Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 09/01/2014
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“O dia em que o negro entrou na Casa Grande e se encantou com os anéis, ele é tão reacionário quanto o dono do engenho”
Ex-líder dos sem terras José Rainha Júnior, que já foi preso por desvios, criticando Barbosa (STF)

Para poupar Sarney, Cardozo silencia sobre motim 
Pisando em ovos para não chatear o cacique José Sarney (PMDB), o tão corajoso ministro José Cardozo (Justiça) – que já chegou a admitir que prefere morrer a ficar preso no Brasil – silencia sobre a chacina de detentos no Maranhão. A omissão de Cardozo, que evita declarações mais fortes, não contradiz a política da pasta, que investiu em 17 anos apenas 53% dos R$ 4,3 bilhões disponíveis para melhoria das cadeias. 

De propósito
Segundo dados do próprio Ministério da Justiça, o Fundo Penitenciário Nacional é contingenciado para cumprir a meta de superávit primário. 

Afasta de mim...
Campeões no ranking dos piores presídios, os governos de Roseana Sarney (PMDB-MA) e Tarso Genro (PT-RS) querem saber é das urnas.

...este cale-se 
A sempre falante Maria do Rosário (Direitos Humanos) também se calou sobre a decapitação de presos. Só voltou de férias ontem.

O único 
O presidente do STF, Joaquim Barbosa, mandou, em 20 de dezembro, uma equipe de juízes para apurar mortes nos presídios do Maranhão.

Decisão de Jaques de
largar eleição
agradou Dilma

A presidente Dilma Rousseff elogiou a decisão do governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), de abrir mão de disputar cadeira ao Senado nas eleições deste ano. A petista aproveitou sua estadia na Base Naval de Aratu, onde passou o recesso de fim de ano, para jantar com o governador, que deverá integrar o núcleo duro de sua campanha à reeleição ao lado do ex-presidente Lula e do vice Michel Temer. 

Dois coelhos... 
Ao abdicar da eleição, Wagner ficou disponível para a campanha de Dilma e contemplou o PSD, que lançará o vice Otto Alencar ao Senado.

...numa cajadada
O governador conseguiu, por ora, conter a briga no PT e unir o senador Walter Pinheiro e o secretário Sérgio Gabrielli nos atos com Rui Costa. 
Tropa de choque
A Câmara Federal reconhece criminalidade no Rio: contratou empresa de locação de carros blindados nas visitas dos deputados ao Estado.

País de todos
O Brasil virou alvo de refugiados. Só em 2013, 649 estrangeiros conseguiram autorização para ficar no País. A maioria, 283, veio da Síria. Outros 106 vieram do Congo, 87 da Colômbia, e de 33 países.

Insatisfação geral
O deputado José Carlos Araújo (PSD-BA) garante que o descaso do Ministério das Cidades com parlamentares não atingiu apenas PT e PMDB, mas também o PSD e demais partidos da base aliada. 

Pendências
Em Brasília para costurar alianças políticas, o ex-governador José Roberto Arruda foi convidado pelo Ministério do Turismo a regularizar pendências nos repasses de recursos da antiga BrasíliaTur, do GDF. 

Passou da hora
O senador Lobão Filho (PMDB-MA) atribui a chacina no Complexo de Pedrinhas à “péssima atuação” do secretário de Segurança, Sebastião Uchôa: “Ele perdeu o controle das polícias militar, civil e dos delegados. Não sei porque a governadora Roseana ainda não o demitiu”, criticou.

Cabo de guerra
O PT achou desmedida a reação de Eduardo Campos, que chamou de “ataque covarde” publicação no Facebook do PT onde foi chamado de tolo. A direção petista já tinha esclarecido que a posição não era oficial. 

Antes tarde...
Advogado, o mensaleiro José Dirceu (PT) resolveu voltar aos estudos. Preso, dedica boa parte do tempo livre na Papuda relembrando Direito Constitucional. A Constituição virou a bíblia de cabeceira dele na cela. 

...do que nunca
Se tivesse total domínio das artimanhas constitucionais, José Dirceu saberia dos riscos de participar do esquema do mensalão. Já preso por corrupção, basta saber se não busca no guia brechas para o seu caso.

Carreira
Indicado pelo PMDB para vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, Roberto Derziê de Sant‘Anna deixou superintendência de Loterias em 2011 para ser diretor-executivo de Geddel Vieira Lima (BA) no banco. 

Faz jus ao nome
Pensando bem, o recordista em liberação de verbas extra-orçamentárias tinha que ser mesmo o ministro do Turismo: Gastão. 

PODER SEM PUDOR
Romancista intolerante

Um chefe político paraibano tinha audiência marcada com o então governador Ernani Satyro, que naqueles dias andava todo orgulhoso com o sucesso do seu romance "Mariana". O chefe de gabinete advertiu o visitante:
- Se o senhor quiser ser atendido, comece a conversa elogiando "Mariana".
Ao ser recebido, o desatento visitante tentou cumprir o script:
- Antes de mais nada, governador, gostaria de dizer-lhe que gostei muito do seu romance, "Sebastiana".
Foi expulso do gabinete aos gritos.