Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 26/11/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
CLÁUDIO HUMBERTO

 

“Não vai falar nada?”

José Dirceu, do presídio da Papuda, cobrando uma atitude solidária de Lula

 

Nº de cargos: Planalto dá de 10x0 na Casa Branca

O Palácio do Planalto emprega atualmente 4,6 mil funcionários, exatamente dez vezes mais que os 460 servidores da Casa Branca, sede do governo dos Estados Unidos, que administra o maior orçamento do mundo (US$ 11 trilhões). Se contar os funcionários da Vice-Presidência e das secretarias, todos na conta da Presidência da República, o número de servidores do Planalto sobe para 8.861.

 

Por nossa conta

Milhares de cargos foram criados no Planalto para serem distribuídos sem concurso a dirigentes e militantes do PT, e a seus apadrinhados.

 

Farra bizarra

É tanta gente sem ter o que fazer, nem mesa para ocupar, no Planalto, que eles se revezam em sofás e cadeiras destinados a visitantes.

 

Superlotação

Outro sinal de superlotação no Palácio do Planalto pode ser percebido nos restaurantes dos funcionários. As filas são impressionantes.

 

Governo mínimo

Nos EUA, o presidente mora e trabalha no mesmo local. Aqui, tem os palácios Planalto e Alvorada, além da Granja do Torto para feriados.

 

‘Ultrajados’, Emirados vão à forra contra Temer

Os Emirados Árabes ficaram enfurecidos com o governo do Brasil, que não se desculpou nem desautorizou o que chama de “ultraje” ao qual foi submetido seu ministro de Economia, Sultan Al Mansoori. Ele teve as malas revistadas pela Polícia Federal no aeroporto de Guarulhos (SP), em desrespeito a tratados de imunidade diplomática dos quais o Brasil é signatário. Irritados, deram o troco: submeteram à revista a comitiva do vice-presidente Michel Temer na visita oficial a Abu Dhabi.

 

E na Copa?

O chefe de protocolo dos Emirados Árabes questionou o embaixador brasileiro João de Mendonça Neto sobre como o Brasil sediará a Copa.

 

Nada feito

O chanceler Luiz Figueiredo passou batido: não acionou ministro da Justiça, nem pediu à superintendência da PF-SP para apurar o caso.

 

João-sem-braço

O diplomata João de Mendonça Neto é acusado pelos Emirados Árabes de ignorar as queixas e até a nota de protesto contra o Brasil.

 

Lula na Papuda

Com a “cumpanherada” em cana, após o afano geral do mensalão, a assessoria do ex-presidente, aboletada no Instituto Lula, está à beira de um ataque de nervos. Quem liga querendo saber se Lula visitará os amigos na Papuda, ouve palavrões e tem o telefone desligado na cara.

 

‘Não vai falar nada?’

Os lulistas andam nervosos também com a cobrança do detento José Dirceu, que assumiu resignadamente a pecha de “chefe da quadrilha”, e continua à espera da solidariedade e da visita de Lula à Papuda.

 

Debaixo da cama

O comandante do Exército, general Enzo Peri, age como quem se esconde debaixo da cama. Não diz se vai confiscar a Medalha do Pacificador, a mais importante do Exército, concedida a José Genoino. O decreto 4.207/02 manda cassar a medalha de corruptos condenados.

 

De olho

A bancada estadual de oposição vai entrar com pedido de informações ao TJ da Bahia sobre processo contra a mulher do governador Jaques Wagner, Maria de Mendonça, no Conselho Nacional de Justiça.

 

Casquinha

O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) aproveita prisão de mensaleiros para lançar nesta quarta (27) o livro a Máfia da Estrela 2 – o julgamento – sobre os bastidores da CPMI dos Correios e o processo no STF. 

 

A Copa vem aí

O vencedor do leilão terá que correr muito para evitar o vexame colossal de estrangeiros chegando no desolador terminal 2 do Galeão, com filas quilométricas para o único elevador do estacionamento. Parece aeroporto de Uganda.

 

Grama federal

Impressiona a quantidade de funcionários em relação ao mau estado do Jardim Botânico, no Rio, fundado por Dom João VI: desocupados, guardas advertem para não pisar a grama inexistente junto a córregos secos e caramanchões sem flores.

 

Momento lindo

O “rei” Roberto Carlos tentou se aliar ao movimento “Procure Saber” para censurar biografias não-autorizadas. Com um belo Lamborghini de R$ 1,5 milhão na garagem, não precisa se preocupar com dinheiro.

 

Pergunta no parlatório

Quando o ex-presidente Lula vai visitar na Papuda a “cumpanherada” que está em cana por falar, agir e embolsar grana em seu nome?

PODER SEM PUDOR

Beabá no ‘rebolation’

A ex-deputada Ângela Guadagnin (PT-SP), aquela que dançou “rebolation” pela impunidade do mensalão, certa vez interrompeu uma exposição do então ministro Antonio Palocci (Fazenda), em uma audiência pública, quando ele afirmou que as agências reguladoras devem prestar contas ao povo, através dos seus representantes.

- V. Exa. está se referindo ao executivo, não?

- Não, deputada; nesse caso – ensinou Palocci – os representantes do povo são deputados e senadores.

_

Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros