Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 01/12/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
CLÁUDIO HUMBERTO

“Estou achando meu amigo ministro um pouco nervoso”
Senador Aécio Neves (PSDB), sobre o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo

GSI: carros de luxo empacados por falta
de seguro

Disponibilizada pelo Gabinete de Segurança Institucional para fazer a segurança da presidenta Dilma e do vice Michel Temer, a minifrota de carros de luxo Ford Edge – custam cerca de R$ 150 mil cada – está empacada há meses na Presidência por falta de seguro. Substituto do general Amaro, o coronel Artur José Solon Neto utiliza os veículos para autoridades do GSI, enquanto a Presidência precisa alugar os seus.  

A conta é nossa
O aluguel de um carro de luxo do porte do Ford Edge não sai por menos de R$ 1,6 mil por dia.

É para a segurança
Apesar de ter adquirido carros Ford Edge, pela bagatela de R$ 150 mil cada, a presidenta ainda anda no mesmo carro, um sedã blindado.

Grana preta...
O Detran do DF arrecadou R$ 293,4 milhões até outubro deste ano, dos quais R$ 104 milhões vieram dos “pardais”, as máquinas de multar.

...e amarela
Apesar de ter aplicação prevista na educação de trânsito, gastou-se apenas R$ 312 mil, dos 104 milhões, com publicidade aos motoristas.

Após pesquisas, aliados cobram atitude de Aécio 
O baixo desempenho do presidenciável Aécio Neves (PSDB) nas pesquisas levou intranqüilidade ao tucanato e aliados, que cobram dele uma nova atitude, até mais agressiva, temendo que a disputa contra a presidenta Dilma nem sequer chegue ao segundo turno. Aécio não parece abalado: lembra que Dilma é beneficiada pela exposição na mídia, em razão do cargo, e que tudo isso está dentro das previsões.

Desafio
Aécio acha que o PSDB vencerá de novo na região Sul, como nas três últimas campanhas, e no Sudeste. Seu desafio, diz, é o Nordeste.

Burros n’água
O “desfio” oposicionista de crescer no Nordeste ficou mais distante, com o pífio desempenho de Eduardo Campos (PSB) nas pesquisas.

Nova agenda
O presidente do partido Solidariedade, Paulo Pereira (SP), que apoia Aécio, cobrou dele mais viagens pelo País e uma nova agenda.  

Nada disso
Indicado pelo PTB para um ministério de Dilma, Benito Gama (BA) tem dito categoricamente, para quem quiser ouvir, que sairá candidato a deputado federal em 2014. Seus adversários o chamam de Benito “Grana”, talvez porque seja vice-presidente do Banco do Brasil.

Obsoletas
O deputado Fábio Trad (PMDB-MS) se reunirá com o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), para propor a revisão conjunta do código penal e do código de processo penal, ambas de 1940. 

Reduto gaúcho
Fiel escudeiro do vice Michel Temer, Eliseu Padilha (RS) está sendo cotado na bancada do PMDB para assumir Ministério da Agricultura em lugar de Antônio Andrade (MG), que disputará as eleições em 2014. 

Lata de lixo 
Pedetistas designados para revisar contratos do Ministério do Trabalho com ONGs estão impressionados com os esqueletos que o dono do PDT, Carlos Lupi, deixou. Nem o partido imaginava que eram tantos. 

Tem quem queira
O PDT está confiante sobre manter Manoel Dias no Trabalho. O partido alega que a presidente Dilma não entregará de mão beijada seu tempo de TV ao adversário Aécio Neves (PSDB), ou Eduardo Campos (PSB). 

Eis a questão
No Planalto, a ministra Miriam Belchior é nome forte para assumir a chefia da Casa Civil em lugar de Gleisi Hoffmann, que disputará o governo do Paraná. O problema é quem assumiria o Planejamento.

Espelho meu
Cotado a vice do governador Beto Richa (PSDB), presidente do PMDB-PR, Osmar Serraglio, divulgou nota parabenizando a si próprio pela coragem ao relatar CPI do mensalão, que resultou na prisão de petistas  

Estão nem aí
O deputado Marco Feliciano (PSC-RJ) critica o abandono à Comissão de Direitos Humanos: “Mesmo após perceberem que teríamos quórum,  aliados da comunidade gay sequer apareceram para discutir projetos”.

Pensando bem...
O aumento (tão negado) de 4% na gasolina é o primeiro presente de Natal do governo Dilma.

PODER SEM PUDOR
Pinta de comuna

Miguel Arraes encontrou certa vez, no aeroporto de Brasília, Gustavo Krause (do antigo PFL), que derrotara na eleição para o governo de Pernambuco. Krause explicou que estava na Capital a serviço do partido:
- Sou um tarefeiro... Aliás, eu deveria ser comunista, tenho a maior pinta...
Arraes olhou o pefelista barbudo, concordou e falou do seu jeito quase inaudível:
- Você tem pinta e não é. E eu não sou, mas todo mundo acha que sou...