Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

JU Agora

ACESSIBILIDADE: A A A A

PMU sediou I Encontro Municipal de Políticas no Território da Juventude

12/06/2013

O Anfiteatro Mário Pimenta sediou nesta terça-feira (11), o I Encontro Municipal de Políticas Públicas no Território da Juventude. Com o tema geral “Políticas Públicas voltadas para o debate contra o crack, álcool e outras drogas”, o encontro reuniu dezenas de participantes e representantes de entidades filantrópicas que desenvolvem trabalho de combate às drogas. Como também autoridades municipais, estaduais e federais do setor.

Além de palestras alusivas ao assunto, outros temas tiveram ampla explanação e foram temas geradores de debates. Acolhimento Institucional e Triagem; Atendimento Multiprofissional; Critério de entrada/saída e Pós-tratamento; Convivência Familiar; Atividade de Esporte e Lazer; Dificuldades de cumprimento da ECA e SINASE.

“Criar uma rede de atendimento interligada com equipe multiprofissional, visando atendimento integral dos usuários e seus familiares e efetivar parcerias entre as instituições”, este é o grande desafio apontado pelo subsecretário de Políticas Sobre Drogas de Minas Gerais, Cloves Benevides, que chamou a atenção dos presentes para o plano de enfrentamento de combate as drogas e frisou que a cada dia, tem aumentado o número de crianças e adolescentes envolvidos com as drogas. “O que mais me preocupa, é que a idade desses usuários, infelizmente cada dia é menor”.

O promotor André Tuma, titular da Coordenadoria das Promotorias da Infância e Juventude da Comarca de Uberaba destacou o trabalho realizado pelo Ministério Público, reforçou o trabalho conjunto e reinterou o compromisso em  fazer valer os direitos estabelecidos pela lei. André Tuma também pediu maior empenho para a legalização das instituições que trabalham com esse público. “Temos muita gente empenhada nesta questão, mas é necessário haver legalidade das instituições para fortalecer o atendimento junto aos usuários e seus familiares”, concluiu ele.

Para a presidente do Conselho Municipal Antidrogas – Comad, Valéria Guimarães, o encontro serviu para discutir de perto as relações entre as instituições envolvidas no processo de combate as drogas, uma vez que várias ações são realizadas, mas nem sempre conseguem atingir os interessados, por causa do distanciamento que as drogas provocam junto a sociedade. “Temos que pensar num atendimento por todo, seja no tratamento e principalmente no acolhimento destes pacientes, principalmente na reinserção familiar e social”, disse Valéria.

A secretária Municipal de Desenvolvimento Social – Ângela Dib, fez questão de destacar o empenho da atual administração nesta causa e que o próprio prefeito Paulo Piau já se mostrou muito interessado em trabalhar com políticas públicas voltadas ao combate das drogas, como também tratar do dependente químico com total suporte. “Estamos avançando nesse processo, é claro que se envolver toda a comunidade em prol de uma causa, temos uma sociedade comprometida e isto fortalece todas as ações no combate as drogas, e principalmente nos efeitos causados por elas”, Ângela ressaltou ainda as parcerias com as Policias Militar, Federal e civil, Ministério Público e entidades ligadas ao terceiro setor, como formula de sucesso nesta questão.