Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Fabiano Fideles

ACESSIBILIDADE: A A A A
Fabiano Fideles 08/05/2016
Fabiano Fideles
jjura2@terra.com.br
Fabiano Fidelis

MALVADO FAVORITO

“Sem Cunha o Congresso fica chato.” A cabeluda afirmação pode ser ouvida  por várias partes de Uberaba. Muitos dos que acompanham as reviravoltas recentes de Brasília viram com um tipo de “pesar mórbido” o afastamento do deputado carioca da Presidência da Câmara Federal. Cunha era o “malvado favorito” de muita gente...

E AGORA TEMER?

O “imbróglio” da destituição de Cunha tende a se tornar mais denso com o passar dos dias. Jornalistas que fazem a cobertura da Câmara dos Deputados afirmam que Waldir Maranhão, o presidente interino da Casa, terá nas mãos o pedido de abertura de processo de impeachment, que dorme na gaveta da Presidência. O motivo: as mesmas pedaladas fiscais, que Temer também praticou quando substituiu Dilma Rousseff.  Detalhe: Maranhão votou contra o impedimento de sua “presidenta”...

NUNCA TEVE

Foi publicado finalmente, no órgão oficial do Estado, a extinção da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, ocupada pelo uberabense Altamir Rôso. A publicação é de um projeto de reestruturação administrativa que o governador Pimentel enviou à Assembleia Legislativa de MG. Assunto causou burburinho na cidade, com reclamações indignadas sobre “atentado contra o prestígio político de Uberaba”. Como se a cidade tivesse algum...

ÀS MOSCAS

E para os fervorosos bairristas que acreditam ser Uberaba de alguma importância política no cenário mineiro, um conselho: visitem a crônica policial diária do município. A cidade está entregue às moscas no quesito segurança. E quando se trata da saúde vinculada ao governo do Estado, a situação não é muito diferente!

CINISMO

Durante sua meteórica passagem pelo Parque Fernando Costa, na abertura da feira de gado, o governador Pimentel se recusou a participar da tão esperada entrevista coletiva que sua excelência se dignaria a conceder aos jornalistas aqui, do interior...  Fugiu de responder o irrespondível.  De dentro das penitenciárias mineiras a corja de traficantes e bandidos da mais alta periculosidade é que dão as cartas na segurança de Minas.

ABSURDO

Este verdadeiro absurdo só acontece, porque delegados comprados, advogados abutres e agentes penitenciários corruptos tornam-se peças de ligação dos facínoras com o mundo externo. É assim, por exemplo, que nesta semana que se finda, do coração da penitenciária de Uberaba saiu o comunicado que “um PM irá morrer nos próximos dias na cidade.” A própria PM, manifestando-se pelas redes sociais, confirmou ser autêntico o aviso e, pasmem, pediu o máximo de cuidado entre seus homens!

VERGONHA

O que nos envergonha, é que o governador mineiro faz ouvidos mocos aos apelos de uma cidade inteira, que agoniza nas mãos dos bandidos. Temos uma polícia civil que se empenha, mas é tão debilitada de fundos, homens e equipamentos, que chega a ser alvo de piada entre os meliantes. E uma PM com um efetivo que serviria, no máximo, para patrulhar Pirajuba, aqui ao lado, com seus 6 mil habitantes.

SINTOMÁTICO

Só para encurtar a conversa: a violência em Uberaba atingiu um grau tão absurdamente alto que, para uma passagem de 10 minutos pela cidade, o senhor governador se fez acompanhar de um esquema nunca antes visto de segurança pessoal. Dezenas de carrões pretos, muitos homens pesadamente armados, deslocados desde BH. Sem falar na utilização de parte de nosso efetivo da PM (que já não é lá essas coisas) para desviar o trânsito e interditar locais de passagem de sua excelência. Só de observar as providências tomadas pelo governador, pode-se ter uma visão de a quantas anda a violência em Uberaba...

CANTO DO CISNE

Um dos expoentes do Partido dos Trabalhadores, o ministro Patrus Ananias (PT/MG) representou o Governo Dilma na entrega das mil e duzentas casas de mais um “conjunto habitacional” de Uberaba.  Uma melancólica participação de um governo que na próxima quinta-feira estará destituído pelo Senado Federal. Aqui, na terrinha, ficarão como testemunhas do ato os dois novos “bairros” batizados de Ilha de Marajó e Residencial Marajó.

PERGUNTA

Aliás, o PT brasileiro deverá passar por um processo muito profundo de reengenharia se quiser reunir alguma condição de disputar o poder novamente. O partido responde, junto ao TSE, a um processo que lhe foi movido por uma corrente de oposição. No processo a pergunta que se faz é praticamente irrespondível: Se um político que, comprovadamente, se valeu de dinheiro sujo (propina) para se eleger, tem seus direitos políticos cassados, por que não ocorre o mesmo com partidos com o mesmo delito? Não são poucos os juristas que apostam no desaparecimento do PT, via justiça eleitoral.

 

LÁ E CÁ

Enquanto isso, em Uberaba, o presidente do PT, “Josimar do Estrela”, dá andamento aos preparativos para uma candidatura própria a prefeito.  Curiosamente, pesquisas qualitativas realizadas em Uberaba demonstram que o rapaz tem chances! Mesmo diante o hecatombe que vem vivendo, o partido da estrela vermelha reúne ainda milhares de seguidores e apoiadores incondicionais.

