Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

JU Agora

ACESSIBILIDADE: A A A A

CMU aprova Utilidade Pública para TV Comunitária Cidadania de Uberaba

20/06/2013

Foi aprovado na Reunião Ordinária de quarta-feira (19), o projeto de Lei nº 95/13, de autoria do vereador Edcarlo dos Santos Carneiro – Kaká Se Liga (PSL), que declara de utilidade pública a TV Comunitária e Cidadania de Uberaba, criada em julho de 2010.

Esteve presente na reunião o presidente da televisão, Felício Costa, que esclareceu que a proposta do grupo é fazer da emissora um canal de comunicação que tem uma característica diferente dos canais de televisão comerciais, pois a proposta é baseada na informação e também de trabalhos sociais feitos em Uberaba. Disse que é uma televisão a serviço dos uberabenses.

Felício salientou que na grade de programação terá um espaço destinado

a vídeos institucionais das instituições assistenciais da cidade, bem como a aulas da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

O Presidente da TV informou que a emissora tem a prerrogativa do Ministério das Comunicações de que em breve estará operando em TV aberta digital. Destacou que Uberaba é a primeira cidade que tem uma emissora de televisão dirigida por um portador de necessidades especiais visuais, “nossa cidade quebra o estigma e sai na frente para mostrar ao mundo que não se deve ter preconceitos e que não se deve medir uma pessoa pela sua aparência física e sim por sua capacidade e competência”, ressaltou.

O autor do projeto, Kaká Se Liga, disse que acompanhou de perto a luta de Felício e de sua equipe de profissionais no sentido de defender a instalação da TV Comunitária, que tem como objetivo defender a comunicação e a informação para os uberabenses. Ressaltou que a TV contribui para a economia da cidade, pois gera empregos para o município.

O vereador Antônio Carlos Silva Nunes – Tony Carlos (PMDB) disse estar feliz com a instalação da TV Comunitária na cidade, pois assim irá divulgar apenas o que é inerente a Uberaba.  

Tony desabafou que fica muito triste ao assistir uma notícia onde não cita o nome de Uberaba, “por exemplo, quando divulga algo relacionado a Peirópolis, geralmente informa que está localizado em Minas Gerais e não na cidade de Uberaba”, disse.

Ressaltou que quer ver em Uberaba uma TV que tem em sua grade de programação assuntos que as TVs comerciais não tem interesse em divulgar, por visar apenas o aspecto econômico. “Em nossa cidade há muito o que se mostrar, com a modernidade dos tempos, não queremos sair do conforto de casa para visitar locais nunca adentrados, queremos descansar em nossas poltronas e assistir trabalhos feitos por nossa gente”, finaliza.