Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 05/12/2013
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Nunca vi casamento deixar de acontecer por isso (atraso da noiva)”
Ministro Aldo Rebelo (Esporte) fazendo paralelo com os atrasos em obras de estádios

Direção da Papuda manobra para ajudar Genoino
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidiu recomendar a permanência do mensaleiro José Genoino em prisão domiciliar, após reunião com dirigentes do Complexo Penitenciário da Papuda, todos nomeados pelo governo petista do DF. Alegaram não ter “condição” de garantir cuidados especiais, como alimentação restritiva. Detentos em idênticas condições não receberam tal “ajuda” dos zelosos dirigentes.

Melhor prevenir...
Apesar de médicos qualificados terem atestado que o mensaleiro está bem e pode ir para a cadeia, Rodrigo Janot preferiu não correr riscos. 

Quase um hotel
Dirigentes da Papuda se prepararam para receber a “companheirada” mensaleira do PT, reformando e melhorando celas. Só faltou frigobar.

Hóspedes
Os mensaleiros se sentem tão à vontade na Papuda que, à exceção das condenadas mineiras, todos querem cumprir pena em Brasília. 

Desobediência
Ousada, a direção da Papuda se nega a cumprir ordem judicial de não tratar mensaleiros com regalias, como permitir visitação diária.

‘Mosca azul’ já contaminou o zagueiro rebelde
O zagueiro Paulo André, líder rebelde que ameaça greve de jogadores, inclusive no seu time, Corinthians, recebeu sondagens e ficou de pensar em se filiar a algum partido. Mas terá de ficar para a eleição de 2016, porque o prazo de filiação para 2014 já venceu. Colegas do atleta dizem que ele está particularmente interessado no PSOL, para ajudar a candidatura do senador Randolfe à Presidência da República.

Futebol
e política

Paulo André pensa em se filiar a algum partido, entre outras razões, porque tomou gosto pelos holofotes que a política costuma gerar.

Declínio
Outra razão para o zagueiro rebelde entrar em política é sua queda de desempenho em campo. Dirigentes já o olham com desconfiança.

Barriga cheia
Atletas das sérias A e B reclamam porque jogam bola duas vezes por semana em troca de fortunas. Torcedor não é otário, daí as vaias.

Antiga suspeita
A revelação de que familiares de Sergio Naya são donos de 40% do hotel Saint Peter, reacendeu a antiga suspeita de que foi para inglês ver o leilão do prédio do falecido ex-deputado para pagar os prejuízos às vítimas do desabamento do edifício Palace II, no Rio, em 1998.

Vacinados
Com medo das canetadas da presidente Dilma, a bancada do PMDB decidiu em reunião, ontem, condicionar a aprovação do Orçamento de 2014 à sanção, sem vetos, da Lei de Diretrizes Orçamentárias. 

Presepada
ONGs, inclusive estrangeiras, organizaram os protestos de ontem em Brasília, e a tentativa de invasão do Planalto. A maioria é de pessoas fantasiadas de índio. Todos bancados com dinheiro público, claro.

Fui
A Semp Toshiba encerrou as atividades na Bahia e transferiu para o Polo de Manaus sua fábrica de computadores. Fechou 200 empregos em Águas Claras, perto de Salvador, para abri-los na Zona Franca.

Anarquia urbana
Espaços públicos de Brasília, sobretudo na Esplanada dos Ministérios, foram privatizados por empresas com estranha facilidade de obter licenças para instalar grandes estruturas desmontáveis, para eventos.

Espelho meu
O ministro Alexandre Padilha (Saúde) oficializou ontem o acordo com empresas aéreas, FAB, Infraero e Anac para transportar órgãos para transplantes, de graça. A notícia foi antecipada aqui em 28 de outubro.

Internacional
A fiscalização de parlamentares é sempre reconhecida. Várias denúncias do deputado distrital Chico Leite (PT) viraram destaques no exterior, como o caso Ailanto, sobre a mutreta de R$ 9 milhões, na organização do jogo Brasil x Portugal, em Brasília, e o cartel do metrô.

Moleza
Trabalhando 14 horas por dia, a presidenta Dilma não gostou de saber que o comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, vai para casa às 17h. Não gostou, mas não agiu. E ontem se repetiu a rotina manemolente. 

Pensando bem...
...se o juiz que não quer José Dirceu gerenciando o hotel St Peter, poderia colocá-lo na lavanderia, onde tem expertise.

PODER SEM PUDOR
Muque brizolista

O ex-ministro José Dirceu guarda boas recordações do falecido ex-governador Leonel Brizola, e outras nem tanto: ele jamais esquece o dia em que, num palanque, um Brizola muito empolgado quis falar ao seu ouvido e, para tanto, puxou-o pelo braço, quase o deslocando. O ex-ministro da Casa Civil passou uns seis meses sentindo dores:
- Ele era um homem forte...