Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Conexão Esporte

ACESSIBILIDADE: A A A A
Júlio César de Oliveira 18/04/2013
Júlio César de Oliveira
juliouberaba@uol.com.br
​Naça pode voltar este ano


A Federação Mineira de Futebol (FMF) anunciou que já estão abertas as inscrições para a Terceirona do Mineiro. E entre as equipes que devem entrar na disputa está o Nacional de Uberaba, clube que já começou a se movimentar para montar uma equipe competitiva. O diretor de futebol do alvinegro, Luiz Alberto Cecílio (foto), disse ao globoesporte.com, que a direção do clube está correndo atrás para conseguir patrocínios que cubram as despesas durante os quatro meses de campeonato, previsto para começar em agosto. Segundo ele, um time competitivo gastaria em torno de R$ 80 mil mensais, números considerados altos para os padrões atuais da equipe.

Os Inconsequentes
Tem início hoje e prossegue até domingo (dia 21) a 21ª edição do Rodeio Os Inconsequentes, no Jockey Park. Conforme lei federal, o rodeio é considerado esporte. Até domingo, cerca de R$ 50 mil serão distribuídos entre os competidores das provas funcionais (aquelas em que o cavaleiro corre contra o relógio), Team Roping (laço em dupla) e Três Tambores (sucesso entre as mulheres). Tem também as tradicionais Montarias em Touro, quando 25 dos mais famosos peões do Brasil entram na arena desafiando os oito segundos no lombo de um animal que pesa em torno de uma tonelada.

Os peões
Os artistas da arena em Montarias em Touro, são oito segundos no dorso do animal, sem tocar no corpo do animal com as mãos. Serão R$12,5 mil em prêmios. São 25 peões profissionais confirmados, sendo cinco uberabenses: José Adolfo Neto, Walter da Silva, Fábio Donizete Júnior, Danilo Araújo e Cássio Paulo Perin (Cassim). Também estarão por aqui Wagner Feliciano, que já foi seis vezes finalista da prova e no ano passado conquistou o título de vice-campeão, com 320 pontos, montando o touro Destake. O Conterrâneo dele, Rodrigo Borges, é outro forte competidor, tendo conseguido a 5ª colocação no Rodeio Júnior, em Barretos no ano passado.

Team Roping
De Ipuã, os peões do Top 40 da PBR (Professional Bull Riders), considerado o circuito de rodeio mais rico e importante do mundo, Roberto Vitório e Marcos Rosa, marcam presença. Também participam Leonardo Messias, de Araguari, atual líder do campeonato Top 34, Diogo Machado e Marco Túlio Fernandes, de Uberlândia, e Robledo Henrique, de Patos de Minas. Na prova de Team Roping  também conhecida como Laço em Dupla, distribuirá R$ 30 mil em prêmios, o dobro do valor distribuído no ano passado. São esperados cerca de 80 competidores de diferentes estados brasileiros. Destaque para  a única mulher da prova, a uberabense Victória Hueb.

Três Tambores
A prova de Três Tambores consiste em dispor três tambores na arena formando um triângulo. Quando o juiz dá a largada, a amazona ou cavaleiro partem em direção ao primeiro tambor, fazendo uma volta completa. Assim, consecutivamente, contorna todos os tambores. Quem concluir o percurso em menor tempo leva o prêmio. Para essa edição, já estão confirmadas competidoras várias cidades, entre elas, São José do Rio Preto, Brasília e Catalão. O prêmio deve ultrapassar os R$ 12 mil.
 
Clubes x TV
A definição das datas das oitavas de final da Copa Libertadores ainda pode dar muita dor de cabeça para os clubes brasileiros. A conjunção entre a vontade das televisões que detêm os direitos de transmissão do torneio e o amistoso entre Brasil e Chile, na próxima semana, podem desfalcar as equipes envolvidas. O único que está salvo é o Corinthians, que, por vontade da Rede Globo, jogará nos dias 1º e 8 de maio. A questão é complicada e envolve diferentes forças do futebol sul-americano. A primeira delas é a Conmebol, organizadora da competição, que definiu que as oitavas serão espalhadas pelas três próximas semanas. As datas-bases são 24 de abril, 1º de maio e 8 de maio, todas quartas-feiras, mas as partidas também poderiam acontecer às terças ou quintas.

Sem emprego
O gaúcho Celso Roth, de 55 anos, está negociando para dirigir o Sporting de Portugal. Uma aposta dos dirigentes para tentar fazer sombra aos gigantes Benfica e Porto. É sempre assim: quando a situação não está boa, os dirigentes chamam Roth. Há um respeito muito grande por esse treinador, que já dirigiu nos quatro grandes centros do país. Não tem, porém, o mesmo amor por parte da torcida. É chamado de "retranqueiro" pela maioria. Há um fake de Roth no twitter, sempre repetindo o bordão "cau-te-la, cau-te-la". Formado em Educação Física, Roth trabalha muito. Organiza vários setores do departamento de futebol e aposta sempre em times organizados, compactos e rápidos no contra-ataque. Conviveu muito tempo com a pecha de trabalhar bem mas não ganhar títulos.