Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Marcos Montes

ACESSIBILIDADE: A A A A
Marcos Montes 06/12/2013
Marcos Montes
dep.marcosmontes@camara.leg.br
Fala Deputado - por Marcos Montes

Resposta às ruas – Tive a alegria de votar, esta semana, a favor de uma das principais reivindicações dos manifestantes que foram às ruas em junho deste ano e balançaram as estruturas do país e dos políticos. Projeto inclui o transporte entre os direitos sociais fixados pela nossa Constituição Federal, o que torna o setor uma prioridade entre as políticas públicas. A matéria foi aprovada numa única sessão em 1º e 2º turnos na Câmara dos Deputados, com apoio, inclusive, do PSD, do qual sou vice-líder. Segue, agora, para o Senado.
12º direito social - A Proposta de Emenda à Constituição, de autoria da colega Luiza Erundina, do PSB de São Paulo, coloca o transporte no mesmo nível de outros 11 direitos sociais: educação; saúde; alimentação; trabalho; moradia; lazer; segurança; previdência social; proteção à maternidade; proteção à infância e assistência aos desamparados. Uma vitória importante para a sociedade brasileira.

Recebi, em meu gabinete, na Câmara dos Deputados, a visita do prefeito Moacir Ribeiro, de Formiga – cidade onde nasceu meu neto João Marcos

O gasoduto é de Uberaba - Li com atenção especial as entrevistas concedidas em Uberaba, esta semana, pela secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, ex-ministra Dorothea Werneck, reforçando que a opção do governador Antonio Anastasia pelo gasoduto totalmente mineiro não se trata de uma decisão unicamente política, tomada no calor da disputa com São Paulo, que se recusou a fazer um acordo com Minas Gerais em favor de outra alternativa. 
Um homem de visão - A secretária lembrou, inclusive, que a Petrobras – responsável pela fábrica de amônia – é parceira na implantação do gasoduto, junto com a Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) e a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Em outras palavras, a fábrica de amônia da Petrobras precisa do gás para ser viabilizada, e é óbvio que a Petrobras não apoiaria um gasoduto que não fosse rentável para a fábrica. São dois projetos grandiosos e não caberia qualquer decisão precipitada, sem uma análise técnica e profunda sobre suas consequências. O governador de Minas é um visionário, isso sim!
Progresso - Durante almoço em Belo Horizonte, para o qual me convidou poucas horas antes de desembarcar em Uberaba para anunciar que o gasoduto estava garantido, o governador avaliou que o modelo escolhido vai representar um desenvolvimento sem precedentes para Uberaba, o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba e para Minas Gerais de um modo geral. 

Marília e eu ficamos extremamente felizes com a presença maciça, em reunião de confraternização em nossa casa, dos companheiros que me ajudaram a realizar duas gestões de sucesso como prefeito, de 1997 a 2004. São amigos verdadeiros

Segurança pública - Sobre minha mesa, convite do governador para evento que será realizado dia 9 de dezembro, segunda-feira, às 15h, na praça Cívica da Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. Nada menos do que 19 cidades da minha base política vão receber novas viaturas policiais. Uberaba, por exemplo, está sendo contemplada com duas L200 Patrulhas Rurais.