Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Conexão Esporte

ACESSIBILIDADE: A A A A
Júlio César de Oliveira 24/04/2014
Júlio César de Oliveira
juliouberaba@uol.com.br
Conexão Esporte por Júlio César

Real em vantagem na semifinal
Divulgação

Como sempre fez com o Barcelona, Pep Guardiola mandou o Bayern de Munique ter a posse de bola e tocar até achar espaço na zaga do Real Madrid para tentar a vitória, fora de casa, ontem. Mas, na base dos contra-ataques, o Real "anulou" esse estilo de jogo e saiu na frente nas semifinais da Liga dos Campeões: 1 a 0, gol de
Benzema (foto), no estádio Santiago Bernabéu. O Bayern chegou, no 1° tempo, a ter 74% de posse de bola. De nada serviu. Carlo Ancelotti, técnico do Real, armou seu time quase como José Mourinho fez no empate entre Chelsea e Atlético de Madri, terça-feira: na defesa. Mas com um diferencial. O Real abusou dos contra-ataques e foi assim que matou o jogo, levando a vantagem para a volta, em Munique, na próxima semana.

No Parque
Os ingressos para a partida entre Cruzeiro e São Paulo, em Uberlândia, válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, começam a ser vendidos a partir de amanhã. Serão disponibilizados cerca de 40 mil ingressos, que terão os valores de R$ 40 a R$ 80. Haverá quatro pontos de venda na cidade: lojas Verdão Mania, Mil Esportes, Silva Esportes (Terminal Central) e na bilheteria do estádio Parque do Sabiá. O jogo é no domingo, a partir das 16h.

Em queda
O êxodo de importantes jogadores para o futebol internacional provocou queda de 28% no valor de mercado dos times que disputam o Campeonato Brasileiro, que agora é apenas o 10º mais valioso do mundo, segundo estudo divulgado ontem pela Pluri Consultoria. "O valor de mercado do Brasileirão atingiu 672 milhões de euros (R$ 2,1 bilhões), retornando ao nível de 2008. Em 2014 fomos ultrapassados por Ucrânia e Portugal", aponta o relatório.

Mineirão
A parceria público-privada (PPP) firmada pelo Governo de Minas com a Minas Arena para a reforma e administração do Estádio Magalhães Pinto, o Mineirão, está entre os oito projetos selecionados como finalistas, na categoria “Melhor Projeto Operacional”, do Partnerships Awards 2014, premiação de nível mundial organizada pelas publicações britânicas Partnerships Bulletin e PPP Bulletin.

Nova ação
A diretoria da Portuguesa já cogita nova ação na Justiça comum caso seja punida pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) por abandono do jogo de sexta-feira, diante do Joinville, pela Série B do Brasileiro. O clube deixou a partida por conta de uma liminar da 3a Vara Cível de São Paulo que o colocava na Série A. O procurador do tribunal, Paulo Schmmitt, indicou que a Lusa deve ser denunciada no artigo 205, do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportivo), que fala em retira-se da partida. A punição prevista é perda dos pontos e a exclusão da Série B.

Mudanças
O mau resultado na estreia pela Série B - empate em 1 a 1 com o América-MG, em São Januário - deve provocar mudanças no Vasco. No treino da manhã de ontem, Adilson Batista esboçou a equipe titular para a partida contra o Luverdense com o colombiano Montoya no lugar do jovem volante Danilo. Assim, a formação tática muda do 4-4-2 para o 4-3-3. A lista de desfalques cruzmaltina ainda é muito extensa: além de Éverton Costa, que se recupera de problema cardíaco e ficará de fora, pelo menos, por seis meses, o time não terá Rodrigo, Lorran, Guiñazú, Pedro Ken, Bernardo e Edmilson, todos no departamento médico.

Sem esperança
O Corinthians já não tem mais muitas esperanças em Renato Augusto. As seguidas lesões e os poucos resultados em campo fazem diretoria e comissão técnica torcerem o nariz para o meia, que pode ganhar uma "sombra" no elenco a partir da próxima janela de transferências. Contratar um meia que cumpre as funções do atual camisa 8 é uma das prioridades do Corinthians no mercado da bola. A ideia é que o reforço ocupe a vaga de Renato Augusto, e não apenas o substitua em uma eventual ausência, como hoje fazem Petros e Danilo.

Bota mal
Eliminado da Copa Libertadores e Campeonato Carioca. Estreia com derrota por 3 a 0 para o São Paulo no Brasileiro. O desempenho do Botafogo dentro de campo na atual temporada é bem abaixo do planejado pela diretoria e torcedores. O problema é que fora das quatro linhas a situação do Alvinegro é ainda pior. Crises financeira e política afetam e atrapalham o clube de General Severiano. O principal problema do Botafogo é financeiro. Fora do Ato Trabalhista, o clube vê toda sua receita ser bloqueada pela Justiça e não consegue manter os salários em dia. O Alvinegro espera a criação do Proforte o quanto antes, mas ainda não conseguiu nenhuma novidade nesse sentido. Assim, o clube está com uma dívida de dois meses com o elenco.