Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

JU Agora

ACESSIBILIDADE: A A A A

Construtoras do Minha Casa, Minha Vida com queixas recorrentes irão para cadastro negativo da Caixa

28/03/2013

Da Agência Brasil

Criado há dez dias, o canal da Caixa Econômica Federal para atendimento exclusivo sobre o Programa Minha Casa, Minha Vida recebeu 800 ligações. O vice-presidente do banco, José Urbano Duarte, explica que as queixas recebidas por meio do serviço 0800 721 6268 e que não forem resolvidas impedirão a empresa de contratar com a Caixa até que solucione o problema. Além disso, construtoras alvo de reclamações recorrentes entrarão para o cadastro negativo do banco.  

O canal chega em um momento em que são relatados problemas na qualidade de imóveis do Minha Casa, Minha Vida, a exemplo do que ocorreu com prédios do programa que tiveram de ser demolidos em Niterói (RJ) no último sábado (23). Mas, segundo José Urbano Duarte, o motivo para a implementação do 0800 foi a importância e a abrangência do programa de habitação do governo federal. “O que estimulou a gente [a criar o 0800] é que [o Minha Casa, Minha Vida] é um programa extremamente importante com um alto número de famílias. Nós queremos que o cliente saiba que estamos nos posicionando ao lado dele em caso de problemas”, disse, citando um total de 1,130 milhão de famílias que receberam moradia até o momento.

O vice-presidente da Caixa explica que as construtoras serão informadas das reclamações e terão prazo de cinco dias para entrar em contato com o cliente. Se o problema não for sanado dentro de intervalo acertado com o comprador, a empresa ficará impedida de operar com a Caixa Econômica Federal até que o assunto seja resolvido. Se houver repetidas reclamações contra a mesma empresa, ela entrará para um cadastro negativo e o impedimento de contratar com a Caixa será permanente. “A tolerância será 5% de recorrência ”, explica José Urbano Duarte.

Duarte disse que as 800 ligações recebidas até agora são uma quantidade modesta e que o banco espera que o número se torne mais conhecido. “Para um banco do tamanho da Caixa é pouco. Estamos divulgando [o 0800] na prestação habitacional, no autoatendimento”, declarou. De acordo com o vice-presidente, ainda não se sabe quanto as reclamações representam do total de demandas. Também não há informação sobre se algum contato se deveu a vícios de construção (falha decorrente de alguma fase da construção mal feita ou uso de material de baixa qualidade, como uma parede torta, rachaduras e nivelamento do piso).

Segundo José Urbano Duarte, no caso de famílias com renda até R$ 1,6 mil, enquadradas na faixa 1 do Minha Casa, Minha Vida, a própria Caixa pode enviar uma empresa para consertar o vício, caso a construtora demore a dar solução.