Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

JU Agora

ACESSIBILIDADE: A A A A

Biblioteca municipal realiza sessão de homenagem a pessoas e instituições de Uberaba

15/04/2013

A Biblioteca Pública Municipal Bernardo Guimarães realiza nesta segunda-feira (15) uma homenagem a pessoas e instituições que se dedicam a promover o convívio do cidadão com a abertura, o conhecimento e as diferentes manifestações da arte em nossa cidade. A homenagem será realizada no saguão da biblioteca das 19h30 às 21h ao som do músico Cacá Perez.

Entre os homenageados figura a presença do Escritor e editor Guido Bilharinho, por sua dedicação à difusão da arte cinematográfica e da arte poética, incentivando a criação de cineclubes em Uberaba e projetando internacionalmente a obra dos poetas uberabenses. O Jornalista e professor Antônio Carlos Marques, agente cultural e pesquisador da cultura popular, por promover o reconhecimento e a preservação das manifestações da cultura afro-brasileira existentes em Uberaba e região. O Professor José Maria Madureira, pelo seu trabalho de formador de jovens talentos para o teatro; em instituições escolares do sistema de ensino público e particular. Laís Bilharinho Dorça, pelo trabalho realizado quando diretora da Biblioteca Municipal, dinamizando o acesso democrático à informação, incentivando a leitura e a produção do conhecimento junto à população de Uberaba e região. O Geógrafo, educador e pesquisador, Renato Muniz B. Carvalho, por sua prática educativa crítica e reflexiva, em favor dos cuidados com os recursos naturais em Uberaba e região, valorizando a educação cidadã e ética, direcionada ao desenvolvimento social e econômico sustentável.

À jornalista Rose Dutra, por exercer o jornalismo como prestação de serviço à população de Uberaba, mediando o acesso à cultura e à informação, entendendo-as como ferramentas de transformação social. Senhora Sônia Maria Rezende Paolinelli, pela competência profissional, em anos de trabalho como bibliotecária na Biblioteca Pública Municipal Bernardo Guimarães, e hoje na Biblioteca da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. A Professora Vânia Maria Rezende, pelo seu trabalho de sensibilização, valorização e divulgação da literatura em Uberaba e região, especialmente da literatura infantil e juvenil, tornando realidade, para pais e educadores, o fato de que o ato de ler entre crianças e jovens pode ser um grande prazer e contribuir para a formação harmoniosa do ser humano. A Academia de Letras do Triângulo Mineiro, por promover a reflexão sobre a produção literária e garantir às futuras gerações a história de nossos escritores, na pessoa do escritor Jorge Alberto Nabut, seu atual presidente, representando a todos os acadêmicos.

O Arquivo Público de Uberaba, por seus técnicos, historiadores e educadores que se dedicaram ao levantamento de fontes históricas, organização de documentos e pesquisa para a reconstrução da história de nossa gente, de nossa cidade e aos que, dando  continuidade a este trabalho, asseguram às novas gerações  o conhecimento da Uberaba de hoje, na pessoa da Superintendente Marta Zednik de Casanova, representando a equipe do Arquivo Público de Uberaba. O Conservatório Estadual de Música Renato Frateschi, pela educação musical de tantas gerações de crianças e jovens, difundindo o gosto pela arte musical e proporcionando a formação de jovens talentos da música popular e erudita em nossa cidade. Na pessoa de sua diretora Adriana Maria Pereira Rocha Batista, homenageamos professores e alunos do Conservatório Estadual de Música Renato Frateschi.

A Fundação Cultural de Uberaba, na pessoa da sua atual presidente Sumayra de Oliveira Silva, representando a equipe de servidores públicos da pasta, pelo incentivo às manifestações da cultura local e regional, projetando-as em âmbito nacional, e por manter ativo, diversificados espaços culturais em nossa cidade, em especial, os nossos museus. O Instituto Agronelli de Desenvolvimento Social, pela iniciativa de intervir na realidade das escolas públicas em prol do acesso e difusão da literatura brasileira entre adolescentes e jovens, na pessoa da Coordenadora de Instituto Social, Mariângela Terra Branco Camargos. 

O Instituto dos Cegos do Brasil Central, pelo trabalho de inclusão de crianças, jovens e adultos no mundo da leitura e da escrita, realizado por meio do método Braille, na pessoa de seu atual presidente Mauro Humberto Elias. Esta homenagem é estendida à equipe de voluntários que atuam no Instituto, apoiando as ações de inclusão social. A Livraria Alternativa Cultural, sua idealizadora Thais Helena de Syllos Cólus, representa sua equipe nesse prêmio, pelo cotidiano empenho em manter vivo um espaço de livros acolhedor e por tornar sua atividade-fim uma estratégia para formação de apreciadores do livro e do ato de ler como encontro com o outro, como fonte de conhecimento e lazer, sempre a revelar novos talentos da arte da escrita na cidade de Uberaba.