Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 26/01/2014
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“É uma prova eloquente de déficit civilizatório”

Ministro Joaquim Barbosa (STF) sobre o “rolezinho em Paris” citado por advogado

 

Até a CGU aponta irregularidades na Conab

Auditoria sigilosa da Controladoria-Geral da União (CGU), em geral muito boazinha com órgãos do governo federal, apontou dezenas de irregularidades no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que motivaram operação da Polícia Federal na qual foram presos ou conduzidos coercitivamente altos funcionários da Cia Nacional de Abastecimento (Conab). A CGU avaliou repasses de R$ 1,3 bilhão dos ministérios da Agricultara e do Desenvolvimento Social só em 2013.

 

Impunidade


Apesar das divergências nos dados da prestação de contas da Conab, a CGU lamenta: “Não foi observada a aplicação de penalidades”.

 

Mau exemplo

Em uma das compras da Conab em Pernambuco, em 2011, apenas 8% dos R$ 575 mil em alimentos foram entregues a associações.

 

Memória

Acusações de desvios na Conab resultaram na demissão de diretores como Sílvio Porto, apadrinhado político do ministro Gilberto Carvalho.

 

Abastecimento farto

Os gastos da Conab com o PAA, fonte dos escândalos, representam 68,33% do total de 2009 a 2012. A informação é da própria CGU.

 

Itamaraty ouvirá diplomata que libertou senador

O diplomata Eduardo Saboia, que ajudou o senador Roger Molina a fugir da Bolívia, deve prestar depoimento no Itamaraty nas próximas semanas. Após travar o processo por quase seis meses, o Palácio do Planalto autorizou seu andamento. Se ele for ouvido em fevereiro, a comissão terá dez dias para decidir se vai punir o diplomata que teve a coragem de salvar o senador perseguido pelo regime de Evo Morales.

 

Prejuízo

Saboia está sendo submetido a perdas expressivas (salarial, moral e profissional) ao ser jogado no calabouço dos serviços burocráticos.

 

Banzo

Em Brasília, Roger Molina aguarda ansioso pelas eleições na Bolívia, em outubro, para talvez viabilizar seu retorno à Bolívia.

 

Renovação

A autorização de permanência de Roger Molina no Brasil vence em 24 de fevereiro, mas poderá ser renovado.

 

Visão quadrada

O futuro ministro da Saúde, Arthur Chioro, enfrenta resistência na bancada do PT e sobretudo entre parlamentares ligados à saúde, que o acusam de ser “sectário” demais: “só favorece aos seus”. Clientes?

 

Patriota com Campos

Circula no Itamaraty que o ex-chanceler Antonio Patriota opera como conselheiro informal do presidenciável Eduardo Campos (PSB), em política externa. Trata-se de uma grave ameaça: em caso de vitória do pernambucano, ele poderia voltar a ser ministro. Mangalô, três vezes.

 

Só uns trocados

Nem mesmo o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), consegue liberar emendas: em 2013, ele só conseguiu R$ 4,6 milhões dos R$ 15 milhões que destinou para Alagoas, todo o ano de 2013.

 

Tapas e beijos

Presidente do DEM, José Agripino (RN) vai cobrar do presidenciável Aécio Neves (PSDB) “mais diálogo” em dois estados onde os partidos divergem seriamente: Otávio Leite (PSDB) x César Maia (DEM) no Rio e Marconi Perillo (PSDB) x Ronaldo Caiado (DEM) em Goiás.

 

Kassab sem saída

José Serra acredita que Kassab, que foi adversário político do PT durante seu mandato na prefeitura de São Paulo, ficará “liquidado eleitoralmente” se apoiar o petista Alexandre Padilha ao governo.

 

Não é a praia da PRF

Há pelo menos dois anos uma quadrilha assalta regularmente ônibus que deixam Brasília pela rodovia BR 040, diante de uma Polícia Rodoviária Federal abobalhada, que demonstra na prática não ser qualificada para posar de polícia judiciária, como tem feito Brasil afora.

 

Genial guia dos povos

Lula tinha razão: “nunca antes na história deste país”, o Brasil teve o maior déficit em conta corrente, a menor criação de empregos em uma década, e a confiança do consumidor mais baixa desde junho de 2009.

 

Mesma direção

Na disputa pela liderança do PDT, Marcos Rogério (RO) garante que tanto ele quanto concorrentes Vieira da Cunha (RS) e Félix Mendonça (BA) seguem perfil de independência em relação ao governo Dilma. 

 

Pensando bem...

...como diria Dilma, quando você olha um Fórum Econômico Mundial sempre vê um grande capitalista por trás.

PODER SEM PUDOR

Ilustres desconhecidos

O Correio Aéreo Nacional, que antecedeu os Correios, já era ruim de encomenda: em carta ao diretor-geral, o então presidente Jânio Quadros recomendou “maior interesse no serviço”.

É que cartas para ele e para Oscar Niemeyer, que projetou Brasília, foram devolvidas pelos agentes com o carimbo “endereço desconhecido”.

_

Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros

www.diariodopoder.com.br