Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 01/02/2014
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“Deixe passar a Copa e aí vamos reivindicar o que estão roubando”

‘Rei’ Pelé, que não quer estragar a festa com ‘bobagens’ como roubo e desvio de verbas

 

‘Comandante’ Dilma se diverte alterando rotas

Habituados aos desvios de rota determinados pela presidenta Dilma nas viagens ao exterior, o Itamaraty e a Força Aérea Brasileira (FAB) agora elaboram planos de voo detalhando apenas a ida, e deixando a volta ao Brasil em aberto, a cargo da chefa. Diplomatas são obrigados a ficar de plantão, aguardando decisão de madame, para providenciar de última hora a estrutura e autorizações de sobrevôo nos países.

 

Poderia ser pior

O pernoite de Dilma em Portugal, no hotel Ritz, embora previsto e o governo português ciente, só foi confirmado por ela dois dias antes.

 

Sai caro

Além do mal-estar diplomático, devido à comunicação sempre em cima da hora aos governos locais, os gastos da viagem multiplicam.

 

Diversão

O ex-presidente Lula também se divertia mudando os planos de voo, como Dilma, mas com regularidade bem menor que a sucessora.

 

Previsível

Já o ex-presidente FHC, segundo palacianos, decidia tudo com antecedência, e cumpria à risca os planos de voo de ida e volta.

 

Agnelo decide punir PMs amotinados no DF

Após reunião com o secretário de Segurança Pública e o comando da Polícia Militar do Distrito Federal, o governador do DF, Agnelo Queiroz, decidiu instaurar processos administrativos para eventualmente punir os policiais que fazem corpo mole, em “operação tartaruga”, para deixar a população à mercê dos bandidos. Pelo menos cinco policiais militares já foram identificados e serão punidos até com demissão.

 

 

Ano de eleição

O comando da Policia Militar do DF se convenceu de que os líderes da “operação tartaruga” estão em campanha para deputado, em outubro.

 

Faltou gente

O governo do DF e a Polícia Militar decidiram colocar na rua até os coronéis, “para garantir a segurança da população”.

 

Vítimas da leviandade

Nos 31 dias de janeiro, 75 pessoas foram assassinadas em Brasília, a capital da 7ª maior economia do mundo, 41% a mais que em 2013.

 

Demissão de Pirro

O ex-ministro Franklin Martins celebrou a demissão da ministra Helena Chagas (Comunicação), quinta à noite, no bar Expand, em Brasília. Deve ter sido uma luta: ele parece ter envelhecido uns vinte anos.

 

Ironia do destino

O novo ministro da Comunicação, Thomas Traumann, atuou na Veja, conquistando reputação de profissional competente e bem preparado. Ironia do destino: hoje, os petistas devotam ódio incurável pela revista.

 

Agenda positiva

O Solidariedade organiza um encontro mundial de partidos ligados a questão trabalhista no fim de março, na Itália, onde os líderes tentarão, de quebra, agendar uma visitinha ao Papa Francisco, no Vaticano. 

 

#vemprarua

O corpo mole proposital de PMs, que provocou a explosão de crimes no DF, despertou a população: tem protesto marcado, neste sábado, em frente à residência oficial do governador Agnelo Queiroz (PT).

 

Medo de perder

Diante da popularidade do governador Eduardo Campos (PSB), o deputado João Paulo (PT-PE) disse a amigos que avalia até abrir mão da candidatura ao Senado e disputar nova reeleição à Câmara.  

 

Nem pensar

O governador Sérgio Cabral (PMDB) nem cogita negociar palanque a Eduardo Campos (PSB), a quem não perdoa pelas críticas a Luiz Pezão e por ter “lutado contra o Rio”, na questão dos royalties.

 

Recesso prolongado

Apesar de o recesso parlamentar acabar na segunda (3), deputados se preparam para voltar aos trabalhos só na segunda quinzena, após o presidente Henrique Alves e os líderes definirem cargos nas comissões

 

Força evangélica

O Pastor Everardo se reunirá com lideranças do PSC em fevereiro para discutir candidatura à Presidência. Pesquisas internas apontam que, com 30 milhões de evangélicos no País, ele despontaria com 5 pontos.

 

Olho no 2º turno

Dilma mandou flores para Miguel, filho de Eduardo Campos, e Lula até verteu lágrimas sinceras pela Síndrome de Down do bebê.

PODER SEM PUDOR

Montaria democrática

Revoltado com o Estado Novo de Getúlio Vargas, instaurado em 1937, o jovem vereador Tancredo Neves decidiu protestar na Câmara de São João Del Rey: afinal, o ditador fecharia câmaras e assembléias legislativas. Mas, enquanto esperava a vez de discursar, um experiente colega ponderou:

- Vamos ver se nós apeia do mesmo lado de amontar...

Traduzindo: para não correr o risco de coice, era melhor descer do cavalo pelo mesmo lado que usou para montar. Tancredo desistiu da valentia. Dezesseis anos depois, seria nomeado ministro da Justiça de Getúlio.

_

Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros

www.diariodopoder.com.br