Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

JU Agora

ACESSIBILIDADE: A A A A

Secretaria Municipal de Saúde se prepara para vacinar mais de 60 mil pessoas em Uberaba

03/04/2013

A Secretaria de Saúde de Uberaba começa no dia 15 de abril a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (H3N2). A expectativa é vacinar 60 mil 585 pessoas em todo o município até o dia 26, data do término da campanha. O “Dia D”, dia da mobilização nacional será em 20 de abril e vai acontecer em todas as unidades de saúde.

É bom ressaltar que não são todas as pessoas que podem tomar a vacina, apenas crianças de seis meses à dois anos de idade, trabalhadores de saúde, gestantes, puérperas, idosos e portadores de doenças crônicas. A meta é vacinar pelo menos 80% dessas pessoas. Lembrando também que os portadores de doenças crônicas devem apresentar a receita médica. De acordo com o secretário Fahim Sawan, é bom que todas as pessoas que se encaixam nessas faixas se vacinem. “É preciso tomar muito cuidado porque apesar da maioria das pessoas infectadas se recuperarem dentro de uma a duas semanas sem a necessidade de tratamento médico, nas crianças muito pequenas, idosos e portadores de quadros clínicos especiais, a infecção pode levar a formas clinicamente graves, pneumonia e até a morte” disse.

A vacinação acontece das 8h00 às 17h00 em todas as unidades de saúde da cidade, inclusive na zona rural. O Posto Volante também estará vacinando, neste ano, ele vai ficar na rodoviária. Os acamados que estão fora da área de abrangência das equipes de Saúde da Família devem agendar o atendimento pelo telefone (34) 3322-7822 na Central de Vacinas. Qualquer dúvida basta ligar também neste telefone ou mandar um e-mail para vacinas@uberabadigital.com.br.

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. A transmissão é muito rápida e existe no mundo todo. Ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com vírus leva direto à boca, aos olhos e ao nariz. Os sintomas, muitas vezes, são semelhantes aos do resfriado, que se caracterizam pelo comprometimento das vias aéreas superiores, com congestão nasal, rinorréia, tosse, rouquidão, febre, mal-estar, mialgia e cefaléia.

Para prevenir procure evitar o contato com pessoas doentes, lave as mãos com sabão ou álcool gel várias vezes ao dia, tente se proteger da tosse e de espirros com lenços descartáveis e não viaje se estiver doente.