Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Marcos Montes

ACESSIBILIDADE: A A A A
Marcos Montes 21/08/2015
Marcos Montes
dep.marcosmontes@camara.leg.br
Marcos Montes

“Cai a máscara do Lula”

 

Maioridade penal – Abro esta edição de 21 de agosto comentando com vocês que votei favorável à Proposta de Emenda à Constituição 171/93, que diminui a maioridade penal de 18 para 16 anos. O plenário da Câmara dos Deputados aprovou a emenda, em segundo turno, dia 19/08, por 320 votos contra 152, e uma abstenção. Votação de primeiro turno aconteceu em julho.

Justificativa - Não houve - ao contrário de alguns comentários - a intenção de prejudicar a juventude pobre do Brasil; pelo contrário: com esta emenda, queremos proteger os nossos jovens honestos, aqueles que trabalham, estudam e ainda são vítimas de bandidos. E mais: independente da idade penal, o governo tem a obrigação de investir em educação e outras políticas em favor dos jovens.

Constituição - Por ser emenda constitucional, a matéria teve que ser votada em dois turnos, e somar no mínimo 308 votos favoráveis em cada turno. A matéria precisa, agora, ser aprovada em dois turnos no Senado para ser promulgada pelo Congresso Nacional.

Abrangência - Pela emenda, a maioridade será reduzida nos casos de crimes hediondos – como estupro e latrocínio, e para homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. Os jovens de 16 e 17 anos deverão cumprir a pena em estabelecimento separado dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas e dos maiores de 18 anos.

Sem surpresa - Manifestações do dia 16 de agosto continuam repercutindo na imprensa brasileira, principalmente no que se refere à rejeição ao ex-presidente Lula, o líder do PT. Não me surpreendeu a inclusão do nome dele nos protestos.

O dono da crise - Até então, ele era pouco citado, mas, nesta última manifestação, ele foi alvo de forte rejeição por parte da população que foi às ruas. Era óbvio que, mais cedo ou mais tarde, a máscara de vítima cairia de uma vez por todas, e que o povo brasileiro perceberia, finalmente, que ele é o principal responsável por esta crise que o Brasil está enfrentando - econômica e moral.

 

Vice-líder da bancada do PSD na Câmara, presidente do PSD/Uberaba e da Frente Parlamentar da Agropecuária, o deputado federal Marcos Montes participou do lançamento oficial da 3ª edição da Feira Multissetorial do Vale do Rio Grande – ExpoCigra/Fiemg, e aproveitou para posar pra foto ao lado de um dos pré-candidatos a prefeito do PSD, o líder supermercadista (Zebu Carnes) Matusalém Alves (Foto: Paulo Lúcio)

 

Sem apelação - Gostaria de reforçar o que tenho dito e repetido nas reuniões com lideranças de Uberaba: que o PSD tem nomes da mais alta qualidade para a disputa de 2016 - prefeito, vice e vereadores. Aliás, basta dar uma olhada nos filiados do PSD de Uberaba para ver que não precisamos apelar. Se, por um acaso, decidirmos apoiar algum nome ou fazer aliança extra-PSD, será com pessoas que possuem compromisso com a honestidade, com o bem-comum, com o nome de Uberaba.

Só uma amostra - O PSD de Uberaba tem nomes como Celso Salgado, Matusalém Alves, Geraldo Brasil, Edna Idaló, Janaína Pessato, Hely Araújo Silveira, Luiz Carlos dos Santos, Neusa Venceslau, Silvio Castro Cunha, entre vários outros à altura de orgulhar Uberaba.

Novidade na política - E por falar em gente que o PSD não teria o menor constrangimento de conversar, destaco aqui, o Partido Verde de Uberaba, agora sob o comando do advogado Públio Rocha – sem dúvida uma pessoa ética, apaixonada por Uberaba, comprometida com o bem-comum, com o respeito à coisa pública, e reconhecido pelo jogo de cintura. Faço questão, inclusive, de cumprimentá-lo pelo ingresso na política partidária. Precisamos de pessoas novas na política, pessoas livres do radicalismo e dispostas a contribuírem com um mundo melhor. Obviamente, vou chamá-lo pra conversar.

 

Um abraço e até sexta-feira que vem!