Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Marcos Montes

ACESSIBILIDADE: A A A A
Marcos Montes 14/02/2014
Marcos Montes
dep.marcosmontes@camara.leg.br
Fala Deputado - Marcos Montes

Urgência – Aprovamos na Câmara dos Deputados o regime de urgência para votação do projeto que dispensa o uso de simuladores em autoescolas, e com isso, a matéria pode ser levada a plenário a qualquer momento. Minha expectativa agora, é de que o projeto seja aprovado.

Apoio - Como vocês sabem (inclusive através desta coluna), eu abracei a luta das autoescolas, que pedem a revogação da Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que obriga o empresariado do setor a adquirir o Simulador de Direção Veicular.

Causa justa - Um simulador custa algo em torno de R$ 40 mil, fora a sua manutenção. É um ônus muito grande para as autoescolas, e mais: os custos seriam repassados para os alunos. Sem contar que não existe comprovação de que o uso do equipamento iria impactar positivamente nas aulas.

Movimentação - No final de 2013 participei das articulações para que acontecesse um encontro entre os representantes das autoescolas com o presidente da Câmara, Henrique Alves, em que os empresários puderam pedir, pessoalmente, o envolvimento dele e da Câmara na questão.

 

JUSTIÇA SEJA FEITA -  A foto de J. Batista registra o momento em que os empresários de autoescolas entregaram documento ao presidente da Câmara, no qual foram relatados os prejuízos que a compra do simulador causaria aos empresários e aos alunos que desejam conquistar sua carteira de motorista. Reunião aconteceu em dezembro de 2013, com a presença dos uberabenses Paulo Alexandre Teixeira (Vertice) e Magda Aparecida Melo (Ferrare)

 

Cassação – E na noite de quarta-feira, dia 11, aprovamos a cassação do mandato do agora ex-deputado federal Natan Donadon, corrigindo um erro político da própria Câmara, que havia salvado seu mandato em votação anterior.

Constrangimento – A situação era constrangedora para os parlamentares que defendem uma política ética. Afinal, Donadon cumpre pena em penitenciária de Brasília por ter sido condenado em última instância, pelo Supremo Tribunal Federal, a 13 anos de prisão.

Segurança pública – Até mesmo por ser membro efetivo da comissão especial criada pelo presidente da Câmara dos Deputados para estudar e apresentar propostas para a reforma do Código Penal, eu não poderia deixar de citar a histórica audiência do governador Antonio Anastasia com uma comitiva de lideranças políticas, classistas e comunitárias de Uberaba. Atendi ao convite do prefeito Paulo Piau, não porque duvido da sensibilidade do governador e de seu carinho por Uberaba, mas sim, porque acredito muito na eficácia da união.

Força uberabense - Ficou evidente para o governador, que a segurança pública de Uberaba não é um assunto deste ou daquele político, mas sim, um assunto de toda população da cidade. A sala no Palácio Tiradentes ficou pequena para abrigar as lideranças que foram cobrar ações urgentes. Várias conquistas foram garantidas pelo governador, entre elas, o aumento do efetivo e a instalação do 2º Batalhão da Polícia Militar em Uberaba.

Ações parlamentares – Enquanto isso, continuo de olho e lutando pela aprovação de medidas, pelo Congresso Nacional, que atualizem o Código Penal. Projetos de minha autoria tramitam ali, propondo melhorias na segurança pública, incluindo a destinação do dinheiro arrecadado com o tráfico de drogas em assistência para dependentes químicos.