Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Marcos Montes

ACESSIBILIDADE: A A A A
Marcos Montes 09/05/2014
Marcos Montes
dep.marcosmontes@camara.leg.br
Fala Deputado - por Marcos Montes

ORGULHO DE UBERABA
Atletas da Adefu enfrentam sete dias de torneio 
com 5.200 participantes do mundo todo e 
voltam com medalhas para casa

 

Mineração em pauta - Comissão Permanente de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, da qual sou 1º vice-presidente, aprovou, esta semana, pedido feito por mim para a realização de audiência pública para discutirmos o projeto de lei que cria o Programa de Fortalecimento da Mineração de Pequeno Porte, conhecido como Pronamin. Fui designado relator do projeto de lei e terei que dar um parecer para passar, posteriormente, pela decisão da CME. 
Aprofundamento - Objetivo do projeto, à primeira vista e sem uma análise mais profunda, parece atraente, já que pretende beneficiar empresas de mineração de caráter familiar, ou que tenham no máximo 20 empregados e mineradores individuais. Entretanto, não quero ser precipitado e, antes de dar o parecer, pretendo ouvir todas as partes. 
Partes envolvidas - Por isso, pedi que sejam convidados para a audiência pública, entre outros, os representantes do Ministério de Minas e Energia; da Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral (SGM); do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), e da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB).
Complexidade – A atividade mineradora é uma das mais estratégicas do país, e qualquer decisão que interfira no setor tem que ser analisada com muito critério e responsabilidade. Envolve investimentos em meio ambiente, a exigência de trabalhadores qualificados, pesquisas tecnicamente embasadas, enfim, trata-se de um assunto complexo e que não pode ser conduzido a toque de caixa. Aguardo, agora, a marcação de data para a audiência pública.

ORGULHO DE BAIRRISTA – Fiz questão de posar, no aeroporto de Belo Horizonte, ao lado da equipe da Adefu, que retornava do Canadá com mais uma história de sucesso para contar

 

Gente que faz - Parabenizo a equipe da Seleção Brasileira de Bocha Adaptada pelo resultado obtido na 31ª edição do Torneio Defi Sportif Altergo, realizado em Montreal, Canadá, na semana passada. E, muito especialmente, cumprimento meus amigos da Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba, a Adefu, que fizeram parte da seleção vitoriosa. Através da técnica Janaína Pessato, esta guerreira de sensibilidade e competência ímpar, eu quero abraçar toda a turma da Adefu, que tem nos orgulhado com sua garra, superações, e vitórias nacionais e internacionais em variadas modalidades de esportes.
Gente que é ouro - Pra vocês terem uma ideia, em equipes BC1/BC2, e com participação da Adefu, o Brasil jogou com José Carlos Chagas, Maciel Santos, Antonio Nunes, Daniela Falotico e Lucas Ferreira, e ficou com a medalha de ouro. No geral, a delegação brasileira voltou pra casa com três ouros, duas pratas e um bronze!
Resistência e talento - Para que vocês entendam a capacidade de resistência e de talento desta gente maravilhosa, vale lembrar que foram sete dias de torneio com a participação de 5.200 atletas de várias partes do mundo, incluindo dos Estados Unidos e do próprio Canadá. 
Justiça seja feita – A pedido de uma comissão de aposentados, que me procurou esta semana, em meu Gabinete em Brasília, apresentei requerimento à Presidência da Câmara, solicitando urgência na discussão e votação do Projeto de Lei 4.434/2008, que pretende recompor o poder aquisitivo das aposentadorias e pensões mantidas pela Previdência Social, propondo-se a atualização destes para restabelecer o valor à época da concessão. Acontece que as aposentadorias acima de um salário mínimo não têm recebido os reajustes na proporção das aposentadorias de quem recebe apenas um salário mínimo, e o projeto visa a corrigir esta falha.