástico de 180 dias para desocupar a unidade residencial onde residam.

 

Transferências

As Forças Armadas acham necessários tantos imóveis, por serem freqüentes as transferências dos militares para unidades militares.

 

PMDB pretende lançar Clésio Andrade em Minas

O presidente do PMDB, Valdir Raupp (RO), reafirmou em Caratinga que o partido deve lançar candidatos próprios e que o senador Clésio Andrade é hoje o principal nome para o governo de Minas, e não o empresário Josué Alencar, filho do falecido vice José de Alencar, um mineiro que sempre viveu em São Paulo, não conhece o eleitorado e teria dificuldades até de formular uma plataforma eleitoral para 2014.

 

Minas o quê?

Josué Alencar disse que vai a um encontro do PMDB, dia 23, em Montes Claros e Diamantina. Periga se perder no caminho.

 

Toma lá, dá cá

Para barrar projetos que impliquem em gastos, a ministra Ideli Salvatti prometeu liberar emendas para a base aliada, e até para a oposição. 

 

Poço de mágoas

O presidente do PPS, Roberto Freire, topa se aliar a Aécio ou Eduardo Campos, mas Marina Silva, que o preteriu, é taxativo: sem chance.

 

Árabes na área

O príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Mohamed bin Zayed disse ao vice Michel Temer que enviará comitiva de governo para tratar de negócios envolvendo portos, aeroportos, rodovias e ferrovias no Brasil, em 2014.

 

Eis a questão

Correndo o risco de extinção em 2014, o DEM não sabe ainda de lança Ronaldo Caiado (GO) ou apoia Aécio Neves (PSDB-MG) à Presidência. A cúpula teme que candidatura própria dificulte a eleição de deputados.

 

Tiro no pé

Osmar Terra (PMDB-RS) desceu a lenha, em audiência na Comissão de Saúde do Senado uruguaio, na decisão do país de legalizar a maconha: “Só aumenta o tráfico de outras drogas, inclusive ao Brasil”.

 

Os rigores da lei

Após meses tentando audiência, o governador Beto Richa (PSDB-PR) será, finalmente, recebido pela presidente Dilma para tratar do “excesso de rigor” na liberação de empréstimos para seu Estado.

 

Nome é secreto

O governador Jaques Wagner (PT-BA) e o ministro Fernando Pimentel participam em Camaçari, nesta quarta, do lançamento do primeiro carro criado no Brasil, com transmissão ao vivo para Ford de vários países.

 

Acordo tucano

A provável candidatura Pimenta da Veiga ao governo de Minas, em 2014, é vista na política mineira como compromisso do senador Aécio Neves com FHC, de cujo governo ele foi ministro das Comunicações. 

 

Planos políticos

Com o pé no PSB de Eduardo Campos, a ministra Eliana Calmon (STJ) disse, em conversa com o prefeito ACM Neto (DEM-BA), que a fascina a idéia de disputar a Câmara ou Senado, possivelmente por Brasília.

 

Palavra da Receita

A Receita Federal nega o sumiço de multas aplicadas, e informa que impugnações são apreciadas na Delegacia de Julgamento e depois pelo conselho de Recursos Fiscais. E que o ex-subsecretário de Fiscalização Caio Cândido deixou o cargo “por motivos pessoais”.

 

Luta de raças

Além da cota de 20%, Dilma criou o Disque Igualdade, para denúncias. Brancos ou que assim se dizem poderão reclamar ao bispo.

PODER SEM PUDOR

Um táxi na fila

Deputado estadual no Paraná, o ex-ministro Rafael Greca participava ativamente da organização da bênção anual de animais, na tradicional festa Ordem de São Francisco, no centro histórico de Curitiba. Certa vez, numa fila cheia de crianças com cães e gatos, alguém apareceu com um enorme elefante. Devia ser de algum circo. Pais, mães e crianças ficaram inquietos, alguns entraram em pânico. Greca resolveu intervir, aos gritos:

- Calma, calma, não se assustem! Na Índia, é táxi!...

_

Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros

www.diariodopoder.com.br