Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Conexão Esporte

ACESSIBILIDADE: A A A A
Júlio César de Oliveira 20/09/2014
Júlio César de Oliveira
juliouberaba@uol.com.br
Conexão Esporte por Júlio César

F-1: Hamilton lidera os treinos livres
Divulgação


Lewis Hamilton (foto) liderou o segundo treino para o Grande Prêmio de Cingapura de Fórmula 1, ontem. O britânico da Mercedes fechou a sessão no Circuito de Marina Bay com a marca de 1min47s490, melhor tempo do dia no traçado, e deixou para trás a concorrência dos carros da Ferrari e da Red Bull. O espanhol Fernando Alonso (Ferrari), líder do primeiro treino livre, ficou com a segunda posição. Daniel Ricciardo (Red Bull) foi o terceiro, com Kimi Raikkonen (Ferrari) em quarto. Felipe Massa foi o 17º colocado. Os pilotos voltam à pista hoje para o terceiro treino livre (7h, de Brasília) e para o treino que define o grid de largada (10h, de Brasília). A corrida acontece amanhã, às 9h (de Brasília).

Tratamento
O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) demorou 17 dias entre a denúncia do Joinville contra o América-MG por uso de jogador irregular e a punição com perda de 21 pontos. O jornal “Lance!” mostrou há 19 dias uma possível irregularidade na inscrição do corintiano Petros e até agora o Tribunal sequer concluiu o inquérito sobre o caso. Esse episódio poderia levar a perda de pontos do Corinthians, embora seja muito difícil que isso aconteça pelo ambiente do Tribunal. A polêmica teve início porque o contrato de renovação de Petros é datado do dia 2 de agosto. Mas ele apareceu no BID da CBF no dia anterior, no dia 1, quando é registrada sua rescisão com o Vitória.

Semifinal
O Brasil terminou como segundo colocado do Grupo G, com 4 pontos - perdeu para a Polônia por 3 sets a 2 e venceu a Rússia por 3 sets a 0, no Campeonato Mundial de Vôlei masculino. Vai enfrentar a França, que na quinta venceu dois sets contra o Irã para liderar o outro grupo. A Polônia, que chegou aos 4 pontos, leva vantagem por ter mais vitórias e terá pela frente a Alemanha. As partidas serão disputadas hoje.

Condenado
O deputado federal Romário (PSB-RJ) foi condenado ontem pela 37ª Vara Cível de São Paulo. Ele terá de pagar R$ 22 mil por danos morais a Marco Polo del Nero, presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol), que assumirá em 2015 o comando da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Romário foi condenado por ter dito que Del Nero merecia ser preso por pelo menos cem anos. Ele terá de pagar R$ 20 mil por danos morais, mais R$ 2 mil de custos processuais.

Segue atuando
O meia Elano anunciou ontem, em sua conta no Twitter, os novos rumos da carreira. Aos 33 anos, o ex-jogador de Santos, Grêmio e Manchester City, entre outros clubes, atuará no Club Chennai, da Índia. O time é um dos integrantes da nova Indian Super League, competição criada para fomentar o futebol indiano. Na equipe, Elano será comandado pelo italiano Marco Materazzi, contratado para ser zagueiro e treinador do time.

Em negociação
O Uberlândia Esporte está próximo de transferir as responsabilidades do Departamento de Futebol a um grupo de empresários. Com intuito de esclarecer dúvidas sobre a parceria, o grupo formado pela AMF profissionais, NR Sports (empresa de Neymar Jr), o agente Fifa Wagner Ribeiro e o músico Fernando Pires convocou uma coletiva de imprensa na quinta-feira. A diretoria do Verdão não foi convidada, porém, o presidente do clube, Guto Braga adiantou que o contrato está bem encaminhado entre as partes.

Remarcado
Inicialmente marcado para o inusitado horário das 20h30 da segunda-feira 6 de outubro, o confronto entre Fluminense e Bahia pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro foi remarcado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para o sábado anterior, dia 4, no Mané Garrincha em Brasília, às 16h20. O duelo havia sido marcado para uma segunda-feira por causa das eleições nacionais que serão realizadas no dia 5 de outubro, domingo. Isso porque nenhuma partida do Campeonato Brasileiro será disputada na data do pleito.

Punição

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva acolheu denúncia contra Valdivia, do Palmeiras, que será julgado por ter pisado em Amaral, do Flamengo. O meia alviverde foi enquadrado no artigo 254 (agressão) e pode pegar até 12 jogos de suspensão. A denúncia ao Tribunal foi feita pelo procurador-geral Paulo Schmitt. O STJD ainda não definiu a data do julgamento.