Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Marcos Montes

ACESSIBILIDADE: A A A A
Marcos Montes 07/08/2016
Marcos Montes
dep.marcosmontes@camara.leg.br
Marcos Montes

“Ética: palavra de ordem”

 

Bem-vindos!  - Muita expectativa em torno do 15º Congresso Brasileiro do Agronegócio, que a Associação Brasileira do Agronegócio (Abag) realiza segunda-feira, dia 8, em São Paulo, e que vai reunir as principais lideranças políticas ligadas ao agronegócio brasileiro.

Exterior - Grande oportunidade, inclusive, para ficarmos frente a frente com o ministro das Relações Exteriores, José Serra. Sua presença acontece num momento crucial nas relações internacionais do Brasil, quando o país corre atrás de novos mercados – uma reivindicação antiga dos agropecuaristas.

Debates - Na condição de presidente da Frente Parlamentar Mista da Agropecuária (FPA), participo do evento como debatedor do painel sobre “Liderança e Protagonismo” – tema central do evento. E vou aproveitar para saber do ministro das Relações Exteriores o que o setor pode esperar dele no que se refere à busca de mercados internacionais.

Esperança - Os agropecuaristas e as lideranças políticas do agronegócio - especialmente a FPA -, estão acreditando que, apesar da gravidade da situação, o governo Michel Temer conseguirá atrair tempos melhores para o Brasil. Para isso, é importante o envolvimento de ministros de áreas estratégicas, incluindo José Serra (Relações Exteriores) e Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

Ética em pauta - Ética é outro assunto previsto para o 15º Congresso Brasileiro do Agronegócio, também de importância significante. Tão grave quanto a crise econômica, também é a crise moral que o Brasil está enfrentando. Não é por acaso, portanto, que o tema terá espaço no congresso da Abag, inclusive com painel exclusivo para discutir a questão.

Ética na política - E por falar em ética, estou feliz de poder contribuir para que minha amada Uberaba tenha a oportunidade de escolher candidatos que realmente orgulhem a cidade. O PSD que presido indicou para candidato a vice um ser humano da mais alta qualidade. O vereador João Ripposati é um exemplo de filho, de pai, de marido, de amigo, de profissional, de político, de cidadão – exemplo para todas as idades. Tem um futuro brilhante pela frente, e não vou medir esforços para que isso se concretize.

Reeleição - E  não tenho dúvida de que a aliança pela reeleição do prefeito Paulo Piau foi a melhor opção. Circunstâncias e momentos nos colocaram em caminhões diferentes em outras ocasiões, mas eu sempre soube que não teria o menor constrangimento em me aliar a ele quando surgisse a oportunidade. Paulo Piau é um homem digno. A exemplo de Ripposati, é um exemplo de filho, pai, marido, cidadão. Enfim, estou feliz de apoiar a dobradinha Piau-Ripposati. Porque Uberaba merece ética e trabalho de seus políticos.

 

João Ripposati, Marcos Montes e Paulo Piau, após a confirmação da aliança, na convenção do PSD (Foto: Marco Aurélio Ferreira Cury)

 

Festas democráticas - Foi também com muita alegria e muita honra que tive a chance de levar o nome do Partido Social Democrático a convenções em minhas bases políticas. Fiz questão de atender aos convites, e mais do que isso: de atuar para que o PSD marcasse presença de forma efetiva, seja com candidaturas a prefeito, vice-prefeito ou em coligações majoritárias e/ou proporcionais (vereadores).

Maratona - Cumpri uma maratona, mas estou realizado. Pra vocês terem uma ideia, estive em Prata, Canápolis, Santa Juliana, Campo Florido, Conceição das Alagoas, Delta, Capinópolis, Ipiaçu, Ituiutaba, Monte Alegre de Minas, Pirajuba, Estrela do Sul, Conquista, Tupaciguara, Santa Vitória, Alterosa, Campina Verde, Coromandel, Nova Ponte, Uberlândia.

 

 

Um abraço e até o próximo fim de semana.