Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Fabiano Fideles

ACESSIBILIDADE: A A A A
Fabiano Fideles 04/10/2015
Fabiano Fideles
jjura2@terra.com.br
Fabiano Fideles

ALOPRADOS
Dilma e sua trupe continuam cada vez mais aloprados. A reforma ministerial tão anunciada não passou de um troca-troca para atender a interesses partidários. Tudo a ver com o medo do impeachment, que também não passa de uma armação. Quem viver verá!

PSIQUIATRA
As coisas em Brasília estão tão loucas que até um psiquiatra foi designado para o ministro da Saúde, Marcelo Castro. Em entrevista, o aloprado já foi logo afirmando que defende uma CPMF dupla para colocar a saúde em dia. É a prova inconteste de que só um louco para defender essa causa absurda. Deu a louca no Governo!

TI-TI-TI
Institutos de pesquisa sediados em outras praças e, portanto, não acostumados com o ti-ti-ti uberabense, fazem amostragens pela cidade cometendo um erro ingênuo. Nos "discos" de candidatos a prefeito, apresentam sempre, entre outros, os nomes de Anderson Adauto e o do deputado Lerin. Porém, dificilmente, este cenário ocorrerá. Ou disputa Anderson, ou disputa Lerin.

CHUMBO TROCADO
Segundo o deputado Antônio Lerin, seu compromisso com Anderson já foi sacramentado há tempos. Anderson será candidato a prefeito, apoiado por ele. Caso o próprio Anderson, ou a Justiça, resolvam que a candidatura é inviável, então, Lerin será o candidato, contando com o apoio de Anderson. Chumbo trocado não dói... Ser ou não ser, eis a questão, que só o tempo dirá!
ÓDIO AO QUADRADO
No entender dos especialistas em política de Uberaba, Lerin teria muito mais resultados positivos a angariar somando com o PMDB local, o que o levaria a apoiar a reeleição do atual prefeito, Paulo Piau. Na opinião dos entendidos, a pavimentação do futuro político de Lerin seria mais tranquila. Porém, nem Lerin, nem seu atual ungido, Anderson, perdoam Paulo Piau. O assunto é de ódio pessoal. É o besteirol que começa a entrar em ação. Lamentável!

SEM PERDÃO
Antônio Lerin esteve com a eleição de prefeito nas mãos durante o pleito de 2012. O deputado assegura que um movimento de última hora, de "cooptação de eleitores" (leia-se compra de votos) teria lhe tirado a oportunidade. A diferença entre ele e Piau ficou em torno de 2% dos votos. Já o ódio de Anderson é mais antigo. Paulo Piau manobrou nas hostes mais altas do PMDB e arrancou o partido das mãos do ex-ministro. Nos dois grupos, Lerin e Anderson, Piau é tratado como caça a ser abatida... Sem perdão. Inimizade em política é como birra de criança: um pirulito resolve!
ADEUS RIO GRANDE
Se o presidente do Codau, Luiz Guaritá, tinha alguma pretensão - ou estudo - de captar água do rio Grande, seria melhor arquivar a esta altura. As cidades banhadas pelo rio, do lado de Minas e São Paulo, já implantaram dezenas de bombas de sucção à jusante de Uberaba. Esta realidade, aliás, triste, já comprometeu bastante o volume de suas águas. Na quinta-feira passada, o governador de São Paulo, Alckmin, inaugurou o novo sistema de sucção naquele manancial. Pois é... quem sai na frente...

VOLUME MORTO
As informações da Sabesp, companhia de águas do Estado vizinho, dão conta de que, através de potentes máquinas de sucção, as águas do rio Grande serão bombeadas até a cidade de Suzano (22 km em linha reta), de onde seguirão para atender à imensa crise da região metropolitana paulista. O volume que está sendo drenado do rio Grande corresponde a uma caixa d'água de 4 mil litros POR SEGUNDO... Aqui, para nossa região, com alguma sorte, deverá restar aquilo que os técnicos chamam de "volume morto"...

IGNORÂNCIA
Não se iludam os lojistas de Uberaba. O atendimento de balcão praticado em nossa cidade está alguns centímetros abaixo do ridículo. É fantasticamente absurda a desatenção e a falta de esforço de mocinhas e rapazes que, dizendo-se "comerciários", só faltam expulsar o cliente da loja, tal a preguiça e má vontade no atendimento. Não adianta citar em qual loja local a reportagem constatou o fato. Sai-se de uma e entra-se em outra, o fenômeno se repete. Deve haver um excesso de vendas no mercado. E só nós não estamos sabendo! Ainda predomina aquele refrão arcaico: "Pode falar freguês".

IDIOTICE
Além dos comerciários, Uberaba precisa dar uma polida maior também em alguns de seus comunicadores. Na madrugada de ontem, em uma emissora de rádio local, o locutor gabava-se de não dar a mínima pelota para "esses assuntos de alta do dólar"... E instigava seus ouvintes (que devem ser raros) a fazer o mesmo. O cidadão não atina para o fato de que dezenas de produtos que consumimos, entre eles o trigo, que faz o pão, são cotados em dólar... São os bobocas de sempre que falam ter ouvido o galo cantar... mas não sabem onde!

FALANDO
EM RÁDIO...
Por falar em emissora de rádio, o radialista e político Edson Santana, da Rádio 7 Colinas, defendeu, recentemente, no ar, uma tese que é polêmica, porém não deixa de ter um certo mérito. Na opinião de Edson, o comércio de animais domésticos, principalmente cães e gatos, deveria ser regulado com as mesmas duras exigências aplicadas ao comércio de animais silvícolas. Com isso, diz Edson, seria bastante reduzido o volume de cães e gatos que são comprados por seus donos e, tempos depois, já crescidos e indesejáveis, abandonados pelas ruas da cidade. Ele ainda defende a imediata "chipagem" de animais comprados, para que, em caso de abandono, seja encontrado o proprietário (i)responsável.
Sucesso absoluto
É unanimidade dos milhares de pessoas que estiveram na Expocigra. É um evento que tem tudo para crescer mais ainda. A dinâmica empreendida pelos diretores da entidade, capitaneada pelo presidente Nagib Facure, vem sendo alvo de elogios da cidade inteira. Valeu!

TEMPO
A temperatura em Uberaba está enlouquecendo a população. Piadinhas na cidade dão conta de que, com o advento dos canaviais, passamos a contar, agora, com apenas duas estações no ano: Verão e Inferno... Como os prefeitos locais, já de muitos anos, parecem ser absurdamente contrários à arborização, quem padece é o povo. As praças, peladas e sem graça, ficam desertas sob o sol abrasador. Nos conjuntos habitacionais que povoam Uberaba, as pequenas casinhas fervilham alinhadas uma a uma, lembrando os fornos alemães da segunda guerra mundial.

LADRÕES
DO CLIMA
Segundo o atual secretário municipal de Meio Ambiente, Ricardo Lima, existe uma resistência muito grande dos moradores de Uberaba em realizar plantio de árvores em suas portas. A razão seria a facilidade que, supostamente, ladrões encontrariam para saltar muros e invadir os domicílios. A tese, inusitada, aliás, está carecendo de pesquisa mais profunda, pois os reclamos contra a ausência de arborização só aumentam na cidade.  Caso seja confirmada a assertiva do ilustre secretário, estamos, então, vivenciando um caso de crime em duplicidade. Antes mesmo de nos roubarem os bens, os ladrões estão roubando o frescor de nossos dias!