Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 15/02/2014
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

 

“Delúbio poderia emprestar sua expertise...”
Ministro Gilmar Mendes (STF), sugerindo vaquinha para restituir o roubo do mensalão

Pizzolato derrubou ‘segurança’ do voto eletrônico
A prisão do meliante Henrique Pizzolato revelou a fragilidade do sistema eleitoral brasileiro, que se proclama “um dos mais seguros do mundo”. O Tribunal Regional Eleitoral do Rio expediu em 2008 título eleitoral para um morto, sem averiguar se ele existia. Pior, deixou que a partir de então uma mesma pessoa votasse duas vezes, mostrando que também a urna eletrônica é vulnerável a eleitores fantasmas.

Obrigatório?
Se estivesse vivo, “Celso” Pizzolato teria ficado 30 anos sem Título de Eleitor, documento obrigatório a todo brasileiro, até “obtê-lo” em 2008.

Inutilidade
Faz tanto tempo que Celso Pizzolato faleceu que na época, o ano de 1978, nem sequer havia eleições diretas.

Sem qualificação
Mesários nas eleições, obrigados a trabalhar gratuitamente para a Justiça Eleitoral, não são qualificados para identificar falsificações. 

Coleção de penas
Além da condenação do mensalão, Henrique Pizzolato pode responder por crime eleitoral por fraudar o documento, segundo o TRE-RJ.

Mapa da mina do ‘e-mail jabuticaba’ está online
O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) insiste que é “seguro” o e-mail criado para blindar o governo de espionagem, mas os passos da sua criação estão disponíveis na internet, incluindo senhas, usuários, comunicação interna do Serpro, e versões dos programas usados na programação. O “e-mail jabuticaba” é baseado em linguagem alemã, o Tine 2.0 – que é “aberta” e, portanto, vulnerável.

Dê uma olhada
Todos os detalhes do Expresso V3, o “email seguro” do Serpro, estão no link: https://comunidadeexpresso.serpro.gov.br/mediawiki/.

Cara feia não blinda
Designada para explicar a “segurança” do e-mail jabuticaba, servidora apenas alega que o “Serpro não foi invadido em 50 anos.” Mas o será.
 
100% überregional
O Expresso V3 foi criado pelo Serpro com base na linguagem Tine 2.0, tecnologia já obsoleta de uma empresa de Hamburgo, na Alemanha.

Quem diz o que quer...
Eduardo Suplicy se queixou do ministro Gilmar Mendes, que suspeita da origem das doações a mensaleiros, e tomou uma bela resposta. O ministro sugeriu que o senador abilolado lidere vaquinha para ressarcir o erário dos R$ 100 milhões surrupiados na gatunagem do mensalão.

Vai perder o Pinto
Dilma fará bate-volta a Maceió na terça (18). Adiando a visita por três dias, participaria sábado (21) da maior festa popular da cidade, o bloco carnavalesco Pinto da Madrugada, que atrai mais de 300 mil foliões.

São uns covardes
“Black blocs” sonham com um cadáver, como no caso de Edson Luiz, estudante cujo assassinato numa passeata no Rio de Janeiro, em 1968, incendiou o País. A diferença é que, na época, os manifestantes enfrentavam a ditadura, de peito aberto e sem máscaras.

Banho-maria 
Diante da reação do PMDB contra proposta para reforma ministerial, a presidenta Dilma colocou o partido de molho e só voltará a discutir o tema depois de consultar quem realmente manda: o ex-presidente Lula. 

Cotada
Diante das incertezas no cenário eleitoral de Pernambuco, ala do PT já defende a candidatura da presidente estadual, deputada Teresa Leitão, ao Senado na chapa do senador Armando Monteiro (PTB) ao governo. 

Menos médicos
Dos quatro profissionais cubanos do Mais Médicos que fugiram para Miami, nos EUA, o Ministério da Saúde só reconhece a ausência de dois. Alega que, apesar de inscrito no programa, o médico José Luiz Menchaca “não teria homologado” a participação no Mais Médicos. 

Ninguém merece
O deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES) critica a ineficiência do governo brasileiro: “Em uma semana, tivemos dois apagões, as operadoras de celulares não prestam, sem falar nos atrasos e problemas nos voos”. 

Mise-en-scène 
Ligado ao governador Siqueira Campos (PSDB-TO), o deputado Júnior Coimbra iniciou périplo no Estado alegando que disputará o governo. O PMDB acha que é só para atrapalhar candidatura de Marcelo Miranda. 

Mau começo
Registrado em São Paulo em nome da filha Joana, o site da “vaquinha” de José Dirceu está hospedado na Locaweb, muito ruim de serviço. 

PODER SEM PUDOR

Serra não gosta de vices

Certa vez, durante sabatina na OAB, José Serra defendeu a extinção do vice, como no Chile. Sentado ao lado, o vice-presidente da OAB, Alberto de Paula Machado, que é muito espirituoso, reagiu na bucha, arrancando gargalhadas:

- Ele quer acabar logo com o meu cargo!

Serra, acredite, sorriu:

- Minha ideia é acabar com as figuras de vice apenas na política...

_

Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros

www.diariodopoder.com.br