FIM DA PICADA

Ex-presidente de associação classista de Uberaba passou, repentinamente, a adotar um ódio visceral pela administração municipal. Pedradas, críticas, rajadas de ironias... Quando se vai pesquisar o motivo de tanta ira e súbita explosão de civismo bairrista, tromba-se com a realidade: o genro foi demitido no recente enxugamento da máquina administrativa promovida pelo prefeito Piau...  Isso é que é bairrismo!

#CADÊ?

E por falar nisto, o que foi feito da tão “decidida e irremovível” decisão do G9 de lançar um candidato próprio às eleições municipais de outubro?

SINAL DOS TEMPOS

Com o desastre econômico que nosso país se transformou, as pessoas não sabem mais o que fazer para arranjar o suado dinheirinho da sobrevivência. As de boa índole tentam se multiplicar em esforço, arrumando novas atividades, fazendo “bicos” para somar à minguada renda mensal. Já a porção podre da comunidade, coloca as mangas de fora...  Golpes e mais golpes pipocam pela cidade.

CRIATIVIDADE

Lendo as colunas policiais da semana, o uberabense depara-se com golpes do bilhete de loteria, golpes contra lojas comerciais com cheques fajutos e, mais recentemente, até familiares de pessoas hospitalizadas foram vítimas. Neste, bastante criativo, os larápios se dizem da administração hospitalar. Informam que o paciente “passou mal à noite” e demandou gastos com medicamentos e exames. Informam um número de conta e pedem para a família depositar. “Com urgência”...

ESCOTEIRO

Nos meios políticos uberabenses existe uma dúvida profunda quanto ao papel do PSDB nas eleições de outubro. O partido não disse, até agora, se é para valer a candidatura a prefeito que lançou, de forma isolada e sem outras agremiações a convalidar a tentativa. Agora, com a revira-voltas da política nacional, o PMDB se afastou do PT e ganhou (nacionalmente) o apoio do PSDB. Como ficará a escoteira candidatura uberabense?

MAIS DO MESMO

É risível a atitude de alguns boquirrotos que se valem de microfones de emissoras de rádio para propagar críticas, sem mostrar caminhos nem soluções.  Insuflados pelo clima político e concorrendo a uma lucrativa cadeira no Legislativo Municipal, os “locutores do palanque” não descansam um só dia: paulada em cima de paulada. Mas não percebem que o eleitor brasileiro está saindo dessa “pororoca política” atual, e está bem mais escolado, bem mais esperto e seletivo... Não compra mais do mesmo!

FOGO NO PAIOL

Sintoma dos tempos: a uberabense “TV Mais”, de circuito televisivo fechado, está anunciando nas redes sociais que vem aí um novo programa com foco na política local. Sem precisar data de estreia, está em gestação o programa “Observatório Político”, que trará convidados semanais a serem sabatinados por uma bancada de analistas políticos locais. É uma forma de colaborar com a fogueira que em breve estará ardendo na cidade...

SAUDOSISMO

Expozebu deste ano está rememorando a epopeia dos ganaderos que rumaram às Índias em busca do aprimoramento genético do rebanho brasileiro. Um momento épico da vida sertaneja de um Brasil que já não existe.  Hoje, com o avanço da engenharia genética, o tênue fio da ética é que ainda segura os laboratórios mais afoitos, que já possuem tecnologia suficiente para produzir aberrações inimagináveis.

MONSTRO

Um dos pecuaristas mais envolvido com esta área garantiu à coluna que só mesmo a questão ética e uma possível repulsa social é que vem impedindo a estreia nos pastos do “boi sem dianteira” e de cabeça diminuta. Certamente uma aberração desagradável de se ver...

TERMÔMETRO

Ainda sobre a ABCZ, um antigo e muito experiente conhecedor daquela entidade, fez um comentário (sob a condição de anonimato) a respeito do processo eleitoral que atualmente ali se desenrola. Na visão deste “expert”, existe uma forma infalível de se antecipar qual será o grupo vencedor do pleito. “Procurem onde está o Jonas Barcelos”, disse ele. Completando que “o Jonas nunca perdeu e jamais perderá uma eleição da ABCZ”...

ALEGRIA, ALEGRIA

“Contente, igual mosquito em tampa de xarope!” Esta é a visão que se tem hoje do vice-governador dos mineiros, engenheiro Antônio Andrade, ex-prefeito de Vazante e ex-ministro da Agricultura. A alavancagem de Michel Temer faz brilhar os olhos de Toninho que, muito compreensivelmente, evita tocar no assunto do inquérito movido pelo Ministério Público contra o governador Pimentel.

SOLIDÁRIO

Os jornalistas de Belo Horizonte já desistiram de convidar Toninho Andrade para entrevistas na época atual. Mineiro até a última sílaba da palavra, o vice foge de microfones como o diabo da cruz. Porém, sua assessoria continua apregoando “a mais firme coesão com o governador Pimentel.” Como já disse um cronista, o mineiro é muito solidário. No câncer... 

SEMANA DECISIVA

Nesta semana que se inicia, o Brasil irá afastar um presidente e empossar o vice em seu lugar. Michel Temer sabe que só tem uma bala na agulha e que sua chance de errar é zero.  Oxalá nosso país encontre uma saída para a aflitiva situação em que se meteu, e que o nosso povo possa, nas semanas subsequentes, conviver (ao menos um pouquinho) com expectativas de crescimento da economia, de geração de empregos, de luz no fim do túnel! Bom domingo a todos.